Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Oficina discute contribuições econômicas e sociais das UCs
Início do conteúdo da página

Oficina discute contribuições econômicas e sociais das UCs

Publicado: Sexta, 13 de Abril de 2018, 11h08
Evento aconteceu na Floresta Nacional de São Francisco de Paula no Rio Grande do Sul.
oficinaRS
Na semana passada, colaboradores, servidores e parceiros do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) trocaram conhecimentos sobre a utilização do ecoturismo como oportunidade de desenvolvimento econômico e social nas Unidades de Conservação federais. A Oficina de Contribuições Econômicas das UCs e PAPPs aconteceu entre os dias 2 e 6 de abril, na Floresta Nacional de São Francisco de Paula (RS), realizado em parceria com o IBAM/ICMBIO/MMA e com o apoio financeiro do BID/FOMIM e FSA/CEF.

Na oportunidade, cerca de 30 chefes de diversas unidades de conservação em concessão ou com projetos em andamento compartilharam suas realidades sobre a questão da visitação pública nas unidades, enquanto assistiam, na primeira parte do evento, à apresentação do analista ambiental do ICMBio, Thiago Beraldo. Ele proferiu palestra em que mostrou diversos conceitos de economia que podem ajudar os gestores na obtenção de parcerias e no apoio da sociedade para a causa ambiental. Posteriormente, a metodologia apresentada pelo analista foi aplicada para as unidades presentes, em um momento valioso de contribuição coletiva.

Flona São Francisco de Paula 02Na segunda etapa da oficina, foram apresentadas as propostas de concessão pelas unidades de conservação com estudos em andamento: Parques Nacionais de Jericoacoara, Lençóis Maranhenses, Chapada dos Guimarães, Serra da Bodoquena, Chapada dos Veadeiros, Caparaó, Brasília, Pau Brasil, e Floresta Nacional de Canela.

Segundo a Coordenadora de Concessões e Negócios Larissa Diehl, a oficina permitiu aos participantes a promoção de melhorias e adequações nos projetos em desenvolvimento a partir das experiências adquiridas no monitoramento das concessões em andamento.

Durante o evento, foi realizada uma visita técnica ao Parque Nacional de Aparados da Serra e Serra Geral com o apoio da chefe do parque, Clarice Silva, com o objetivo de conhecer estas unidades em profundidade, que estão sendo objetos de estudo do Projeto de Parcerias Ambientais Público-privadas (PAPP). As contribuições do evento resultarão em um relatório com indicadores e efeitos econômicos dos gastos dos visitantes atualizados para o ano de 2017.

Por Helouise Melo / Projeto PAPP - Parcerias Ambientais Público Privadas

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página