destaque parnacaparao2

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ

Localizado na Serra do Caparaó, na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, o Parque Nacional do Caparaó é um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil. Abriga o terceiro ponto mais alto do País, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude.

Além das trilhas, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeira e piscinas naturais, observar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol.

O parque dispõe de quatro áreas de acampamento pela portaria de Alto Caparaó em MG - “Tronqueira” e “Terreirão” - e pela Portaria de Pedra Menina no ES - “Macieira” e “Casa Queimada”, com sanitários, lava-pratos, mesas, bancos e quiosques (estes últimos apenas na “Tronqueira”) e, ainda, churrasqueiras na área de visitação denominada “Vale Verde” e na “Macieira”.

Caminhadas em áreas de florestas e, especialmente, pelos campos de altitude são outras atrações do local.

btn institucional

btn topo

Quando Ir

O Parque Nacional do Caparaó está aberto ao público para visitação durante todo o ano, de segunda a domingo. O horário de funcionamento do Parque é de 7h a 18h para visitas, com ou sem pernoite.

IMPORTANTE: NÃO É PERMITIDA A ENTRADA PARA ACAMPAMENTOS EM DIAS DE FERIADOS, SEXTAS, SÁBADOS E DOMINGOS, sem que haja RESERVA prévia solicitada através do site, devidamente CONFIRMADA pelo setor de reservas do PNC.

INFORMAÇÕES SOBRE RESERVAS E INGRESSOS  CLIQUE AQUI.

CONHEÇA AS NORMAS E ORIENTAÇÕES DE VISTAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ - ES/MG - CLIQUE AQUI

btn topo

Como Chegar

PORTARIA DE PEDRA MENINA - DORES DO RIO PRETO - ES

Quem deseja ir ao Parque Nacional do Caparaó pela Portaria de Pedra Menina, localizada no estado do Espírito Santo deve seguir para o município de Dores do Rio Preto - ES

Importante: Do município de Dores do Rio Preto ao distrito de Pedra Menina onde está localizada a portaria capixaba do parque são 27km e de Pedra Menina à Portaria mais 9km de estrada pavimentada.

 

Siga pela BR-101 até Cachoeiro de Itapemirim(ES), até aí são 131 km. Partindo de Cachoeiro, são mais 75 km até Guaçuí(ES) e então, mais 37 km até Dores do Rio Preto(ES).

Siga por 292 km, pela BR-262 (sentido Vitória), até o trevo de Reduto(MG). A partir daí, são 58 km até Espera Feliz(MG) e mais 10 km até Dores do Rio Preto(ES). Outra opção é seguir do Município de Espera Feliz até o distrito do Paraíso. São aproximadamente 25 km de estrada asfaltada. De Paraíso a portaria do Parque são mais 7 km de estrada pavimentada.

Na Rodovia Presidente Dutra, siga até Volta Redonda, são 319 km. De Volta Redonda siga pela BR-116 até o trevo de Fervedouro(MG), são 368 km. De Fervedouro são mais 47 km até Espera Feliz(MG) e então, mais 10 km até Dores do Rio Preto(ES)

 {slider= Para quem sai do Rio de Janeiro }

Siga, por 92 km, até o trevo de Teresópolis(RJ). Daí, siga pela BR-116 até Fervedouro(MG), são 277 km. De Fervedouro vá para Espera Feliz(MG), são mais 47 km. A partir daí são mais 10 km até Dores do Rio Preto(ES).
PORTARIA DE ALTO CAPARARÓ -MG

Transporte Público

É necessário tomar o ônibus até o município de Cachoeiro do Itapemirim. De Cachoeiro do Itapemirim segue-se para Alegre - Guaçuí - Dores do Rio Preto - Pedra Menina.

Ônibus até a cidade de Espera Feliz, daí segue para os distritos de Paraíso e Pedra Menina.

Ônibus até a cidade de Espera Feliz, daí segue para os distritos de Paraíso e Pedra Menina.

 PORTARIA DE ALTO CAPARAÓ - MG

 Quem deseja ir ao Parque Nacional do Caparaó pelo estado de Minas Gerais deve seguir para o município de Alto Caparaó - MG.

 

Siga pela rodovia BR-262, sentido Belo Horizonte(MG). 15 km após a divisa dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais, na BR-262, pegue, à esquerda, a rodovia para Manhumirim(MG) e Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, pegue, à esquerda, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 225 km de distância da capital capixaba.

Pela rodovia BR-262, vá no sentido Vitória(ES) até a cidade de Manhuaçu(MG), a 280 km de Belo Horizonte. Após a entrada de Manhuaçu, na BR-262, pegue, à direita, a rodovia para Manhumirim(MG) e Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, pegue, à esquerda, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 330 km de distância da capital mineira..

Na Rodovia Presidente Dutra, siga até Volta Redonda(RJ), são 319 km. De Volta Redonda siga pela BR-116 até o trevo de Fervedouro(MG), Em Fervedouro, pegue, à direita, a rodovia para Carangola(MG). Em Carangola, pegue, à esquerda, a rodovia para Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, pegue, à direita, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 910 km da capital paulista.

