Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > ICMBio é um dos vencedores do Prêmio Inovação
Início do conteúdo da página

ICMBio é um dos vencedores do Prêmio Inovação

Publicado: Terça, 15 de Agosto de 2017, 19h20
Após superar 160 concorrentes e ficar entre os 10 melhores, projeto de monitoramento de gestão do Instituto foi selecionado nesta terça entre os 5 ganhadores na categoria Inovação em processos organizacionais

36426475302 20ac49aea2 z

Brasília (15/08/2017) – O 21º Concurso Inovação no Setor Público, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), definiu, nesta terça-feira (15), em Brasília, as iniciativas vencedoras da edição 2017. A premiação será entregue em solenidade marcada para o fim de outubro.

A etapa final escolheu 15 projetos vencedores, sendo cinco em cada uma das três categorias. O Sistema de Análise e Monitoramento de Gestão (SAMGe), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ficou entre os cinco ganhadores na categoria Inovação em processos organizacionais no Poder Executivo Federal.

. Conheça todas as iniciativas vencedoras e saiba como se deu a etapa final da seleção

Realizado anualmente, desde 1996, o concurso, segundo a Enap, busca valorizar servidores públicos comprometidos com o alcance de melhores resultados, que dedicam-se a repensar atividades cotidianas por meio de pequenas ou grandes inovações capazes de gerar melhoria na gestão das organizações e políticas públicas que contribuam para o aumento da qualidade dos serviços prestados à população.

Durante o processo de seleção, o SAMGe ficou, inicialmente, entre as dez melhores práticas na sua categoria em uma triagem que contou com a participação de 160 concorrentes de todos os estados do Brasil.

Essa é a terceira vez que o ICMBio chega à final do Prêmio Inovação. A primeira foi em 2009 com o Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade (Sisbio) e a segunda em 2013 com o Almoxarifado Virtual.

A solenidade de entrega do prêmio será realizada em Brasília, no dia 31 de outubro. Na ocasião, serão entregues troféus à instituição, certificados para os integrantes das equipes e direito de uso do Selo Inovação em materiais de divulgação impressa ou eletrônica.

Além disso, os vencedores passam a compor o Banco de Soluções e o Repositório Institucional da Enap e as equipes ficam habilitadas a participar de eventos organizados ou viabilizados pela Enap e eventuais parceiros, com o objetivo de valorizar, aprimorar e disseminar a inovação no setor público.

Gestão das UCs

O SAMGe é um sistema institucional, de ciclo anual, que avalia e monitora a gestão de unidades de conservação (UCs). Atualmente, o ICMBio administra 324 UCs federais em todo o País. O sistema foi concebido e realizado integralmente por servidores do Instituto, mais especificamente da Divisão de Monitoramento e Avaliação de Gestão (DMAG), em Brasília, na época chefiada por Felipe Rezende, com recursos próprios e apoio do WWF-Brasil.

A ferramenta avalia a gestão das UCs por meio da análise de elementos territoriais – o que se quer manter, as relações da sociedade com esses elementos e as ações dos órgãos gestores. Tudo isso é feito por meio de um painel de gestão que permite o preenchimento e a visualização de dados, gerando resultados que podem auxiliar outros processos, como plano de manejo e compensação ambiental.

O SAMGe contribui ainda para subsidiar a tomada de decisão em âmbito local, sistematizar e monitorar informação territorial em uma base comum e gerar relatórios gerais ou específicos. Além disso, o sistema também é utilizado, ainda de forma incipiente, como ferramenta para priorizar ações e processos em UCs federais e estaduais apoiadas por projetos especiais.

Atualmente, o SAMGe se encontra no meio do ciclo 2017, com a finalização dos elementos necessários para a próxima aplicação, que terá início ainda neste terceiro trimestre. Este ano a forma de aplicação ainda será via arquivos de planilha, sendo necessária somente a atualização dos dados já preenchidos nos anos anteriores (monitoramento).

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página