O Que Fazemos

A missão do Corredor das Onças é reconectar fragmentos florestais por meio do plantio e proteção de árvores nativas no entorno das nascentes e ao longo dos rios, promovendo assim a circulação segura da fauna e a ampliação da biodiversidade regional.

A implantação de corredores ecológicos é um processo que necessita envolver toda a sociedade. É preciso motivar a população para que haja a participação tanto dos moradores das áreas rurais quanto das áreas urbanas, uma vez que a essência dos trabalhos é obter um meio ambiente de melhor qualidade para todos.

Ao longo dos anos, o uso das terras para fins agrícolas, pecuários e florestais promoveu a substituição da cobertura vegetal nativa com exposição dos solos aos efeitos das fortes chuvas que ocorrem em toda a região. A erosão hídrica decorrente das chuvas promove a formação de voçorocas e o assoreamento dos córregos, rios e lagos.

O plantio e a manutenção das florestas no entorno das nascentes e ao longo dos rios aumenta a quantidade de água disponível porque a concentração de árvores e o seu denso sistema radicular permitem reter cerca de 70% do volume das chuvas, liberando-a lentamente. Este fato possibilita a regularização da vazão dos rios e a prevenção de enchentes, além de melhorar a qualidade das águas. Por sua vez, o aumento da cobertura florestal conecta os fragmentos florestais permitindo a circulação segura da fauna entre os fragmentos existentes.

A adequação ambiental da atividade rural é uma realidade a ser enfrentada por todos nós. A sociedade pode apoiar essa mudança valorizando os serviços ambientais prestados pelas florestas e pela fauna silvestre por meio do gradual pagamento dos serviços, de sorte que os recursos conseguidos financiem a recomposição das áreas de preservação permanente em pequenas propriedades rurais.