Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > ICMBio lança Guia de Aves no AvistarBrasil
Início do conteúdo da página

ICMBio lança Guia de Aves no AvistarBrasil

Publicado: Segunda, 13 de Maio de 2019, 11h05
Evento reúne em São Paulo condutores de turismo ecológico, observadores de aves e amantes da natureza

Guia de Observação de Aves: primeira publicação lançada pelas UCs da Ararinha Azul

Entre os dias 17 e 19 de maio, a Universidade de São Paulo (USP) sediará a 14ª edição do Encontro Brasileiro de Observação de Aves – AvistarBrasil, evento que reúne condutores de turismo ecológico, observadores de aves e amantes da natureza. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) também marcará presença no AvistarBrasil, tendo como objetivo divulgar o Refúgio de Vida Silvestre (RVS) e a Área de Proteção Ambiental (APA) da Ararinha Azul – unidades de conservação (UCs) administradas pelo Instituto no sertão baiano.

O RVS e a APA são importantes sítios de observação das aves da Caatinga e, segundo gestores do ICMBIO, essa divulgação contribui para impulsionar o turismo ecológico e o desenvolvimento regional, além de promover os trabalhos realizados na região para recuperar uma das espécies de ave mais ameaçadas de extinção do mundo, a ararinha-azul.

GUIA DE OBSERVAÇÃO DE AVES

Durante a 14ª edição do AvistarBrasil, o ICMBio lançará o Guia de Observação de Aves do RVS e da APA da Ararinha Azul (clique aqui e acesse o guia) primeiro material impresso das duas UCs, produzido pelo Projeto Ararinha na Natureza. De acordo com especialistas, a observação de aves é uma atividade de baixo impacto ambiental e com grande potencial de geração de renda, tanto para as UCs quanto para as comunidades locais. As ações com a Ararinha-Azul também serão tema de palestra que acontece no sábado, dia 18 de maio, às 13h40, conforme a programação do evento.

O Avistar representa uma oortunidade para divulgação das unidades de conservação e suas aves para um público numeroso, bastante ativo, largamente distribuído pelo Brasil e que se renova constantemente: os ornitólogos (amadores ou profissionais), os guias especializados e observadores em geral.

SOBRE O RVS E A APA DA ARARINHA-AZUL

O Refúgio de Vida Silvestre (RVS) e a Área de Proteção Ambiental (APA) da Ararinha Azul são unidades de conservação (UCs) federais criadas no sertão da Bahia, em junho de 2018, com a finalidade de proteger a ararinha-azul reintroduzida, a fauna e a flora da Caatinga. As UCs respeitam o modo de vida do sertanejo, trazem políticas públicas e apostam na gestão participativa, além de conciliar a recuperação da vegetação e o desenvolvimento do turismo ecológico de base comunitária (em especial, o turismo de observação de aves). Com a reintrodução da ararinha-azul, pesquisadores e visitantes poderão conhecer a espécie em seu ambiente natural, as aves endêmicas da região e a rica cultura de Curaçá (BA), capital do vaqueiro e da ararinha-azul.
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página