Pela rodovia BR-040, siga sentido Belo Horizonte(MG), até a cidade de Três Rios(RJ), a 123 km do Rio de Janeiro. Pegue, à direita, a rodovia BR-116, sentido Salvador(BA), até a cidade de Fervedouro(MG). Em Fervedouro, pegue, à direita, a rodovia para Carangola(MG). Em Carangola, pegue, à esquerda, a rodovia para Alto Jequitibá(MG). Em Alto Jequitibá, pegue, à direita, a rodovia para Alto Caparaó(MG), totalizando cerca de 430 km de distância da capital carioca.

Transporte Público

Importante: As cidades referência para acesso a Alto Caparaó são Manhuaçu ou Manhumirim.

Para chegar a Alto Caparaó, há necessidade de completar dois trechos. O primeiro trecho Vitória (ES) – Manhumirim (MG), atualmente operado pela Viação Águia Branca - Linha Vitória X Carangola, Existem outras empresas que também fazem trajeto similar, confira na rodoviária de Vitória.

Para chegar ao Parque, há necessidade de completar dois trechos: Belo Horizonte – Manhumirim e Manhumirim - Alto Caparaó, atualmente pela Viação Rio Doce, com vários ônibus diários. O percurso total tem cerca de 370km.

 

btn topo

Ingressos

Valores válidos a partir de 1° de novembro de 2015 - Portaria ICMBio 43 de 30 de setembro de 2015 

 

INGRESSOVALORES
Ingresso Público em Geral (ingresso estrangeiros) R$ 30,00
Desconto Brasileiros (50%) - Ingresso(entrada p/ pessoa)  R$ 15,00
Acampamento -Pernoite (p/ pessoa) R$ 6,00*
Ingresso Comunidade
R$ 3,00
* (Portaria MMA de 20 de março de 2000)  
  • As portarias do Parque, localizadas em Alto Caparaó-MG e Pedra Menina - ES estão abertas para a visitação, diariamente, todos os meses do ano, das 7 às 18 horas, para entrada e saída de visitantes que pretendem visitar e/ou pernoitar na Unidade de Conservação;

  • O Valor do ingresso, a partir de 01 e novembro de 2015, com desconto de 50% para brasileiros, é R$ de 15,00 por pessoa, sendo que no caso de acampamento é cobrado o adicional de R$ 6,00, por pessoa, a cada pernoite;

  • O visitante estrangeiro que possua documento de identidade brasileiro ou comprove possuir residência no Brasil será equiparado ao visitante brasileiro.
  • Ingresso Comunidade é de R$ 3,00. Os moradores dos municípios vizinhos ao Parque Nacional do Caparaó são beneficiados com o desconto de 90% no valor do ingresso de visita, não dispensando o pagamento integral de outros serviços, se utilizados.
  • IMPORTANTE: Para obterem o direito ao INGRESSO COMUNIDADE os visitantes moradores dos municípios lindeiros e do entorno deverão se cadastrar em uma das Portarias do Parque Nacional do Caparaó, a partir de 1° de novembro de 2015, durante o horário de visitação, de segunda a sexta-feira. O cadastro é individual e haverá necessidade de apresentação de comprovação de residência (original e cópia) e um documento de identificação com foto (original e cópia). PARA MAIORES INFORMAÇÕES CLIQUE AQUI

ISENÇÃO

Têm direito a isenção da taxa de ingresso:

I - Os menores de 12 anos e maiores de 60 anos. Esta isenção se aplica somente ao ingresso do visitante. Os demais serviços, bem como os ingressos de acompanhantes devem ser pagos normalmente

II - Estudantes e acompanhantes cujo estabelecimento de ensino regular agende previamente junto à administração do Parque Nacional a realização de atividades de educação ambiental;

III - Colaboradores ou membros de instituições colaboradoras;

IV - Pesquisadores autorizados pelo Instituto Chico Mendes para realizar pesquisas na unidade de conservação;

V - Servidores de órgãos públicos, desde que a serviço;

VI - Guias de turismo no exercício de suas atividades profissionais.

Compete à chefia da unidade de conservação a análise e eventual autorização das visitas de que tratam os itens II, III e V, que serã deferidas preferencialmente em dias úteis e/ou após a verificação de disponibilidade de vagas para cortesias;

O pagamento do ingresso não isenta o visitante do pagamento das demais taxas. O pagamento da taxa de uso do acampamento também não isenta o visitante do pagamento do ingresso de visitação;

reservas

  • O Parque trabalha com sistema de reservas para quem pretende pernoitar no interior da Unidade;

  • O setor de reservas funciona de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
  • Não é permitida a entrada para acampamentos (pernoites no interior do parque) em dias de FERIADOS, SEXTAS, SÁBADOS E DOMINGOS, sem que haja RESERVA prévia solicitada através do site, devidamente CONFIRMADA pelo setor de reservas do PNC.
  • As reservas são efetuadas através do formulário disponível ao final da página inicial no link "Faça sua Reserva
  • As reservas devem ser solicitadas diretamente pelo interessado ou agenciador responsável (agências de turismo, condutores, pousadas e hotéis), a partir do primeiro dia de cada mês, para visitas no mês vigente e subseqüente;

  • A reserva só será considerada válida, após emissão de mensagem eletrônica de validação, que será enviada, por email, diretamente ao interessado ou agenciador responsável pela reserva;

  • TODAS AS RESERVAS CADASTRADAS DEVERÃO SER OBRIGATORIAMENTE CONFIRMADAS pelo solicitante ou agenciador responsável, por email, no período entre dez (10) a cinco (5) dias antes da data da visita ao Parque.
  • Importante: As reservas que não forem confirmadas em até cinco (5) dias antes da visita serão canceladas automaticamente e o sistema abrirá as vagas para agendamento de outros interessados;
  • Para cada área de acampamento é adotado um limite máximo de visitantes acampados, conforme os instrumentos de planejamento em vigor.

