Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Educação ambiental é tema de seminário no Ceará
Início do conteúdo da página

Educação ambiental é tema de seminário no Ceará

Publicado: Terça, 05 de Novembro de 2019, 16h30
Evento reuniu cerca de 70 representantes de 49 instituições de 15 municípios dos estados de Ceará, Pernambuco e Piauí.

araripe.jpeg
Participantes debateram sobre as ações de educação ambiental desenvolvidas nas unidades de conservação, (Foto:Acervo/ICMBio)

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e parceiros promoveram, entre os dias 22 e 23 de outubro, a 3ª edição do Seminário de Educação Ambiental do Mosaico de Unidades de Conservação da Chapada do Araripe no Ceará. O evento reuniu cerca de 70 representantes de 49 instituições (governamentais e não-governamentais) de 15 municípios dos estados de Ceará, Pernambuco e Piauí, todos conselheiros de unidades de conservação ou membros do pró-conselho do Mosaico. Para o presidente do ICMBio, Homero Cerqueira, a integração dos órgãos é fundamental para reforçar as ações de preservação ambiental.

Nos dois dias, os participantes debateram sobre as ações de educação ambiental que vêm sendo desenvolvidas no território e nas unidades de conservação, além de construir de forma participativa o planejamento conjunto para os próximos quatro anos. Durante o evento, foi entregue a solicitação de reconhecimento do Mosaico de Unidades de Conservação no estado do Ceará à representante do secretário estadual de Meio Ambiente. São 20 unidades de conservação no território, com 17 aptas a compor o Mosaico da Chapada do Araripe (3 federais, 5 estaduais, 5 municipais e 4 particulares), totalizando uma área de 1.194.581 hectares. Essas unidades já vêm trabalhando de forma integrada desde 2013, tanto na atuação direta com apoio mútuo nas rotinas diárias quanto no planejamento conjunto de atividades de formação, educação ambiental e formação de conselheiros.

O evento ocorreu na sede da RPPN Oásis Araripe, uma unidade de conservação particular gerida pela ONG Aquasis, criada com o objetivo de proteger a área de ocorrência do soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni), espécie de ave endêmica do território e criticamente ameaçada de extinção. Foram também criadas outras unidades de conservação com o objetivo de contribuir para a conservação da ave soldadinho-do-araripe.

O evento foi organizado pela Área de Proteção Ambiental (APA) Chapada do Araripe, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Ceará (SEMA), Geopark Araripe, Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (COGERH) e a ONG Aquasis, com apoio da Prefeitura de Crato, do Ceará.

Comunicação ICMBio
(61) 2028 9280

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página