Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Encontro promove pesquisas no Vão do Paranã em Goiás
Início do conteúdo da página

Encontro promove pesquisas no Vão do Paranã em Goiás

Publicado: Quarta, 10 de Julho de 2019, 11h18
III Encontro de Pesquisa, Extensão e Divulgação das Unidades de Conservação do Vão do Paranã e Entorno acontecerá de 8 a 10 de agosto em Mambaí, GO.
seminarioII 01
Apoiar e fomentar a pesquisa para a conservação da biodiversidade e cavernas no Vão do Paranã em Goiás. Esse é o objetivo do III Encontro de Pesquisa, Extensão e Divulgação das Unidades de Conservação do Vão do Paranã e Entorno que acontecerá de 8 a 10 de agosto em Mambaí, Goiás. Nesta região, há oito unidades de conservação: quatro federais, três estaduais e uma municipal. O evento é destinado aos pesquisadores, estudantes de iniciação científica, comunidade local e demais interessados, promovido pela Área de Proteção Ambiental (APA) das Nascentes do Rio Vermelho, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Todos podem se inscrever para a submissão de resumos mostrando boas práticas ou na produção de conhecimento científicos que contribuam para os objetivos de criação da APA das Nascentes do Rio Vermelho.

vaoparanaApesar de crescentes, as pesquisas ainda estão muito aquém do necessário para descrever a diversidade de ambientes e contextos socioeconômicos que existem nesta região​ e contribuir para tomada de gestão no território. Desde 2014, quando foi realizado o primeiro Encontro na cidade de Mambaí, o número de pesquisas científicas tem aumentado significativamente. Hoje já há uma série de estudos realizados por diferentes projetos de pesquisa e extensão de várias temáticas que foram desenvolvidos sobre o Vão do Paranã que envolvem diferentes instituições de ensino como a Universidade Federal de Goiás (UFG), a Universidade de Brasília (UNB) e o Instituto Federal Goiano Campus (Posse).

Mais recentemente o projeto Susceptibilidade, Hidrologia e Geomorfologia Cárstica aplicadas à Conservação do Patrimônio Espeleológico da APA das Nascentes do Rio Vermelho, desenvolvido pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas (Cecav), em parceria com pesquisadores do Laboratório de Geografia Física da UnB e o do Centro de Biodiversidade do Cerrado (CBC), que tem gerado conhecimentos sobre o meio físico da APA das Nascentes do Rio Vermelho.

Outros estudos e pesquisas com enfoque socioambiental estão sendo desenvolvidos pela UFG e IF Goiano. Eventos de divulgação científica promovem a divulgação do conhecimento já gerado, a interação entre as pesquisas e o incentivo para que novos pesquisadores realizem estudos nesta importante região, servindo de subsídios para ações de conservação, inclusive no licenciamento de empreendimentos previstos para a região.

O Encontro também aposta na participação dos moradores do interior da APA, incentivando a apresentação de boas práticas (relatos de experiências) adotadas pelas comunidades locais que contribuem com a conservação da natureza. Ainda haverá oficinas para a comunidade local.

Patrimônio espeleológico - A APA das Nascentes do Rio Vermelho foi criada em setembro de 2001, possui uma área de extensão de 176.324,33 hectares. Localizada no estado de Goiás, abrange os municípios de Buritinópolis, Damianópolis, Mambaí e Posse. O local possui diversas cachoeiras e cavernas. Foi criada para proteger os atributos naturais, a diversidade biológica, os recursos hídricos e o patrimônio espeleológico.

Saiba mais sobre o III Seminário aqui 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados:
15 Vida terrestre 1504 Educação 150


Comunicação ICMBio
(61) 2028 9280


registrado em: ,
Fim do conteúdo da página