 Para informações poderá ser realizado o contato pelo telefone (32) 3747-2086

btn topo

Atrativos

Conheça os principais atrativos do Parque Nacional do Caparaó distribuídos nos dois roteiros turísticos:

Cachoeiras

 
Cachoeira BonitaLocalizada no rio José Pedro a uma altitude de 1.750m, encontra-se nas proximidades do acampamento da Tronqueira e a cerca 5,5km da Portaria de Alto Caparaó. O rio José Pedro constitui o marco divisório entre os estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. O acesso é realizado primeiramente por estrada e, posteriormente, por trilha que parte desta, sendo viável durante todo o ano.
O atrativo é formado por cachoeira com cerca 80m de queda, subdividida em dois degraus principais. Para atingi-la, deve-se percorrer uma trilha com cerca 300m de comprimento, fácil de ser percorrida, com escada de cimento e corrimão. A meio caminho da trilha existe um mirante natural, com plataforma de madeira. Ao longo da trilha e no entorno da cachoeira é formado por vegetação de floresta e campo de altitude.

Comportamento do visitante:

Devido ao fácil acesso é umdos locais mais visitados do Parque, tanto pelas pessoas que acampam na Tronqueira, como pelos visitantes de um dia. A cachoeira recebe visitação em todas as estações do ano, já que além de ser procurada para banhos no verão, encontra-se próximo do acampamento da Tronqueira e, portanto, do acesso ao Pico da Bandeira, oferecendo bela paisagem.
As atividades realizadas no local são principalmente os banhos de cachoeira e contemplação.
Cachoeira da FarofaCom acesso a partir da Portaria de Pedra Menina, da qual dista cerca de 6km, a cachoeira localiza-se no rio São Domingos. O acesso é realizado primeiramente por estrada parcialmente pavimentada e a partir dela o percurso é feito por curta trilha, de fácil acesso. Atrativo de grande interesse pela beleza da paisagem e diferentes tipos de formações vegetais no entorno, consiste em uma série de quatro cachoeiras associadas a poços de água muito límpida. O entorno é formado por vegetação de floresta e campo de altitude.

Comportamento do visitante:

A visitação ocorre preferencialmente nos meses de verão. As atividades no local restringe-se basicamente à recreação em banhos de cachoeira.
Atrativo que pode ser alcançado a partir da Portaria de Pedra Menina (ES) por estrada parcialmente pavimentada (cerca de 4km). A partir daí, percorre-se trilha com cerca de 1km.

Cachoeira do AurelioCachoeira formada pelo rio São Domingos, com sequência de quedas e poços. Ao longo da trilha de acesso, encontram-se diferentes formações vegetais como floresta de porte baixo, campo de altitude e trechos alagados, especialmente nos meses chuvosos, com vegetação dominadapor samambaias.

O local é de grande interesse paisagístico devido à cachoeira de consideráveis proporções, mas também devido à diversidade de tipos de vegetação no caminho de acesso, alguns dos quais, no entanto, de grande fragilidade, especialmente por encontrarem-se sobre solo alagado.

Comportamento do visitante:

O local recebe usualmente os visitantes que acampam na área da Macieira, além de visitantes de um dia. Nesse caso, a atividade recreativa, realizada é a caminhada, já que a área não é área apropriada para banhos (dificil acesso), mas apenas para a observação da paisagem.

Vale EncantadoVale formado pelo Rio José Pedro, a montante da Cachoeira Bonita, estando localizado a cerca 500m do acampamento da Tronqueira, em bifurcação da trilha que leva ao Pico da Bandeira (S20o24’38,8”; WO41o40’04.1”). Encontra-se a cerca de 7km da Portaria de Alto Caparaó, sendo acessado primeiramente por estrada transitável durante todo o ano e, posteriormente por trilha.
O vale é formado por diversas corredeiras, cachoeiras e piscinas naturais e pode ser atingido facilmente por trilha com cerca de 400m, ou 10 a 15 minutos de caminhada. A vegetação do entorno é formada por campos de altitude com ocorrência de arbustos e, nos afloramentos rochosos, campos rupestres.

