Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Aves - Amadonastur lacernulatus (Temminck, 1827) - Gavião-pombo-pequeno
Início do conteúdo da página

Aves - Amadonastur lacernulatus (Temminck, 1827) - Gavião-pombo-pequeno

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Aves
Aves
Accipitriformes
Accipitridae
Amadonastur lacernulatus (Temminck, 1827)
Gavião-pombo-pequeno
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
C2a(i)
IN MMA 003/2003
Justificativa
Amadonastur lacernulatus é endêmico do Brasil, ocorrendo em baixas densidades da Bahia a Santa Catarina. O tamanho total suspeitado da população não ultrapassa 10.000 indivíduos maduros. A população é fragmentada devido à perda de habitat, persistindo quase exclusivamente em unidades de conservação. Infere-se que haja menos de 1.000 indivíduos maduros em cada subpopulação. Há declínio continuado devido à perda de área e qualidade de habitat e à retirada de indivíduos da natureza . Assim sendo, A. lacernulatus foi categorizada como Vulnerável (VU), pelos critérios C2a(i).
Especialistas
Adrian Eisen Rupp, Alexander Charles Lees, André Cordeiro de Luca, Caio Graco Machado Santos, Ciro Ginez Albano, Luciano Moreira Lima, Luís Fábio Silveira, Márcio Amorim Efe, Mário Cohn Haft, Santos D’Angelo Neto, Sidnei de Melo Dantas, Thiago Orsi Laranjeiras, Vítor de Queiroz Piacentini, Weber Andrade de Girão e Silva
Referências
1) Amaral, F.S.R. 2009. Leucopternis lacernulatus (Temminck, 1827) Falconiformes, Accipitridae, p.133. In: Bressan, P.M.; Kierulff, M.C.M. & Sugieda, A.M. (eds.). Fauna ameaçada de extinção no Estado de São Paulo: vertebrados. Fundação Parque Zoológico de São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente. 648p.
2) Amaral, F.S.R. & Cabanne G.S. 2008. Leucopternis lacernulata (Temminck, 1827), p.426-427. In: Machado, A.B.M.; Drummond, G.M.; Paglia, A.P. (orgs.). Livro Vermelho da Fauna Ameaçada de Extinção no Brasil. Ministério do Meio Ambiente e Fundação Biodiversitas. v.2, 460p.
3) Carvalho, C.E.A. & Marini, M.A. 2007. Distribution patterns of diurnal raptors in open and forested habitats in south-eastern Brazil and the effects of urbanization. Bird Conservation International, 17: 367‑380.
4) Cordeiro, P.H.C. 2003. Inventário de aves em remanescentes florestais de Mata Atlântica no sul da Bahia, lista das espécies observadas. In: Prado, P.I.; Landau, E.C.; Moura, R.T; Pinto, L.P.S.; Fonseca, G.A.B & Alger, K. (orgs.) Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Sul da Bahia. IESB/CI do Brasil/CABS/UFMG/Unicamp. CD ROM.
5) Develey, P.F. 2010. Plano de Manejo do Parque Nacional do Descobrimento - Relatório Técnico do Diagnostico Temático do Grupo Avifauna. Biodiversitas. 37p.
Develey, P.F. & Martensen, A.C. 2006. As aves da Reserva Florestal do Morro Grande (Cotia, SP). Biota Neotropica, 6 (2): 1-16.
6) Grantsau, R.K.H. 2010. Guia completo para a identificação das aves do Brasil. Parte I. Vento Verde. 624p.
7) Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). 2004. Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental de Cairuçu. 742p.
8) Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). 2005. Plano de Manejo da Estação Ecológica de Tamoios. Encarte 5. 230p.
9) Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). 2007. Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental da Região Serrana de Petrópolis. 489p.
10) ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). 2007. Plano de Manejo do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba.Rio de Janeiro. 670p.
11) ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). 2009.Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra do Itajaí.739p.
12) IUCN (International Union for Conservation of Nature and Natural Resources). 2012. IUCN Red List of Threatened Species. Versão 2012.1. www.iucnredlist.org (Acesso em 22/2/2013).
13) Sick, H. 1997. Ornitologia brasileira. 3ª. Ed. Nova Fronteira. 912p.
Silva, R.S& Olmos, F. 2007.Adendas e registros significativos para a avifauna dos manguezais de Santos e Cubatão, SP. Revista Brasileira de Ornitologia, 15(4):551-560.
14) Soares, E.S.; Amaral, F.S.R; Carvalho-Filho, E.P.M.; Granziolli, M.A.; Albuquerque, J.L.B.; Lisboa, J.S.; Azevedo, M.A.G.; Moraes, W.; Sanaiotti, T. & Guimaraes, I.G. 2008. Plano de ação nacional para a conservação de aves de rapina. Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 136p.
15) Srbek-Araujo, A.C.; Albergaria, V.D.G & Chiarello, A.G. 2009. Revisão da distribuição e dados de história natural do gavião-pombo-pequeno (Leucopternis lacernulatus), incluindo o registro de predação sobre teiú (Tupinambis meriane) em Mata Atlântica de Tabuleiro, sudeste do Brasil. Revista Brasileira de Ornitologia, 17(1): 53-58.
16) Straube, F.C.; Urben-Filho, A. & Kajiwara, D. 2004. Aves, p.145-496. In: Mikich, S.B. & Bérnils, R.S. Livro Vermelho da Fauna Ameaçada no Estado do Paraná. Mater Natura - Instituto de Estudos Ambientais. 764p.
17) Thiollay, J.M. 1994. Family Accipitridae, p.52-205. In: del Hoyo, J.; Elliott, A. & Sargatal, J. Handbook of the birds of the world, Vol 2: New World Vultures to Guineafowl. Lynx Edicions. 638p.
18) Zorzin, G.; Carvalho, C.E.A.; Carvalho-Filho, E.P.M. & Canuto, M. 2006. Novos registros de Falconiformes raros e ameaçados para o estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ornitologia, 14(4): 417‑421.
Fim do conteúdo da página