destaque parnaguimaraes2

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães foi criado em 12 de abril de 1989 pelo Decreto Lei 97.656. Com 32.630 ha, protege amostras significativas dos ecossistemas locais e assegura a preservação dos recursos naturais e sítios arqueológicos existentes, proporcionando uso adequado para visitação, educação e pesquisa.

btn institucional

 

btn topo

Quando Ir

O parque pode ser visitado o ano todo.

O período de dezembro a março tem maior incidência de chuvas. De julho a outubro é época de seca, com altas temperaturas e possibilidade de queimadas.

Onde Ficar

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães não possui alojamentos para visitantes ou pousadas e não é permitido acampar dentro dos limites do Parque.

Os visitantes podem se hospedar na cidade de Chapada dos Guimarães(campings, hotéis e pousadas) ou mesmo na cidade de Cuiabá.

Hotel Chapadense
(65) 3301 1711; 3301 1410

Hotel Parque das Águas

(65) 3301 1171

Hotel São Benedito
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 1988

Hotel São José
(65) 3301 3013

Hotel Turismo
www.hotelturismo.com.br
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(65) 3301 1176; 3301 1384

Pousada Bom Jardim
www.pousadabomjardim.com.br
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 2668 e 8408 4587

Pousada Cambará
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 1330 e 9207 6294

Pousada do Parque
www.pousadadoparque.com.br

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3682 2800

Pousada Chapada Aventura
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 2153

Pousada Florada da Serra

www.chapadadosguimaraes.com.br/florada
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 3193 e 9998 1924

Pousada Morada das Flores
(65) 3324 0279; 3322 6586; 9974 8443; 9974 2251

Pousada Palomino

www.chapadadosguimaraes.com.br/palomino

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 1121

Pousada Penhasco
www.penhasco.com.br
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 1555

Pousada Pequizeiro

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 3333

 

Pousada Villa Guimarães

www.pousadavillaguimaraes.com.br

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(65) 3301 1366 e 8466 2233 e 8403 3776

Pousada Rios

www.chapadadosguimaraes.com.br/pousadarios

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(65) 3301 1126

Pousada Solar do Inglês
www.solardoingles.com.br
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
(65) 3301 1389

Camping em Chapada dos Guimarães

Camping Oásis
(65) 3301 2444

btn topo

Como Chegar

Localizado nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, seu acesso é feito pela Rodovia Emanuel Pinheiro – MT 251, que margeia e corta o parque em grande extensão.

De Cuiabá até a entrada principal do parque são 50 quilômetros. Se o ponto de partida for a cidade de Chapada dos Guimarães, a entrada está a 11 quilômetros de distância.

A rodovia, apesar de asfaltada, não tem acostamento e o trajeto é, em sua maioria, feito em pista simples com vários trechos de aclive. Recomenda-se atenção redobrada em período de férias e feriados, uma vez que o trânsito aumenta.

Para os que não estão de carro, é possível pegar um ônibus na rodoviária de Cuiabá para Chapada dos Guimarães. Há ônibus praticamente de hora em hora, mas vale a pena confirmar os horários de saída.

localizacao guimaraes

btn topo

Ingressos

Atualmente a entrada no parque é gratuita.

 

btn topo

Atrativos

A visitação do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães está sendo reestruturada e os atrativos são abertos de acordo com a capacidade de gestão e com a adequação das estruturas e do sistema de controle, de modo a garantir uma visitação segura, agradável e de baixo impacto ambiental.

Atualmente, estão abertos à visitação o Mirante do Véu de Noiva, o Circuito das Cachoeiras, a Casa de Pedra, Cidade de Pedra e o Morro de São Jerônimo. Exceto o Mirante Véu de Noiva os demais atrativos necessitam de agendamento prévio com guias ou condutores autorizados pelo Parque Nacional. Acesse os seguintes links para contatar um guia/condutor:

http://www.ecobooking.com.br/Relacao_guias_autorizados.php?XXtrE=v3vbnqw03mgj17ydlzef

http://www.ecobooking.com.br/Relacao_guias_autorizados.php?XXtrE=ds8ktc81bpqb71pcr6g6

http://www.ecobooking.com.br/Relacao_guias_autorizados.php?XXtrE=2tdvkixx3rvhvidxsz27

Véu de Noiva

O mirante da Cachoeira Véu de Noiva é acessado pela entrada principal do Parque (Km 50 da MT-251). Do estacionamento até o mirante, o visitante segue por uma trilha de aproximadamente 550 metros de extensão. Apesar dos trechos em declive, a falta de sombra é a maior dificuldade do trajeto.