Comportamento do visitante:

Local que recebe visitação bastante expressiva especialmente no verão para banhos e caminhadas – atividades recreativas. No entanto, como está no caminho para o Pico da Bandeira, também ocorre visitação no período de inverno.
Vale VerdeLocalizada no Rio Caparaó, na proximidade da administração do Parque e a cerca de 800m da Portaria de Alto Caparaó. O acesso ao local é possível, inclusive para automóveis de passeio,
em qualquer época do ano. Consiste em série de cachoeiras e poços naturais ao longo do Rio Caparaó, envolvidos por mata ciliar. O entorno é formado por vegetação secundária de Mata Atlântica com dossel a cerca de 15-20m de altura, em estado médio de regeneração. Situa-se em região de baixa altitude, em torno de 1200 metros, quando comparado a outras porções do Parque.

Comportamento do visitante:

É dos locais mais procurados do Parque, especialmente para visitas de um dia, recebendo grande afluxo de pessoas nos finais de semana e feriados, podendo chegar à marca das 200 pessoas diárias. Utilizado especialmente no verão, entre os meses de novembro e fevereiro, pela população da região para banhos de cachoeira e sol, realização de piqueniques e churrascos. Poucas destas pessoas costumam aventurar-se na mata do entorno e aquelas que o fazem percorrem um pequeno caminho, a Trilha do Jacu a ser apresentada posteriormente. As atividades resumem-se àquelas recreativas.

Condições dos equipamentos facilitadores:

O local possui infra-estrutura para a realização de churrascos e piqueniques

ACAMPAMENTOS

Casa QueimadaLocaliza-se na porção do Espírito Santo do Parque, a cerca de 9km da Portaria Pedra Menina (S20o27’28,7”, WO41o48’31.6”). O acesso é feito por estrada parcialmente pavimentada. Consiste em área de acampamento localizada em platô com vegetação predominante de campos de altitude. No local há vestígios de antigo abrigo de pedra, além de contar com facilidades, tais como sanitários, láva-pratos, chuveiros frios, mesas e bancos, além de Posto de Guarda.

Comportamento do visitante:

Local com demanda de visitantes que pernoitam no local para ir ao Pico da Bandeira ou conhecer os atrativos próximos e outros que utilizam o local como passagem para acessar o Pico.

 

Acampamento que pode ser atingido a partir da entrada de Pedra Menina (ES), estando próximao ao Rio São Domingos (S 20o28’51.9”, W O41o49”45.1”).

Comportamento do visitante:

Utilizado para acampamento e visitação às cachoeiras próximas (Sete Pilões e Aurélio).
TerreiraoLocalizada no último platô anterior ao Pico da Bandeira, o acesso é feito somente a pé, distando cerca de 3,7 km do acampamento da Tronqueira. Consiste em grande área de acampamento que conta com facilidades como banheiros, lava-pratos, tanques e lixeiras, além de abrigo de pedra e casa de guarda.

Comportamento do visitante:

Equivalente ao descrito para a área de acampamento da Tronqueira.

Terreirão: infra-estrutura e equipamentos de apoio

Infra-Estrutura / EquipamentosDescrição
Banheiro Masculino

3 pias, 3 sanitários, 1 mictório, 2 chuveiros frios com vestiário acoplado, 3 prateleiras de granito

Banheiro Feminino

3 pias, 3 sanitários, 2 chuveiros frios com vestiário acoplado, 3 prateleiras de granito

Lava-Pratos

3 pias para lavar pratos

Lava-Roupa

1 tanque para lavar roupas

Lixeiras

3 tambores

Casa de Guarda

Casa em dois andares com sala, cozinha, banheiro e dois quartos, equipamento de rádio e utensílios. É utilizada como sede para os funcionários de guarda, manutenção e fiscalização

Abrigo em Pedra

Abrigo construído em pedra com cerca 40 m2 em cômodo único com 2 janelas e porta de madeira.

Localizada a cerca de 6km da Portaria de Alto Caparaó, a área é alcançada por estrada de terra transitável durante praticamente todo ano para automóveis e/ou veículos tracionados, (S 20o24’35.4”, WO 41o50’16.9”). Consiste em área de acampamento com cerca 1000m2, a qual conta com facilidades como sanitários, chuveiros, lava-pratos, tanques, lixeiras, mesas e bancos. Há também um mirante no local, do qual pode-se avistar cidades próximas como Alto Caparaó, Alto Jequitibá e Manhumirim, além de outras cidades próximas.

Comportamento do visitante:

O local é utilizado para acomodação dos usuários que vão ao Pico da Bandeira ou visitam outras áreas do Parque, permanecendo neste mais de um dia. Recebee também visitantes de um dia para observação do mirante e percorrer as trilhas.

Condições dos equipamentos facilitadores:

Existe área para estacionamento com vagas não delimitadas que comporta cerca 50 automóveis (20o 24’24.5”, 41o 50’13.4”). Nesta área há dois quiosques e duas bicas de água corrente.
 
Tronqueira: infra-estrutura e equipamentos de apoio
Infra-Estrutura / EquipamentosDescrição
Banheiro Masculino

3 pias, 2 sanitários, 2 chuveiros frios, mictório grande

Banheiro Feminino

3 pias, 3 sanitários, 2 chuveiros

Lava-Pratos

3 tanques para lavar pratos

Lava-Roupa

1 tanque para lavar roupas

Mesas e bancos

9 unidades em madeira

Lixeiras

Tambores dispersos pelo camping

Quarto / Deposito

Pequeno cômodo, entre os banheiros, utilizado para descanso e preparação de alimentos pelo funcionário de plantão no local

Quiosque

4 unidades. Circulares com mesa ao centro e bancos, localizadas na área de Estacionamento e próximo ao mirante.

