Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Expedição mapeia louva-a-deus no Parque da Tijuca
Início do conteúdo da página

Expedição mapeia louva-a-deus no Parque da Tijuca

Publicado: Sexta, 23 de Março de 2018, 11h25
Durante expedição noturna, equipe do Projeto Mantis fotografa diversas espécies, mostrando a rica biodiversidade da Mata Atlântica.
louvaadeus
O Parque Nacional da Tijuca, gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), recebeu a equipe da Expedição Mantis. Eles pesquisam os insetos da Ordem Mantodea, popularmente conhecidos como louva-a-deus (do grego mantis = profeta, referindo-se às pernas dianteiras posicionadas como se estivessem em oração). O Parque da Tijuca faz parte dos locais de pesquisa do grupo, que realiza levantamentos exploratórios à noite para encontrar espécies novas e endêmicas do louva-a-deus na região. Durante a expedição, eles fotografaram diversas espécies, mostrando a rica biodiversidade da Mata Atlântica no Parque Nacional da Tijuca.

pererecaO Projeto Mantis surgiu em 2015 por iniciativa de dois alunos da Unirio, do Rio de Janeiro, ao descobrirem que ninguém trabalhava os insertos da Ordem Mantodea. Atualmente, a equipe trabalha no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, sob a orientação da pesquisadora Maria Lúcia Moscatelli.

O objetivo do projeto é publicar um artigo com a lista de espécies de louva-a-deus atualizada para o Estado, acrescentando as descobertas, além de um capítulo sobre comportamento, área em que mais novidades foram descobertas e registradas, conta a analista ambiental do Parna da Tijuca, Katyucha Von Kossel de Andrade Silva, que recebeu a equipe do Projeto Mantis.

Segundo Katyucha, o projeto é diferente dos tradicionais projetos de entomologia, pois além de a equipe trabalhar com taxonomia, também tem o cuidado de realizar educação ambiental e divulgação. No Jardim Botânico, eles inauguraram a parte de entomologia no Passeio Noturno realizado para o público, onde falam sobre a importância dos insetos, a diversidade e apresentam os louva-a-deus como insetos-bandeira, quebrando o preconceito e estigma do público sobre os insetos.

A equipe fez diversos registros fotográficos durante a expedição do Parque Nacional da Tijuca, acesse a página deles no facebook para conhecer as belas imagens.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280









registrado em: ,
Fim do conteúdo da página