Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Conselho aprova Plano de Manejo da Mona Cagarras
Início do conteúdo da página

Conselho aprova Plano de Manejo da Mona Cagarras

Publicado: Sexta, 30 de Novembro de 2018, 11h33
Criado em 2010, o Mona Cagarras já realizou várias oficinas para construir o Plano de Manejo.

monacigarras
No dia 27 de novembro, o Monumento Natural (Mona) na Cagarras deu mais um importante passo no processo de elaboração de seu Plano de Manejo: o documento foi aprovado no Conselho Consultivo da Unidade.

Criado em 2010, o Mona Cagarras vem somando esforços para publicar seu Plano de Manejo desde 2013, quando foram realizadas as primeiras oficinas setoriais junto aos atores-chave, pelos dois primeiros gestores da UC. Após mudança na metodologia de elaboração de planos de manejo pelo ICMBio, no final de 2017, os trabalhos foram retomados, já sob a ótica desta nova metodologia, mas com base neste acúmulo de informações geradas anteriormente, explica a gestora da unidade, Tatiana Ribeiro.

Para elaborar a nova versão do Plano de Manejo, foram realizadas seis oficinas ao longo do ano de 2018, com o Conselho e outros atores importantes para a Unidade. As oficinas foram conduzidas por servidores do ICMBio da sede, com apoio de analistas ambientais lotados no Rio de Janeiro. Participaram das oficinas ao total 36 pessoas, entre conselheiros e convidados, representando 23 instituições da sociedade local.

Todos os trabalhos desenvolvidos em 2018 para a publicação do Plano foram possíveis graças aos recursos acessados pela UC no Acordo de Cooperação ICMBio-FUNBIO para execução dos recursos do TAC Chevron.

Segundo a atual gestora da Unidade, o Plano de Manejo do Mona Cagarras é muito aguardado e cobrado pela sociedade local desde a ocasião da criação da Unidade. "Com este passo, nos aproximamos da tão esperada publicação deste Plano, que caso aprovado pelo Instituto, será uma grande conquista para todos os envolvidos neste longo processo", avalia Tatiana.

Sobre o Monumento Natural das Ilhas Cagarras
Criado pela Lei 12.229 em 2010, é uma unidade de conservação de proteção integral situada à aproximadamente 5 km da orla da Praia de Ipanema, na cidade do Rio de Janeiro. O Monumento é composto pelas: ilhas Cagarras, Palmas, Comprida e Redonda e as ilhotas Filhote da Cagarras e Filhote da Redonda, bem como a área marinha num raio de 10m (dez metros) ao redor destas ilhas e das ilhotas. A UC tem como finalidade preservar os remanescentes do ecossistema insular do domínio da Mata Atlântica, os refúgios e áreas de nidificação de aves marinhas migratórias a beleza cênica local.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página