Bicas

2 unidades. Bicas de água corrente sobre construção de alvenaria.

Mirante

De pedra. Fica na área de acampamento, tendo vista para o Vale do Caparaó

* Salientamos que é proibido o uso dessa área, bem como de qualquer outra no interior do Parque, para a prática de voo livre, por questões de segurança, falta de infra-estrutura, além de não estar previsto no Plano de Manejo da Unidade.

CENTRO DE VISITANTES

Centro de Visitantes-ESSituada na Zona de Uso Especial do Parque Nacional do Caparaó. O Centro de Visitantes conta com espaço disponível para exposições, formado pelo salão de ingresso e mezanino, equipado para a apresentação de filmes e vídeos. Conta também com espaço para exposições de artesanatos e iguarias das comunidades, loja de souvenir.

Centro de Visitantes-MGSituada na Zona de Uso Especial do Parque Nacional do Caparaó. O Centro de Visitantes conta com espaço disponível para exposições, formado pelo salão de ingresso e mezanino, e auditório para 64 pessoas, equipado para a apresentação de filmes e vídeos. No lado externo há três banheiros, um masculino outro feminino e outro para deficientes físicos. Conta também com espaço para exposições de artesanatos e iguarias das comunidades, loja de s0uvenir, lanchonete

OUTROS

Gruta do JacuTrilha com cerca 200m de comprimento e 1m de largura em seu início que inicia em escadaria de concreto na área de piquenique do Vale Verde.
Percorre área de mata secundária em estágio médio de regeneração com 15 a 20 metros de dossel, mas com sinais de degradação (presença de bambu e gramíneas). Inicialmente, finalizava na “Gruta do Jacu”. Atualmente, contudo, devido à ação dos visitantes, a trilha desce em direção ao topo da primeira cachoeira deste vale, onde existem alguns poços naturais. O acesso ao local é possível durante todo o ano.

Comportamento do visitante:

Restringindo-se a atividades recreativas, o local recebe grande número de visitantes ou quase todos aqueles que utilizam a área de piquenique do Vale Verde. O público é, portanto, formado por visitantes de um dia.
Condições dos equipamentos facilitadores:
A infra-estrutura restringe-se à escadaria de concreto no início da trilha, em boas condições de uso.
Pedra Duas IrmasMaciço rochoso com cume a 2600m de altitude, localizado nas proximidades do acampamento da Casa Queimada, a partir da entrada de Pedra Menina do Parque e a cerca de 60km da sede do Parque em Alto Caparaó. Para chegar ao local, é necessário percorrer a estrada que leva da Portaria Pedra Menina ao acampamento da Casa Queimada, a qual tem alguns trechos de difícil transposição por automóveis de passeio durante todo o ano. A partir daí, o atrativo deve ser atingido a pé, por trilha com sinalização deficiente. Seu nome provém do formato da montanha, subdividido em duas metades de aspecto muito semelhante. A vegetação local é formada por campos de altitude com grande incidência de gramíneas e bromélias.

Comportamento do visitante:

A trilha estreita, relativamente marcada pelo uso e de acesso relativamente fácil, é usualmente visitada pelas pessoas que acampam na Casa Queimada. A atividade, recreativa, restringe-se à caminhada, embora o local pareça apropriado à prática de escalada.
Fazenda Antônio LeiteLocalizada nas proximidades da Portaria de Alto Caparaó (S20o24’38,7”; WO41o50’10.3”),o acesso é fácil e viável durante todo o ano. Consiste em série de construções que faziam parte da antiga fazenda de café de Antônio Leite, a maior das quais é utilizada atualmente como depósito de materiais do Parque, além das facilidades para efetuar manutenção e conserto de carros. No local estão ainda presentes a sede da fazenda, o paiol, o pátio para secagem do café, o curral, o moinho de pedra e uma moenda de cana.
A área é envolvida por vegetação de mata secundária entremeada por remanescentes das plantas cultivadas na fazenda, como café e algumas árvores frutíferas.
Comportamento do visitante:
Funcionava até recentemente como a sede administrativa do Parque, não sendo utilizada para atividades de uso público.

PICOS

Pico da BandeiraPonto culminante da região, com 2.892m de altitude. É o terceiro ponto mais alto do Brasil. Do local pode-se ter agradáveis vistas, inclusive de cidades, bem como dos pontos mais elevados da Serra do Caparaó como por exemplo: Pico do Cristal, Pedra Menina, Pico do Calçado, etc. O cume é constituído por rochas e abaixo delas encontramos vegetação típica de campo de altitude.
O Pico da Bandeira é o principal atrativo de recreação do Parque, freqüentado especialmente nos meses mais frios e secos do ano por grande número de pessoas. No caso, a principal atividade realizada é a subida ao Pico durante a noite e madrugada para ver o nascer do sol e, sendo assim, o período preferencial é aquele da lua cheia no mês de julho. Outra opção é a subida ao Pico durante o dia, com entrada e saída no parque no mesmo dia. Para quem vai pernoitar, a entrada no parque deve ser realizada até às 18:00 horas, e as áreas disponíveis para acampamento são Tronqueira e Terreirão pela Portaria MG e Macieira e Casa Queimada pela Portaria ES. Lembrando que em caso de pernoite, é necessário realizar a reserva com antecedência.
 
