Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Tamar promove atividades para criançada em Guriri
Início do conteúdo da página

Tamar promove atividades para criançada em Guriri

Publicado: Segunda, 11 de Junho de 2018, 11h23
Programação para comemorar a Semana do Meio Ambiente teve teatro, oficinas, brincadeiras, trilha e soltura de filhotes de tartaruga marinha.
basetamar1
Após programação voltada para o público no sábado (2) e domingo (3), foi a vez da criançada e juventude participarem durante esta semana (4 a 6) da comemoração da Semana do Meio Ambiente na Base do Centro Tamar, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em Guriri, São Mateus (ES). Ao todo passaram pela base 559 pessoas, entre público em geral, crianças, jovens e professores de diversas escolas do município de São Mateus e outros vizinhos.

“Eles, aprendendo e debatendo sobre as tartarugas marinhas, viram a importância da conservação da restinga e das praias, e compreenderam como na verdade tudo está integrado”, frisou a analista ambiental que coordena a Base Avançada do Tamar/ICMBio em Guriri, Kelly Bonach.

As crianças e adolescentes aprenderam sobre as diversas ameaças às tartarugas marinhas como a ingestão de resíduos sólidos, a captura incidental pela pesca, a desorientação de filhotes em virtude da fotopoluição (ou poluição luminosa), entre outros impactos.

Os jovens também participaram de um debate e se mostraram otimistas. “Ao final do debate, foi interessante perceber que, apesar de tantas ameaças, 100% deles acreditam que ainda haverá tartarugas marinhas nas praias capixabas em 2050, tempo futuro que definimos no debate”, frisou Evandro De Martini, técnico ambiental.

basetamarOs estudantes puderam, ainda, assistir a uma soltura de filhotes de tartaruga marinha, da espécie cabeçuda (Caretta caretta) na praia em frente à Base do Tamar/ICMBio em Guriri. Mas o público que prestigiou, foi ainda maior, pois pessoas da comunidade se uniram ao cordão para contemplar o espetáculo, somando cerca de 100 pessoas.

Como a temporada de desova ocorre principalmente de setembro a março de cada ano, ver uma eclosão de ninho em pleno mês de junho é um presente, por ser um evento raro. “Podemos dizer que é um ponto fora da curva. E ficamos muito felizes de ver os filhotes escolherem a Semana do Meio Ambiente para nascer”, frisou Evandro.

No final de semana, que foi aberto ao público, crianças e adultos puderam fazer a trilha do Sagui, que fica dentro da Base, assim como participaram de oficinas, brincadeiras, e assistiram teatro de fantoches e apresentação musical ao vivo com o Grupo Gaia (Ceunes).

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página