Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Muriqui é candidato a mascote das Olímpiadas 2016
Início do conteúdo da página

Parque Serra da Mocidade comemora 20 anos

Publicado: Quarta, 18 de Abril de 2018, 16h08
Diversas atividades estão programadas para celebrar a data.
20 anos PNSMLocalizado na Amazônia e reconhecido por sua alta diversidade biológica e beleza cênica, o Parque Nacional Serra da Mocidade, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), comemora 20 anos de criação. Para festejar, a unidade de conservação realizará diversas ações como palestras, exposição fotográfica, um concurso de fotografias e a apresentação de um documentário. As atividades estão programadas para acontecer nos dias 24, 25 e 26 de abril, na Escola Presidente Castelo Branco, em Caracaraí, com abertura às 19h.

O documentário que será apresentado foi rodado em uma expedição de pesquisa realizada em janeiro de 2016, e intitulado "Expedição Novas Espécies", produzido pela Grifa filmes que acompanhou a incursão de pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), coordenada pelo Drº Mário Cohn-haft, e apoiada pelo Exército Brasileiro e o ICMBio. O Parque apresentar ecorregiões bastante diferenciadas, com a ocorrência de campinas e campinaranas, diversos tipos de florestas equatoriais, além de paleodunas (dunas fósseis) e formações montanhosas com mais de 1.200 metros de altitude.

Criado em 29 de abril de 1998, o Parque Nacional Serra da Mocidade tem muito a comemorar, afirma o analista ambiental do Parna Romério Briglia Ferreira. Segundo ele, passos importantes já foram dados, como a criação de conselho consultivo, a realização de pesquisas, a implantação do sistema de monitoramento da biodiversidade e a sinalização da unidade. Entretanto, o principal avanço é a conclusão do seu plano de manejo.

“Esse documento, primordial na gestão de toda unidade de conservação, vai contribuir com a efetiva implementação das atividades de uso público e o envolvimento cada vez mais firme da comunidade do entorno com a unidade de conservação. Interessante ressaltar também que a elaboração do plano de manejo foi realizada conjuntamente com a ESEC Niquiá, unidade de conservação contígua ao Parque, visando a otimização de recursos e o alinhamento das ações a serem implementadas”, ressalta Ferreira. Tendo sido finalizado e aprovado em todas as instâncias, o plano de manejo foi publicado no dia 10 de abril de 2018.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página