O caminho entre a Tronqueira, Terreirão e o Pico é realizado a pé. A primeira parte da trilha, entre a Tronqueira e o Terreirão demora para ser percorrida a pé em média de uma hora e meia a duas horas, considerando pessoas sem carga (mochilas e outros). Já para os campistas que vão acampar no Terreirão e carregam seu equipamento, o tempo de percurso varia entre duas e três horas.

Sendo o principal atrativo do Parque, a trilha está delimitada e rusticamente sinalizada, por meio de setas pintadas em tinta amarela nas rochas, além de estacas de madeira também com a parte superior pintada em amarelo, ao longo do caminho indicando o caminho.

Pico do CalçadoO Pico do Calçado está localizado a sudoeste do Pico da Bandeira, na região das maiores altitudes do Parque (S20o26’24.5”, WO41o47’56.2”). Para atingir o Calçado, pode-se chegar ao Pico da Bandeira e deste continuar por caminhada bastante pesada, a qual dura cerca de 40 minutos a partir do Pico, ou cerca de três horas a partir do acampamento do Terreirão. A trilha é sinalizada rusticamente. A caminhada a partir da Tronqueira é bastante longa e difícil, sendo possível fazer o caminho de ida e volta apenas para excursionistas com certa experiência. Diferentemente, a trilha para o Pico da Bandeira que inicia na Casa Queimada a partir da entrada de Pedra Menina (ES) tem obrigatoriamente de passar pelo Calçado.
Com 2.849m, o Pico do Calçado assemelha-se em vegetação e paisagem ao Pico da Bandeira, permitindo também o avistamento da cadeia de montanhas e dos vales do entorno. Seu nome provém de sua semelhança com um calçado a partir de um dos lados de seu avistamento.
Comportamento do visitante:
O local é visitado por todos aqueles que vão ao Pico da Bandeira a partir da Casa Queimada e por alguns dos visitantes mais experientes acampados no Terreirão e Tronqueira. A atividade atual, recreativa, consiste apenas em caminhadas.
Pico do CristalO Pico do Cristal localiza-se nas proximidades do Pico do Calçado e Pico da Bandeira, estando a sudoeste deste último (S 20o26’24.5”, WO 41o47’56.2”).
Com 2.770 m de altitude,  este maciço que tem seu nome derivado da abundância de quartzo no local faz parte da zona de maiores altitudes do Parque. Apresenta paisagem de extrema beleza, sendo considerado por alguns local mais impressionante que o próprio Pico da Bandeira. A vegetação é formada basicamente por bromélias e lírios sobre afloramentos rochosos.
Para acessar o Pico do Cristal deve-se tomar o caminho que parte da porção final da trilha que leva ao Pico da Bandeira (ponto de entrada do caminho = S 20o25’41.8”, WO 41o48’07.1”). É percurso não delimitado ou marcado pelo uso. A primeira parte do percurso passa por brejosde altitude em local que é praticamente plano e de fácil transposição. Parte deste trajeto possui vegetação de campos alagados sobre solo de turfa, que permanece alagada grande parte do ano e é, portanto, bastante sensível ao pisoteamento. Após este local existem três pequenas lagoas naturais (as Três Lagoas), onde se formam lâminas de gelo nos períodos mais frios. Após este local, há uma outra porção do trajeto em laje de pedra plana e de fácil transposição, seguida por uma pequena descida. A seguir inicia a subida que passa por lajes de pedra íngremes e lisas de acesso difícil e bastante perigoso.
Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

Outra opção de acesso ao Pico do Cristal é a partir do Pico do Calçado.

Comportamento do visitante:
O caminho é visitado para recreação especialmente por pessoas que ficam acampadas no Terreirão, mas apenas pelos excursionistas mais experientes, devido à não marcação do local e também à dificuldade de transposição do trajeto final.

PORTARIAS

Em construção..

Em construção..

btn topo

O Que Fazer

O Parque oferece as seguintes oportunidades:

  • Trilhas em meio à mata atlântica e campos de altitude
  • Montanhismo
  • Observação de Aves
  • Observação da Flora fanerogâmica
  • 4 áreas de acampamento
  • Mirantes
  • Banhos de Cachoeiras e Piscinas Naturais
  • Nascer do sol a 2.892m de altitude

CONSULTE NOSSOS FUNCIONÁRIOS NO CENTRO DE VISITANTES OU PORTARIAS E SOLICITE O FOLHETO DE ATRATIVOS PARA MAIORES INFORAMAÇÕES SOBRE O PNC E SEU ENTORNO.

btn topo

Orientações

A visitação no PNC vem aumentando sensivelmente, porém, grande parte daqueles que se aventuram nas trilhas e florestas da Unidade pouco conhecem sobre sua própria segurança e conservação do local visitado, colocando em risco sua integridade física e em muitos casos agredindo o meio ambiente. Usufruir sem destruir, satisfazer necessidades sem comprometer o futuro. Uma filosofia que nasceu entre os excursionistas que beneficia a si próprio como também o meio ambiente.

