Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Cemave celebra 40 anos no Avistar Brasil
Início do conteúdo da página

Cemave celebra 40 anos no Avistar Brasil

Publicado: Sexta, 26 de Maio de 2017, 18h53
Centro apresenta resultados do Projeto Ararinha na Natureza e moradora de Curaçá (BA) conta como registrou o reaparecimento de uma ararinha em 2016. Ave é considerada extinta na natureza desde 2000

18557014 1590319600978419 1436464783079105791 n

Brasília (26/05/2017) – Para comemorar os seus 40 anos de existência e os 10 anos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (Cemave), do Instituto, escolheu o XII Encontro Brasileiro de Observação de Aves, o Avistar Brasil, realizado em São Paulo entre os dias 19 e 21, para apresentar os resultados do Projeto Ararinha na Natureza.

O projeto levou para o Avistar Damilys Oliveira, comunitária da região de Curaçá (BA) e voluntária do Cemave no Programa de Voluntariado do ICMBio, que apresentou a história sobre o reaparecimento de um indivíduo de ararinha-azul nas imediações de sua casa em junho de 2016. A região era habitat da ararinha, tida como extinta na natureza.

Ela registrou a ave em seu celular e o vídeo bombou no mundo todo. Isso porque a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) não é vista em ambiente natural desde 2000. Sua palestra intitulada “O reaparecimento da ararinha-azul: uma história de emoção, sobrevivência e muitos mistérios” levou ao auditório um grande número de pessoas para ouvir essa incrível e emocionante história.

Maracanã

As bolsistas do Cemave Cristine Prates e Nayane Sousa, também, apresentaram a palestra “Maracanã, uma aliada na reintrodução da ararinha-azul”, com dados sobre o andamento do projeto Maracanãs e as atividades que estão sendo executadas desde setembro de 2016 até a última expedição em abril deste ano, resultados sobre o monitoramento reprodutivo, monitoramento por telemetria, questionários aplicados para os comunitários de Curaçá (BA) e região.

O projeto Ararinha na Natureza participou do Festival de Câmera Trap e teve o vídeo intitulado “Sagui (Callithrix penicillata) dando uma olhadinha no oco de Maracanã (Primolius maracana)” selecionado e premiados dentre os melhores inscritos.

As palestras atraíram, cada uma, em torno de cem pessoas. Também foi realizada articulação com demais projetos, birdwacthers, dentre outros, dando maior visibilidade ao Projeto Ararinha na Natureza

Como ação dos 40 anos do Cemave e 10 anos do ICMBio, o Programa de Voluntariado do Instituto organizou um vídeo que foi lançado no Avistar. O Projeto aderiu com auxílio de nove voluntários da comunidade de Curaçá, que ajudam em todas as etapas. Em breve o vídeo estará disponível na página do facebook/ararinhananatureza.

Saiba mais

O Projeto Ararinha na Natureza foi criado para implementar parte do Plano de Ação Nacional para a conservação da Ararinha-azul. Está em vigência desde 2012, coordenado pelo Cemave e executado por diversas instituições. O projeto é financiado pela Vale e apoiado por mantenedores da espécie em cativeiro - a Al Wabra Wildlife Preservation, a Association for the Conservation of Threatened Parrots e a Fazenda Cachoeira.

Comunicação ICMBio – (61) 2028-9280 – com informações de Camile Lugarini, do Cemave
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página