Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Aberta seleção para estudos de parcerias ambientais
Início do conteúdo da página

Aberta seleção para estudos de parcerias ambientais

Publicado: Segunda, 02 de Outubro de 2017, 19h04
Instituições devem elaborar modelo de gestão público-privada (PAPP) para os parques nacionais do Itatiaia (RJ/SP), Aparados da Serra e Serra Geral (RS/SC), Anavilhanas e Jaú (AM) e São Joaquim (SC). Confira os editais

02 parna aparadosdaserra 2014

Brasília (02/10/2017) - Está aberto o processo seletivo de instituições para a elaboração de iniciativas-piloto no âmbito do projeto Parcerias Ambientais Público-Privadas (PAPP). O objetivo é dar continuidade aos estudos de modelagem econômico-financeira e jurídica de parcerias para o aperfeiçoamento da gestão de unidades de conservação (UCs) federais.

As UCs escolhidas no atual processo são os parques nacionais do Itatiaia (RJ/SP), de Aparados da Serra e da Serra Geral (RS/SC), Anavilhanas e do Jaú (AM) e de São Joaquim (SC). Os termos de referência (TR) para a contratação das instituições interessadas nesses trabalhos podem ser conferidos aqui, aqui, aqui e aqui. As propostas devem ser encaminhadas até o dia 20 de outubro para o e-mail papp_uep@ibam.org.br. Clique aqui para conferir os critérios de seleção. 

Além dessas, outras unidades de conservação haviam sido escolhidas anteriormente para serem objetos de estudos de caso, que estão sendo conduzidos ou já foram finalizados. São elas o Parque Nacional do Caparaó (MG), com estudo finalizado, a Reserva Extrativista do Rio Unini (AM), a Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais (AL/PE) e as florestas nacionais de Canela e de São Francisco de Paula (RS), cujos estudos estão em andamento.

O programa de Parcerias Ambientais Público-Privadas tem por finalidade elaborar e fomentar a aplicação de modelos de parcerias ou alianças voltados para o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas das UCs, com o propósito de melhorar a gestão e a conservação da biodiversidade, bem como gerar benefícios sociais e econômicos para o entorno. O projeto está sendo implementado por meio da parceria IBAM/ICMBio/MMA e apoio financeiro do BID/FOMIN e FSA/CEF.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página