O planejamento da excursão é o fator que vai evitar grande parte de imprevistos. Uma excursão planejada diminui a perda de tempo desnecessária, o esforço, fome, sede, acidentes e principalmente que o excursionista se perca em locais desabitados.

Atenção

  • Cumpra as orientações e o controle de acesso para visitar o parque;
  • Informe-se sobre as normas de vistação nas portarias e centros de visitantes;
  • Deixe sempre alguém avisado sobre o local em que você deverá estar;
  • Verifique se a área onde você quer caminhar é aberta para o uso público ou pode receber visitantes;
  • Leve alimentação adequada, evite enlatados, leite em caixa, vidros e bebidas alcoólicas;
  • Leve roupas e equipamentos que o mantenham quente, seco e confortável. As roupas devem ser embaladas em sacos plásticos;
  • Conheça as técnicas básicas de primeiros socorros e orientação na natureza;
  • Mantenha grupos pequenos;
  • Fale em tom natural : evite jogos ruidosos e música alta, os outros podem estar em busca de silêncio;
  • Evite barulho excessivo, ele espanta os animais;
  • Deixe animais de estimação em casa, pois eles afugentam animais nativos;
  • Não se agasalhe muito para a caminhada, isto pode provocar cansaço.

Não agrida a natureza

A natureza está sempre buscando seu equilíbrio, para que a fauna e flora sobrevivam em um ambiente sadio. Porém ela não é autônoma e a interferência humana é motivo de extinção de seres vivos e poluição ambiental. Tenha consciência disso quando aventurar-se em ambientes naturais, respeite e conserve tudo o que estiver ao seu redor.

Lixo

  • Traga de volta todo o lixo que você produziu;
  • Ajude o parque, recolha o lixo que você encontrar;
  • Use as instalações sanitárias disponíveis, quando não for possível, afaste-se das trilhas ou cursos d’água e enterre suas fezes e o papel higiênico utilizado.

Agua

  • Faça tudo que estiver ao seu alcance para proteger as nascentes e cursos de águas da contaminação.
  • Poupe a água durante o uso, ela pode faltar.

Fogo

  • Nunca faça fogueiras, o risco de provocar um incêndio é muito alto.
  • Evite fumar quando estiver na natureza ou fume em lugar fixo e depois apague o cigarro.

Materiais básicos para caminhadas e acampamentos

  • Mochila de tamanho suficiente para seus pertences;
  • Saco de dormir;
  • Saco para lixo (20 litros);
  • Manteiga de cacau para os lábios;
  • Agasalhos, toucas, luvas e meiões;
  • Objetos de higiene pessoal (inclusive papel higiênico);
  • Lanterna de mão com jogo de pilhas reserva;
  • Cantil, fogareiro, panela pequena e talheres;
  • Óculos escuros, filtro solar, chapéu ou boné, uma muda de roupas limpas fechada em sacos plásticos, tênis ou calçados de caminhada já usados anteriormente (use dois pares de meias para evitar bolhas);
  • Estojo de primeiros socorros;
  • Cordinha de nylon, fósforo, câmera fotográfica, mapas, bússolas, papel e caneta.

Lembrete: No período da seca (abril a setembro), levar água a partir do Terreirão.

Dicas de alimentação

  • Sopas e alimentos desidratados;
  • Pão de forma integral;
  • Queijo em barra ou fatiado (consistência dura);
  • Mate ou bebidas instantâneas, chá em saquinhos;
  • Passas ou frutas seca (ameixa, damasco);
  • Chocolates, castanhas, amendoins, biscoitos, rapaduras;
  • Carne seca ou salame;
  • Evite levar alimentos perecíveis.

Relembrando

• Nunca deixe seu lixo pelo caminho.

• Se encontrar algum lixo durante o percurso, traga-o de volta com você e deposite-os nas caixas de reciclagem que ficam na portaria do Parque.

• Não maltrate os animais e nem as plantas.

• Nunca faça um percurso sozinho, você pode se machucar e não ter como pedir ajuda.

• Leve câmera fotográfica. Apenas registre os momentos e não leve nada para casa, além de fotos, é claro!

• Contrate guias especializados para acompanhá-lo durante os percursos. Eles são treinados para orientá-lo sobre o que deve ser feito e o que não deve ser feito, além de possuírem conhecimentos sobre a flora, fauna e história do parque e da região.

• Se você for um fumante  não se esqueça de guardar a guimba do cigarro. Uma boa dica é levar consigo um potinho vazio ou sacola, onde poderá colocá-las sem afetar a natureza.

• Não faça fogueiras, se você for flagrado pode levar uma multa.

• Se for fazer uma caminhada, não deixe de calçar um bom tênis e ou uma bota. Nestes casos é recomendado o usos de botas, elas protegem contra uma possível torção no tornozelo além de ficarem mais justas no pé.

• Leve com você um cantil com água fresca. Durante o percurso você poderá abastecê-lo nos diversos poços e rios da região.