Formada pelas águas do Córrego Coxipozinho, a cachoeira de 86 metros de altura é cercada por paredão de arenito em forma de ferradura. Nele podem ser encontrados ninhos de araras vermelhas, que voam pelo vale e emocionam os turistas.

O atrativo é auto guiado, aberto diariamente das 09h00 às 16h00.

Facilidades: Estacionamento, telefone público, banheiros, sede administrativa.

Circuito de Cachoeiras

O circuito é formado pelas águas do córrego Independência, que desce pelo cerrado formando seis cachoeiras: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência. Entre a cachoeira da Prainha e a das Andorinhas, há duas piscinas naturais.

Todo o circuito é liberado para banho, exceto a Cachoeira Independência, também conhecida como Cachoeira dos Malucos.
As trilhas do circuito não apresentam grandes dificuldades, exceto pela sua extensão (aproximadamente 6 km ida e volta).

A caminhada leva em média 6 horas de duração e não há nenhum comércio nessa área. Por isso, o visitante deve levar água, lanche e demais itens recomendados para caminhadas em ambientes naturais.

O acesso ao atrativo é permitido com acompanhamento de guia ou condutor cadastrado do parque e com agendamento prévio.

A lista de guias e condutores credenciados está disponível em http://www.ecobooking.com.br/

O agendamento deve ser feito até 11h30 do dia do passeio, sendo a entrada permitida entre 8h30 e 12h00 e a saída até 17h00.

Casa de Pedra

A Casa de Pedra é uma gruta de arenito esculpida pelo córrego Independência. Conta a história que este lugar serviu de abrigo aos homens da Coluna Prestes durante sua viagem pelos sertões do Brasil.

Também é dito que a Casa de Pedra já foi local de refúgio para escravos fugitivos. Hoje, a gruta é habitada por morcegos e pequenos animais que a usam como abrigo.

O atrativo já foi cenário de diversas gravações para televisão, como a abertura da novela Fera Ferida (1993). Possui vestígios de inscrições rupestres. Pode ser acessada por quem visita o Circuito das Cachoeiras ou o Morro São Jerônimo.

Morro São Jerônimo

O Morro de São Jerônimo é um dos pontos mais altos do Parque Nacional, com mais de 800 metros de altitude.

Para visitar este atrativo é necessário fazer uma caminhada longa, com duração de cinco a seis horas, em estrada, trilha com aclive e declive, além de uma pequena escalada. A subida ao Morro, embora não seja tarefa fácil, se feita da forma correta e seguindo as orientações recebidas, não apresenta grandes riscos, mas exige um bom condicionamento físico do visitante.

Em virtude do grau de dificuldade da trilha, é obrigatória a visita com guia ou condutor cadastrado ao parque, agendamento prévio e a assinatura de Termo de Conhecimento de Risco por cada visitante. A lista de guias e condutores credenciados está disponível em http://www.ecobooking.com.br/

O agendamento deve ser feito até 11h30 do dia do passeio, sendo a entrada permitida entre 8h30 e 12h00 horas e a saída até 17h00. O limite de visitantes no Morro de São Jerônimo é de 36 por dia, sendo até seis visitantes por guia.

Cidade de Pedra

O nome do atrativo vem das formações rochosas encontradas no local. Em uma curta caminhada de 300 metros, o visitante chega a mirantes existentes na beira dos paredões da Chapada dos Guimarães, onde podem contemplar uma visão magnífica do desnível de aproximadamente 350 metros.

Lá embaixo, vê-se o contraste entre as veredas e o cerrado, formando na paisagem o mapa do Brasil, além das nascentes dos rios Paciência e Claro.

É comum avistar bandos de araras vermelhas sobrevoando os paredões, e pegadas de anta e onça pelo caminho. Corujas buraqueiras, seriemas e emas frequentam o cerrado do planalto.
O acesso à Cidade de Pedra é feito, a partir da Chapada dos Guimarães, seguindo-se por 10 Km na MT 251 em direção à Cuiabá. O visitante deve, então, ntrar à direita na rodovia MT 020 – que não é asfaltada e leva ao Distrito de Água Fria por aproximadamente 10 Km, até a placa da Fazenda Chafariz.

Na sequência o visitante deve entrar à esquerda e seguir por mais 8 Km, até a placa de estacionamento do atrativo. Considerando as condições da estrada, aconselha-se o acesso com veículo 4x4.

Em virtude dos riscos do roteiro, é obrigatória a visita com guia ou condutor cadastrado e a assinatura de Termo de Conhecimento de Risco por cada visitante. A lista de guias e condutores credenciados está disponível em http://www.ecobooking.com.br/.

