Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Atlas da Fauna Ameaçada de Extinção em UCs federais
Início do conteúdo da página

Estudo destaca papel decisivo dos conselhos gestores

Publicado: Segunda, 20 de Março de 2017, 21h01
Ao viabilizar a participação da sociedade, eles fazem a diferença nos resultados do gerenciamento das unidades de conservação

1Posseconselho santaisabel reduzis

Brasília (20/03/2017) – Os conselhos gestores são tão imprescindíveis para a boa administração das unidades de conservação (UCs) quanto as próprias ferramentas de gestão necessárias para a existência dessas unidades.

A tese, defendida pela pesquisadora Agnes Dantas, no curso de mestrado em Administração Pública da Fundação Fundação Getúlio Vargas, é o destaque da segunda edição do boletim Pesquisa, Conservação e Sociedade.

O boletim acaba de ser publicado pela Coordenação-Geral de Pesquisa e Monitoramento da Biodiversidade, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Clique aqui para ter acesso.

Os conselhos gestores – que podem ser consultivos ou deliberativos, conforme a categoria da unidade de conservação – são o espaço de participação da sociedade – populações do entorno e outras partes interessadas – na administração das UCs.

De acordo com matéria divulgada no boletim, o que levou Agnes a se debruçar sobre o tema foi a sua experiência como consultora de desenvolvimento de destinos turísticos. Durante suas viagens pelo Brasil, ela notou que algumas unidades de conservação mostravam-se bem mais geridas do que outras.

Ao levar o tema para estudo na academia, a pesquisadora concluiu, com base em entrevistas com gestores e conselheiros de seis unidades de conservação, que a diferença está no funcionamento dos conselhos gestores. As UCs que têm os conselhos mais atuantes apresentam melhores resultados na gestão.

O trabalho vale a pena ser lido não só por servidores e especialistas em gestão de áreas protegidas, mas, também, pelo público em geral, principalmente instituições e pessoas que estejam dispostas a integrar conselhos de UCs e dar a sua contribuição para o êxito do sistema nacional de unidades de conservação.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página