Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Peixes - Rhamdiopsis krugi Bockmann & Castro, 2011 - Bagrinho-cego
Início do conteúdo da página

Peixes - Rhamdiopsis krugi Bockmann & Castro, 2011 - Bagrinho-cego

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Peixes
Actinopterygii
Siluriformes
Heptapteridae
Rhamdiopsis krugi Bockmann & Castro, 2011
Bagrinho-cego
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
B1ab(iii)
Justificativa
Rhamdiopsis krugi é endêmica do Brasil, sendo extremamente especializada e conhecida somente de cavernas calcárias na região da Chapada Diamantina, Bahia central, na Bacia do Rio Paraguaçu. É conhecida de dez cavernas, que representam seis localizações, em uma extensão de ocorrência de 125km2. Todas as cavernas estão fora de Unidade de Conservação e algumas estão sujeitas a impactos, tais como presença de gado no entorno da caverna, causando soterramento (Lapa do Bode), poluição por pesticidas e nitrogênio da urina de vaca (Sistemas do Pratinha), atividades de mergulho desordenadas (Poço Azul) e a exploração desordenada de águas subterrâneas através de poços artesianos, que pode acarretar em declínio do lençol freático (região de Iraquara). Essas atividades têm provocado declínio continuado na qualidade do habitat. Assim, Rhamdiopsis krugi foi categorizada como Vulnerável (VU) no critério B1ab(iii). É essencial o ordenamento e fiscalização dessas atividades, além de ser urgente a realização dos planos de manejo dessas cavernas.
Especialistas
Carla Simone Pavanelli – UEM, Cristiano de Campos Nogueira – MZUSP, Eleonora Trajano – USP, Fábio Di Dario – UFRJ, Fábio Vieira - Acqua Consultoria e Recuperação de Ambientes Aquáticos Ltda., Leonardo Ferreira da Silva Ingenito – UFES, Luiz Fernando Duboc da Silva – UFES, Mahmoud Nagib Mehanna – UNESP, Maria Elina Bichuette – UFSCAR, Matheus Vieira Volcan - Instituto Pró-Pampa, Pablo César Lehmann Albornoz – UNISINOS, Paulo Andreas Buckup – UFRJ, Ricardo de Souza Rosa – UFPB, Roberto Esser dos Reis - PUC/RS, Telton Pedro Anselmo Ramos – UFRN, Thiago da Motta e Albuquerque de Carvalho - Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte.
Referências
Bockmann, F.A.; Castro R.M.C. 2011. The blind catfish from the caves of Chapada Diamantina, Bahia, Brazil (Siluriformes: Heptapteridae): description, anatomy, phylogenetic relationships, natural history and biogeography. Neotropical Ichthyoology 8(4): 673-706.
Trajano, E.; Bichuette, M.E. 2006. Biologia Subterrânea: Introdução. SãoPaulo, Redespeleo. 92p.
Trajano,E.; Bockmann, F.A. 1999. Evolution of ecology and behavior in Brazilian heptapterine cave catfishes, based on cladistic analysis (Teleostei: Siluriformes). Mémoires de Biospéologie 26: 123-129.
Trajano, E.; Bockmann, F.A. 2000. Ecology and behavior of a new cave catfish of the genus Taunayia from northeastern Brazil (Siluriformes: Heptapterinae). Ichthyological Exploration of Freshwaters 11(3):207-216.
Trajano, E.; Menna-Barreto, L. 2000. Locomotor activity rhythms in cave catfishes, genus Taunayia, from eastern Brazil (Teleostei: Siluriformes: Heptapterinae). Biological Rhythm Research 31(4): 469-480.
Fim do conteúdo da página