Pardela de asa-larga - Puffinus lherminieri

alt

Foto: Isaac Simão Neto

É um petrel pequeno, com cerca de 65 a 70 cm de envergadura. A espécie apresenta o alto da cabeça e o dorso de cor marrom-escura; o lado da face, a garganta e o ventre, brancos; pés e pernas de cor rosada, com o dedo externo e a parte distal do tarso negros.
As coberteiras infracaudais são de cor marrom-escura. Os adultos freqüentam a colônia reprodutiva em julho, quando passam a pernoitar em seus ninhos. A espécie apresenta fidelidade ao ninho e ao parceiro, retornando a cada ano para reproduzir-se na mesma cavidade, com postura de um único ovo, depositado em agosto. O período de incubação varia entre 48 e 55 dias.
O filhote nasce em outubro, coberto por penugem cinza, e permanece sozinho no ninho durante o dia, sendo alimentado apenas durante a noite, período de maior atividade na colônia. Os filhotes deixam os ninhos em dezembro e levam cerca de oito anos para atingir a maturidade reprodutiva. Apresentam hábitos pelágicos e voo muito rápido. Alimentam-se de lulas, peixes e crustáceos (EFE, 2008).

alt

MACHADO et al., 2005

GRUPO Aves
ESPÉCIE Puffinus lherminieri (Lesson, 1839)
NOME VULGAR Pardela de asa-larga e Pardelinha
FATORES DE AMEAÇA Turismo e espécies exótica introduzidas
BIOMA Zona Costeira
PLANO DE AÇÃO PAN Albatrozes e Petréis
CENTROS DE PESQUISA CEMAVE
UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Parna Marinho de Fernando de Noronha¹ (PE).
REFERÊNCIAS - EFE, M. A. Puffinus lherminieri (Lesson, 1839). In: MACHADO, A. B. M; DRUMMOND, G. M.; PAGLIA, A. P. (eds). Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Volume II. 1.ed. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 2008. p. 408 - 409.

- MACHADO, A. B. M; MARTINS, C. S.; DRUMMOND, G. M. (eds). Lista da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção: Incluindo as Espécie Quase Ameaçadas e Deficientes em Dados. Belo Horizonte: Fundação Biodiversitas, 2005. 160 pp.

- ¹NASCIMENTO, J.L.; CAMPOS, I.B. (orgs.). Atlas da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção em Unidades de Conservação Federais. Brasília, DF: ICMBio, 2011. 276 pp.
alt alt