Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Juruá reúne conselheiros em ação de mobilização
Início do conteúdo da página

Juruá reúne conselheiros em ação de mobilização

Publicado: Sexta, 24 de Abril de 2015, 17h36

Na ocasião comunitários instalaram 13 placas de sinalização da Reserva

Na ocasião comunitários instalaram 13 placas de sinalização da Reserva

 © Todos os direitos reservados. Foto: Acervo ICMBio

Brasília (24/04/2015) – Os conselheiros da Reserva Extrativista do Baixo Juruá, Unidade de Conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes localizada em Tefé, no Amazonas, se reuniram na 11a reunião de mobilização do Conselho Deliberativo da Reserva, entre 23 de março e 01 de abril. O objetivo foi preparar a pauta, para a reunião propriamente dita, que acontece nos dias 25 e 26 de Abril, no município de Juruá (AM).

Atualmente o conselho deliberativo é formado por dezessete pessoas, sendo oito representantes diretos dos comunitários, seis conselheiros das comunidades, representante da associação dos produtores da reserva e representante do grupo de jovens da UC.

A mobilização é a oportunidade de esclarecer os assuntos da pauta da reunião do conselho, para que a comunidade apresente seu posicionamento ao seu representante, que será seu porta voz na reunião do conselho.

Todos os comunitários são convidados e incentivados a participar da reunião. Além dos comunitários, foram convocados representantes das instituições parceiras na cidade de Juruá, que também compõem o conselho deliberativo.

Um outro objetivo da reunião do grupo foi instalar placas sinalizadoras nas comunidades da reserva. Ao todo foram instaladas, com o apoio dos comunitários, 13 placas com a nomenclatura de cada comunidade pertencente a reserva.

Com as placas sinalizadoras quem passa em frente ou pretende entrar na comunidade, sabe que esta integra uma Unidade de Conservação federal, estando sujeito as regras estabelecidas de seu plano de manejo.

As placas também representam um marco físico para as comunidades, fortalecendo o sentimento de pertencimento a Reserva Extrativista. As atividades foram realizadas com recursos do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa).

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9290
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página