Programa para conservação de Trindade é lançado

Projeto visa recuperação do ecossistema terrestre e vai beneficiar aves marinhas.

Na última segunda-feira (19), foi lançado, no Horto Botânico do Museu Nacional (RJ), o Programa RETER-Trindade. O objetivo é restaurar as condições naturais da Ilha de Trindade, e, com isso, propiciar um ambiente adequado para espécies ameaçadas da região, sobretudo aves que utilizam o local para reprodução. Dentre as espécies a serem beneficiadas estão as criticamente ameaçadas fragata-de-trindade (Fregata trinitatis), a fragata-grande (Fregatta minor nicolli) e até o atobá-de-pés-vermelhos (Sula sula), considerado extinto localmente.

Uma das principais ações a serem desenvolvidas pelo projeto é acelerar a expansão da vegetação nativa. "Com isso, podemos ajudar a recuperação do solo e contenção da erosão pois o restabelecimento dessas condições beneficia diretamente as colônias de aves marinhas", afirma Patrícia Serafini, analista ambiental do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (CEMAVE/ICMBio), uma das instâncias do ICMBio envolvidas neste Programa. Ainda dentro deste contexto, será feita translocação de mudas de espécies vegetais nativas de áreas da Ilha ainda preservadas para replantio em solo já recuperado.

Leia a matéria completa AQUI