Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Doutor da Borracha ministra oficina na Resex Cazumbá-Iracema
Início do conteúdo da página

Doutor da Borracha ministra oficina na Resex Cazumbá-Iracema

Publicado: Quarta, 13 de Novembro de 2013, 14h26

Com a iniciativa, artesãos da UC passam a dominar três técnicas

borracha.jpgBrasília (13/11/2013) – O premiado artesão José Rodrigues de Araújo, mais conhecido como Doutor da Borracha, ministrou este mês oficina de artesanato em borracha na comunidade do Núcleo do Cazumbá, localizado na Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema, unidade de conservação federal no Acre. Morador da Reserva Extrativista Chico Mendes, UC no mesmo estado, o artesão produz artesanato com a técnica da Folha Semi Artefato (FSA), desenvolvida pelo Projeto Tecbor, no Laboratório de Tecnologia Química da Universidade de Brasília (Lateq/UnB). Em 2012, ele foi o vencedor do 3º Prêmio Objeto Brasileiro com os seus sapatos artesanais de borracha.

A oficina, realizada em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Associação dos Seringueiros do Seringal Cazumbá, reuniu homens, mulheres, jovens e até crianças que aprenderam e criaram calçados e acessórios de borracha com a técnica ensinada. A intenção agora é levar a oficina para outras comunidades da reserva extrativista, como parte do projeto CAZUMBArte, visando agregar valor ao látex extraído da seringueira.

"O apoio de parceiros como ICMBio e Sebrae a este tipo de atividade é de fundamental importância para a geração de trabalho e renda às famílias da reserva extrativista e para a preservação da floresta e da cultura seringueira. Havendo alternativas e preços atraentes para produtos de borracha, a tendência é que os jovens se interessem pela lida seringueira, seguindo os passos de seus pais e avós", ressalta Aldeci Maia, presidente da Associação dos Seringueiros.

Com a nova técnica aprendida, os artesãos da Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema dominam agora três técnicas de confecção de artesanato de borracha, a exemplo do encauchados de vegetal e os animais de borracha defumada, valorizando a produção seringueira e criando alternativas de renda aos produtores extrativistas.


Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280

Fim do conteúdo da página