• Leve uma mochila com materiais de primeiros socorros, você poderá precisar.

• Leve sanduíches e ou biscoitos, e lembre-se: não jogue nada no chão. Uma boa pedida é uma garrafa plástica de Gatorad, repõe a energia e faz bem a saúde.

• Avise para amigos que você está indo passear, assim mais pessoas saberão onde você se encontra.

• Se você tem alergia a picadas de inseto, leve um bom repelente, ele poderá ser útil nestas ocasiões.

• Nunca use sabonetes nas cachoeiras, lagos e rios, eles poluem e podem causar danos aos peixes.

• Nunca pule na água sem antes ter certeza que o lugar é fundo e não possui nenhuma pedra. O ideal é você entrar devagar, sem pular. Evite riscos desnecessários.

• Chame a tenção de pessoas que estão maltratando a natureza, mostre para elas que você está ali para ajudar a preservar e não destruir. 

• Fique atento ao tempo, se você perceber que o tempo está fechando, volte para a portaria do Parque. Cabeças d'água são frequentes e costumam encher rapidamente os rios. Você poderá ficar preso do lado de lá e não ter como voltar.

IMPORTANTE:  Recomendamos ao visitante que possuir problemas cardíacos, respiratórios ou/e de pressão sanguínea que solicite maiores informações sobre o grau de dificuldades das trilhas do Parque, pois algumas delas possuem alto grau de dificuldade.

  • O PARQUE FICA ABERTO  À VISITAÇÃO PÚBLICA DURANTE TODOS OS DIAS DA SEMANA, DAS 7H ÀS 18H.
  • É VEDADO O DEPÓSITO E ABANDONO DE LIXO OU OUTROS MATERIAIS QUE MACULEM A INTEGRIDADE PAISAGÍSTICA, SANITÁRIA OU CÊNICA DO PNC.
  • É RESPONSABILIDADE INDIVIDUAL DE CADA VISITANTE, CONDUTOR OU PESQUISADOR A REMOÇÃO DE SEU LIXO PARA FORA DO PARQUE.
  • CASOS DE FECHAMENTO EVENTUAL DE ÁREAS DO PNC SERÃO AVISADOS COM ANTECEDÊNCIA, EXCETO NOS CASOS DE EMERGÊNCIA, NOS QUAIS O FECHAMENTO TENHA QUE SER IMEDIATO.
  • A ENTRADA DE MENORES DE 18 ANOS ESTÁ CONDICIONADA AO ACOMPANHAMENTO DE UM RESPONSÁVEL MAIOR QUE 18 ANOS.
  • É PROIBIDO O CONSUMO E PORTE DE BEBIDAS ALCOÓLICAS.
  • NÃO É PERMITIDA A ENTRADA DE MOTOCICLETAS, VANS COM CAPACIDADE ACIMA DE 16 PESSOAS, MICRO-ÔNIBUS, ÔNIBUS, CAMINHÕES E QUADRICICLOS;
  • NÃO É PERMITIDA A ENTRADA DE ANIMAIS DOMÉSTICOS, EXCETUANDO-SE DO PRESENTE CASO A NECESSIDADE DE CÃO-GUIA POR DEFICIENTES VISUAIS;
  • É PROIBIDO ALIMENTAR OS ANIMAIS.
  • É EXPRESSAMENTE PROIBIDO FAZER FOGUEIRAS.
  • PROIBIDO EXECUTAR TODOS OS TIPOS DE DEPREDAÇÃO AOS AMBIENTES DO PARQUE E ÀS SUAS ESTRUTURAS DE APOIO (MESAS, QUIOSQUES, BANHEIROS, ABRIGOS E ETC). POR DEPREDAÇÃO ENTENDE-SE: DESTRUIÇÃO DE ÁRVORES E ROCHAS, PIXAÇÃO, RABISCOS, CORTES COM FACA, MARCAÇÕES DE TODOS OS TIPOS;
  • O PERNOITE DE VISITANTES SÓ É PERMITIDO NAS ÁREAS DE ACAMPAMENTO COM O AGENDAMENTO PRÉVIO DA ATIVIDADE.
  • NÃO É PERMITIDO, PORTANTO, ARMAR BARRACAS E OUTROS RECURSOS SIMILARES FORA DAS ÁREAS E LOCAIS PERMITIDOS PARA TAIS FINS.
  • NÃO É PERMITIDA A UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS DE LIMPEZA OU COSMÉTICOS NOS CURSOS D'ÁGUA DA UC, TAIS COMO SABONETES, XAMPUS, CREMES, SABÕES, DETERGENTES E AFINS.

IMPORTANTE: OS ITENS AQUI DESCRITOS COMO PROIBIDOS SÃO PASSÍVEIS DAS SANÇÕES (MULTA E APREENSÃO) DESCRITAS NO DECRETO FEDERAL N.º 6.514 DE 2008, QUE TRATA DAS INFRAÇÕES CONTRA O MEIO AMBIENTE.

INFORMAMOS AINDA QUE O PARQUE DISPÕE DE UMA EQUIPE DE FISCAIS DE PLANTÃO PARA EFETUAR AS AUTUAÇÕES CASO NECESSÁRIO.

 
btn topo