O agendamento deve ser feito até 11h30 do dia do passeio, sendo a entrada permitida até 16h30 e a saída até 17h00. Aos sábados, a visitação neste atrativo pode ser auto guiada, desde que o visitante emita sua própria reserva, imprima e assine o Termo de Conhecimento de Risco disponível em http://www.ecobooking.com.br. O horário para visitação auto guiada é restrito ao período compreendido entre 15h00 e 17h00.

Vale do Rio Claro

Localizado no Km 36 da rodovia MT 251, o passeio no Vale do Rio Claro inclui caminhadas em áreas naturais com vegetação bastante diversificada, subida à Crista de Galo, que permite visualização 360° dos paredões areníticos, banhos no Poço da Anta e flutuação ao longo do Rio Claro.

Tendo em vista as condições das estradas internas do Parque, aconselha-se o acesso com veículo 4x4.

O acesso ao atrativo é permitido com acompanhamento de guia ou condutor cadastrado ao parque e com agendamento prévio. A lista de guias e condutores credenciados está disponível em http://www.ecobooking.com.br/

O agendamento deve ser feito até 11h30 horas do dia do passeio, sendo a entrada permitida entre 8h30 e 12h00 e a saída até 17h00.

O que fazer
- Caminhadas
- Banho de cachoeiras
- Contemplação da natureza
- Ciclismo em áreas permitidas
- Birdwatching (Observação de Aves)
- Observação de fauna
- Travessia

Atrativos no entrono do Parque

Os visitantes do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães também podem desfrutar atrativos turísticos das regiões próximas ao Parque, bem como da cidade de Chapada dos Guimarães.

Há muitos roteiros a serem seguidos. Apenas alguns são citados aqui e, tendo em vista que estes atrativos não são de responsabilidade da equipe do PNCG, sugerimos que para maiores informações, os visitantes entrem em contato direto com algumas empresas de turismo locais sugeridas abaixo:

Sugestões de atrativos turísticosTipo de atividade
Distrito de Água Fria Turismo histórico-cultural
Comércio da cidade de Chapada dos Guimarães Compras e serviços
Igreja de Nossa Senhora de Santana Turismo histórico-cultural
Trilha do Matão Caminhada, observação de aves
Mirante (Centro Geodésico da América do Sul) Contemplação
Cachoeira da Martinha Contemplação, banho
Caverna Aroe Jari e Lagoa Azul Caminhada, contemplação

distrito agua friaAcessível por 35 km de estrada de terra, a partir do km 58 da MT-251. Distrito originado por volta de 1930, em decorrência da atividade garimpeira, possui casas no estilo colonial e outras de barro e palha que vem sendo substituídas gradualmente por casas convencionais. Ainda há garimpagem artesanal de diamante, como pode ser vista na propriedade do Sr. Salvador, próximo à sede do distrito. A cultura é marcada por comidas e frutas típicas, cavalgadas e grupos folclóricos de siriri e caruru.

Ao lado, Igreja de São José (Foto: Cecílio Pinheiro)

/slider} {slider=Comércio da cidade de Chapada dos Guimarães}

comercio da cidadeChapada dos Guimarães é uma cidade bastante charmosa, com cerca de 17.000 habitantes, sendo 56% na zona rural e 44% na zona urbana. Passear pelas ruas da cidade é bastante agradável. A praça central foi reformada recentemente. Há feiras de artesanato e bijuterias nas noites dos finais de semana e feira de produtos agropecuários locais nas manhãs de sábado.

Há lojas de lembranças e artesanato, restaurantes típicos e serviços, como farmácias, hospital, revistaria, padaria, mercados, cyber café, hotéis, pousadas, empresas de turismo etc.

igreja de nossa senhora de santanaConstruída no ano de 1779, mantêm sua estrutura conservada até hoje, apesar de algumas modificações internas e externas. É considerado o único remanescente barroco autêntico do estado. Localiza-se na Praça Don Wunibaldo, no centro de Chapada dos Guimarães. Conserva imagens de Santa Ana do Santíssimo Sacramento, Santo Inácio de Loyola e São Francisco Xavier.

Partindo de um ponto próximo ao Horto Florestal de Chapada dos Guimarães, esta trilha passa por área de floresta semidecidual, zona de transição e cerrado, proporcionando uma caminhada agradável e oportunidades de contemplação da natureza. A trilha acaba em uma área pertencente à Aeronáutica e o retorno deve ser feito pelo mesmo caminho.

miranteA 8 km da cidade de Chapada dos Guimarães, é acessado pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), sentido Campo Verde. A vista panorâmica a 845 m de altitude é belíssima e, em dias de céu límpido, é possível ver a cidade de Cuiabá, que fica a cerca de 30 km em linha reta. A vista noturna, sobretudo nos meses secos, é deslumbrante. O Mirante é considerado o Centro Geodésico da América do Sul, distando 1.600 km do Oceano Pacífico e do Oceano Atlântico.

