Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Ministro defende parcerias nos parques nacionais
Início do conteúdo da página

Ministro defende parcerias nos parques nacionais

Publicado: Sexta, 07 de Dezembro de 2018, 16h47
Em Fernando de Noronha, Edson Duarte afirma que parceria com concessionárias são estratégicas para promover o turismo e a economia em bases sustentáveis.
inaugura
O Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) inaugurou, nessa quinta-feira (6), um novo posto de atendimento no Parque Nacional de Fernando de Noronha. A estrutura, localizada na Praia do Leão, faz parte do contrato de concessão de serviço de uso público da unidade, que prevê a instalação, por parte das empresas concessionárias, de serviços de apoio à visitação. O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, que participou da entrega da nova estrutura, ressaltou a importância das parcerias nesse modelo de gestão nos parques federais.

"As parcerias com as concessionárias são estratégicas pois promovem a atividade turística e econômica em bases sustentáveis. Nos últimos dois anos, duplicamos a área de unidades de conservação no Brasil, mas é preciso cuidar e esse cuidado pode ser feito através das parcerias. Fernando de Noronha é um exemplo desse modelo que defendemos, de integração entre governo, iniciativa privada e a comunidade local", afirmou.

Duarte lembrou, ainda, da importância da preservação do arquipélago. "A beleza que atrai visitantes não pode ser motivo para degradação. Quem vem deve saber que precisa deixar para os outros que estarão vindo, o mesmo ambiente preservado. É isso que faz de Fernando de Noronha referência em atrativo turístico para o Brasil e o para o mundo".

Mesmo com a permissão das concessionárias, os serviços de gestão, conservação, proteção e pesquisa continuam sob o controle administrativo e territorial do governo, assim como o monitoramento do serviço concessionado. O objetivo da parceria é melhorar a qualidade dos serviços prestados aos visitantes das unidades de conservação, já que o ICMBio não tem como finalidade prestar serviços como hospedagem e alimentação. Atualmente o ICMBio administra 335 unidades de conservação, correspondente a 10% da área continental do país e a 26% da área marinha.

Participaram da inauguração o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco, Carlos André Cavalcante, representantes da Econoronha, empresa concessionária dos serviços turísticos na reserva ambiental, a Associação de Hospedarias Familiares e comerciantes locais e comunidade em geral. O servidor do ICMBio Wajdi Rashad Mishmish representou o presidente do instituto, Paulo Carneiro, além da coordenadora Regional Mary Carla Marcon, responsável pela administração do arquipélago, e demais servidores do ICMBio que trabalham no parque.
fernandonoronha
ESTRUTURA
A estrutura do novo posto segue o conceito 100% sustentável. Feita em madeira, a energia é gerada por placas solares e dispõe de banheiros “secos”. Como a região não dispõe de abastecimento e rede de esgoto, nesta modalidade, os resíduos sólidos são tratados via compostagem. Já a água é disponibilizada via captação e armazenamento das águas de chuva.

De acordo com o chefe do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, Felipe Cruz Mendonça, a nova estrutura de apoio aos visitantes foi pensada de forma a conciliar a presença humana em um ambiente tão importante e frágil. "Os serviços de concessão são uma forma de equilibrar a oportunidade de visitação controlada com a conservação do meio ambiente. E esse espaço está disponível, não apenas aos todos os visitantes, como também aos moradores da ilha".

Além de uma pequena base, onde o turista pode encontrar informações sobre a área com interpretação ambiental, haverá uma estrutura de apoio com passarela suspensa e acessível para pessoas com deficiência. O posto na Praia do Leão é o terceiro instalado dentro do projeto de concessão.

Atualmente, o visitante adquire uma entrada com um código de barras que garante o acesso a partes do parque. Com o posto de informação e controle, a equipe deve garantir o acesso aos portadores do ingresso, saber informações de dias e horários de visitação e, também, educar a conduta do visitante, já que a praia é muito visada por ser um dos únicos pontos de banho com o mar de fora.

O local também possui uma importância enorme para a conservação, pois é um ponto de desova da tartaruga-verde (Chelonia mydas), espécie que só se reproduz em ilhas oceânicas. A Praia do Leão foi o berço do reconhecido Projeto Tamar e um dos embriões do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

TURISMO
O ministro participou, ainda, da 6ª reunião do Conselho de Turismo de Fernando de Noronha (Contur), no centro de visitantes da ilha. Na ocasião, representantes do Conselho e do coletivo Jovem Mar, formado por estudantes, fizeram relato de suas ações.

Acesse mais fotos do Parque aqui 

Por: Ascom MMA

Comunicação ICMBio

(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página