Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Cenap promove consulta para avaliar roedores e lagomorfos
Início do conteúdo da página

Cenap promove consulta para avaliar roedores e lagomorfos

Publicado: Quinta, 13 de Fevereiro de 2020, 16h34
Consulta pública sobre o estado de conservação das espécies está aberta até o dia 28 de fevereiro.

Guerlinguetus brasiliensis 2 Bernardo Papi
Espécie Guerlinguetus brasiliensis. (Foto:Bernardo Papi)

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), abre consulta pública para avaliar o estado de conservação dos roedores e dos lagomorfos (pequenos mamíferos herbívoros). A consulta está aberta até o dia 28 de fevereiro.

As colaborações podem ser feitas através do módulo de consulta do Sistema de Avaliação do Estado de Conservação da Biodiversidade (SALVE), onde as fichas das 260 espécies das ordens Rodentia e Lagomorfos podem ser preenchidas com novas informações (ameaças que as afetam, biologia, distribuição, taxonomia, entre outras). Podem participar a sociedade civil e a comunidade científica. Os devidos créditos a todos os colaboradores serão dados ao longo do processo de avaliação e na publicação das fichas.

O resultado da consulta servirá para subsidiar o Ministério do Meio Ambiente na publicação da Lista Nacional Oficial de Espécies Ameaçadas de Extinção. A avaliação do estado de conservação da fauna no Brasil é coordenada pelo ICMBio e executada pelos Centros de Pesquisa e Conservação.

Esse é o segundo ciclo de avaliação das espécies. No primeiro, que ocorreu de 2009 a 2014, foram avaliadas 12.265 espécies, resultando em 1.173 táxons oficialmente ameaçados de extinção.

O Cenap está à disposição para esclarecer qualquer dúvida pelo e-mail cenap.avaliacao@icmbio.gov.br ou pelo telefone (11) 4411-6633.

Objetivos de desenvolvimento Sustentável (ODS)
15 Vida terrestre 150
Comunicação
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página