Deslumbrante conjunto de cinco cachoeiras, a 40 km da cidade de Chapada dos Guimarães, pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), sentido Campo Verde. À beira da rodovia, recomenda-se evitar finais de semana e feriados, quando oexcesso de pessoas diminui a qualidade da visitação.

Situada a 46 km de Chapada dos Guimarães, pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), sentido Campo Verde, é acessível apenas com acompanhamento de guia, através de uma trilha de 3,5 km. Esta bela caverna de 10 m de altura por 60 m de largura possui um lago (Lagoa Azul), a 1.400 m da entrada (Fotos: A. Midori Sugieda).

caverna aroe jarilagoa azul

Em Chapada dos Guimarães, há diversos pontos adequados para a observação de aves. Os mais indicados por especialistas são: área de cerrado no início da estrada para o distrito de Água Fria (próximo a um loteamento, a um lixão e a uma nascente); Vale da Benção; rio Salgadeira.

Até mesmo em locais muito próximos à cidade, como a estrada que liga o centro à Aldeia Velha e o caminho que leva ao Mirante Geodésico, é possível observar diversas espécies interessantes.

btn topo

O Que Fazer

Os atrativos turísticos dentro do parque são acessados por trilhas, a maioria em área de cerrado sem sombra. Por isso é recomendado evitar caminhar nas trilhas nos horários mais quentes do dia, entre 11 e 15 horas; usar meias e calçados adequados para caminhadas mais longas, além de estar usando boné ou chapéu e protetor solar.

btn topo

Orientações

Ao visitar o Parque Nacional, lembre-se:

Planejamento é fundamental: Escolha as atividades condizentes com seu condicionamento físico e nível de experiência;

Atividades em ambientes naturais envolvem riscos e o Parque Nacional não tem serviço de resgate. Evite atitudes que possam causar acidente. O salvamento em ambientes naturais é caro e complexo, podendo levar dias e causar grandes danos ao ambiente. Portanto, não se arrisque. VOCÊ É O PRINCIPAL RESPONSÁVEL POR SUA SEGURANÇA!

Informe-se sobre as condições climáticas do local e consulte a previsão do tempo antes de qualquer atividade em ambientes naturais;

Alimente-se bem antes que qualquer caminhada e hidrate-se o tempo todo. Proteja-se do sol usando roupas adequadas. Caminhar no cerrado, mesmo com tempo nublado, é uma atividade desgastante;

Leve sempre seu medicamento de uso pessoal, principalmente se tiver problema alérgico, asma, diabetes ou cardiopatia;

Deixe animais domésticos em casa, exceto cão guia;

O consumo de bebidas alcoólicas não é permitido nas trilhas;

Não é permitido fazer qualquer tipo de fogo sem autorização. Fumar, além de ser proibido no parque, não combina com o ambiente e atrapalha a experiência dos outros visitantes. Respeite-os;

Mantenha-se nas trilhas pré-determinadas, não use atalhos. Os atalhos favorecem a erosão e a destruição de raízes e plantas inteiras. Mantenha-se na trilha mesmo se ela estiver molhada, lamacenta ou escorregadia. A dificuldade das trilhas faz parte do desafio de vivenciar a natureza;

Todo lixo que você produzir deverá ser levado de volta à cidade, inclusive o lixo orgânico. Certifique-se que você possui uma forma de acondicionar seu lixo (sacos plásticos) para trazê-lo de volta. Diminua a quantidade de lixo, deixando em casa as embalagens desnecessárias;

Animais, plantas, rochas, frutos e sementes encontrados no local fazem parte do ambiente e nele devem permanecer para que possam ser apreciados por outros visitantes;

Ande em silêncio, preservando a tranquilidade e a sensação de harmonia que a natureza oferece;

Não suba nos monumentos naturais. Por serem de arenito, quebram e desmoronam com facilidade;

Colabore com a educação de outros visitantes, transmitindo os princípios de mínimo impacto sempre que tiver oportunidade;

Denuncie agressões contra o meio ambiente aos órgãos responsáveis;

Atenção: Em épocas de chuva, oriente-se com a administração do parque sobre a possibilidade de ocorrência de trombas d'água, pois elas inviabilizam o acesso às cachoeiras. A tromba d'água é um fenômeno decorrente do acúmulo de água na cabeceira do rio, provocando uma enchente repentina arrastando o que estiver em seu curso.

btn topo