destaque parnajurubatiba2

Parque Nacional da Restinga de JURUBATIBA

O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba fica situado no norte do estado do Rio de Janeiro,englobando área de Macaé, Carapebus e Quissamã.

Possui 44 km de praias, sendo que neste trecho existem 18 lagoas costeiras de rara beleza e de grande interesse ecológico.

O Parque é um abrigo para diversas espécies de fauna e flora das restingas que em outros locais do país estão em risco de extinção. Já foram inclusive encontradas novas espécies na área da Unidade.

A área onde hoje se situa o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba era habitada pelos índios Goytacazes, povo que tinha tradição guerreira. O Parque resguarda também a porção bem conservada do Canal Campos – Macaé, que levou quase 30 anos para ser construído por mão-de-obra escrava, com 104 km de extensão.

Jurubatiba é um dos três parques nacionais brasileiros onde é possível observar a coexistência da preservação do ambiente com o desenvolvimento sustentável de uma população de pescadores tradicionais que já pescavam na área mesmo antes de sua criação. Através de um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público Federal e o Instituto Chico Mendes, vinte e cinco famílias de pescadores conseguiram autorização para continuar pescando na lagoa de Carapebus, uma das mais ricas em peixes de toda a região.

btn institucional

btn topo

Quando Ir

O Parque pode ser visitado durante todo o ano. Mas o pico da visitação ocorre no período de verão.

A realização dos passeios é permitida entre quinta-feira e domingo, além de feriados e datas comemorativas. No caso de solicitações para realização de passeios em outros dias da semana, a decisão cabe à chefia do Parque.

O horário de visitação permitido para os atrativos do Parque é entre 8h e 16h.

btn topo

Como Chegar

O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba é acessado por estradas vicinais, a partirda RJ-106, pois está localizado no interior de antigas propriedades rurais e margeando ooceano.

Pode ser acessado a partir da Cidade do Rio de Janeiro , pela Rodovia BR-101, pela RodoviaAmaral Peixoto (RJ-106) ou pela Via-Lagos. Após a Ponte Rio-Niterói, segue-se pela BR-101até o Trevo de Macaé (Km 165) e, daí, pela RJ-168 até o centro de Macaé, pegando a RJ-106 até Cabiúnas, onde há um acesso não asfaltado, até a guarita de acesso atualmenteexistente.

No caso daRodovia Amaral Peixoto(RJ-106), ao deixar a Ponte Rio-Niterói, segue-se pelaAlameda São Boaventura e, daí, na direção de Maricá e Região dos Lagos, seguindo pelolitoral até Cabiúnas, passando pelo centro de Macaé.

Para se atingir o PNpela Via-Lagos, deve-se seguir a BR-101 até o Km 70, altura de RioBonito onde inicia o trecho da RJ-124 (Via-Lagos) e seguir por 27 quilômetros até o final,em São Pedro da Aldeia. Segue-se na direção de Rio das Ostras, pela RJ-106 até o centro deMacaé, de lá até Cabiúnas e, finalmente, pelo acesso não asfaltado.

O Parque também pode ser acessadopela Estrada da Praiaque liga a RJ-178 à Praia deCarapebus e, ainda, pelo balneário da Praia de Carapebus, no Município de Carapebus, epelas Praias de João Francisco e Visgueiro, no Município de Quissamã.

Deve ser seguida a rodovia BR-101 até o trevo para Carapebus.Daí seguir a RJ-182 por 9 quilômetros até o Centro de Carapebus, pegando então a estradanão asfaltada que atravessa o PN até a Praia de Carapebus.

Segue-se pela BR-101 até a entrada da RJ-196. Seguindo-sepor esta rodovia até o Centro de Quissamã e, em seguida, pela estrada municipal QSM-011, que é asfaltada até a praia de João Francisco, que atravessa o Parque Nacional.

btn topo

Ingressos

O valor do ingresso no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, para os passeios de carro tracionado/bugre ou de barcos nos trechos permitidos, é de R$ 8,00 (oito reais) para o primeiro dia e R$ 4,00 (quatro reais) a cada dia subsequente.

Já para os passeios a pé nas trilhas, acompanhado ou não de guias, não é cobrado ingresso.

O visitante pode entrar em contato com os condutores de visitantes e prestadores de serviços (nomes e telefones de contato abaixo) e verificar diretamente com eles os valores cobrados pela prestação dos serviços. Contudo a visitação no Parque pode ser feita diretamente pelo visitante, sem a necessidade da contratação de guias, desde que se sinta seguro para percorrer a trilha sem condutores.

Vale lembrar que em alguns casos os ingressos em Parque Nacionais não são cobrados; são eles:

  • Visitante brasileiro ou ao estrangeiro que demonstre possuir residência permanenteno Brasil com idade igual ou superior a 60 (sessenta anos);

  • Crianças com até 12 (doze) anos de idade incompletos desde que acompanhadosacompanhadas de um adulto;

  • Estudantes e acompanhantes cujo estabelecimento de ensino regular agendepreviamente junto à administração das unidades de conservação a realização de atividades deeducação ambiental;

  • Populações tradicionais extrativistas beneficiárias da unidade de conservação;

  • Colaboradores ou membros de instituições colaboradoras;

  • Pesquisadores autorizados pelo Instituto Chico Mendes para realizar pesquisas na unidade de conservação;

  • Servidores de órgãos públicos, desde que a serviço;

  • Guias e condutores de visitantes

btn topo

Atrativos

  • Lagoa de Jurubatiba e trilha anexa;
  • Praia de Carapebus;
  • Lagoa Paulista;
  • Lagoa de Carapebus;
  • Trilha do Amarra-boi;
  • Lagoa da bezerra e Lagoa garças;
  • Lagoa preta e barrinha; 
  • Estrada da estivinha
btn topo

O Que Fazer

  • Caminhada pelas trilhas;

  • Passeio de caiaque pelas lagoas do Parqueonde é permitido o banho, para tanto o visitante deve solicitar autorização junto à chefia do Parque Nacional;

  • Passeio em veículo tracionado no trecho entre o centro de visitantes e a lagoa Preta (no município de Quissamã), com possibilidade de banho na lagoa – este passeio pode ser realizado pelo próprio visitante caso este possua veículo tracionado, sendo necessária autorização da chefia da Unidade, ou através de prestadores de serviços já cadastrados junto ao Parque Nacional; e

  • Passeio de barco pelo canal Campos - Macaé (canal histórico construído entre 1844 e 1861), no trecho entre as lagoas paulista e Carapebus. Da mesma forma que o passeio de veículo tracionado este passeio também pode ser realizado pelo próprio visitante ou através dos prestadores já cadastrados.

btn topo

Orientações e Formularios

As normas e orientações para a visitação no Parque podem ser consultadas no site:

http://www.icmbio.gov.br/portal/images/Portaria_Uso_P%C3%BAblico_Jurubatiba-1.pdf

Os formularios podem ser preenchidos nos links abaixo/

Declaração de Compromisso

Termo de Conhecimento de Riscos

btn topo