Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaques > ICMBio e Emater assinam acordo de cooperação no Pará
Início do conteúdo da página

ICMBio e Emater assinam acordo de cooperação no Pará

Publicado: Quinta, 07 de Abril de 2016, 17h12
Moradores da Flona do Tapajós terão assistência para ampliar produção



Foto: FNT/ICMBio

Brasília (07/04/2016) – O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acaba de assinar termo de reciprocidade com a Emater do Pará para promover ações de assistência técnica e extensão rural em comunidades da Floresta Nacional do Tapajós.  Assinam ainda o documento a Cooperativa Mista (Coomflona) e a Federação das Organizações e Comunidades Tradicionais (FCFT) da Flona.

O objetivo é ampliar o acesso de beneficiários da Flona às políticas públicas e fomentar a produção e comercialização dos produtos extrativistas, além de fortalecer e diversificar as atividades produtivas desenvolvidas no território da UC, em especial as relativas à produção famailiar, com vistas à geração e distribuição de renda.

Para José Risonei, gestor da UC, a assistência técnica possibilitará o desenvolvimento socioambiental das comunidades, por meio do manejo sustentável dos recursos naturais. Segundo ele, as ações serão executadas pela Emater e terão como público alvo moradores tradicionais da Flona residentes no município de Belterra. Serão contemplados agricultores familiares, indígenas, extrativistas, ribeirinhos, pescadores artesanais e artesãos.

Entre outras coisas, eles terão acesso a cursos de capacitação em Fruticultura, Sistemas Agroflorestais, Administração da Produção e Autogestão voltado para as famílias que trabalham com o artesanato, Criações de Pequenos Animais, Horticultura, Boas Práticas de Fabricação de Polpas de Frutas Congeladas, Extração e Beneficiamento de Borracha, Criação de Galinha Caipira, Piscicultura e de Produção e Processamento de Mandioca.

Plano de trabalho

Para dar sequência ao projeto, técnicos do ICMBio e Emater elaboraram plano de trabalho que prevê a emissão de 180 declarações de aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Os cursos de capacitação serão realizados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem, Rural (Senar). Na preparação do plano, em 2015, o ICMBio, a Federação, a Coomflona e a Emater fizeram levantamento das atividades produtivas das comunidades e das demandas de capacitação dos moradores. 

No mês passado, a Emater iniciou as visitas técnicas para a coleta dos dados necessários para emissão de declarações de aptidão ao Pronaf (DAP) e aproveitou para realizar dois cursos de capacitação nas aldeias Bragança e Marituba, sobre Sistemas Agroflorestais e Produção e Processamento de Mandioca.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página