Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaques > Cepam sedia curso de combate a incêndios florestais
Início do conteúdo da página

Cepam sedia curso de combate a incêndios florestais

Publicado: Segunda, 02 de Maio de 2016, 17h26
Participam bombeiros militares e técnicos de órgãos ambientais


Participam bombeiros militares e técnicos de órgãos ambientais

Foto: Cepam/ICMBio

Brasília (02/05/2016) – Termina na próxima sexta-feira (6) o 1º Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais e de Proteção Ambiental, realizado nas instalações do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Amazônica (Cepam), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O curso, de 45 dias, em tempo integral, teve início em 21 de março e conta com a participação de bombeiros militares e técnicos de órgãos governamentais. O objetivo é capacitar equipes especializadas em ações de coordenação em combate a incêndios florestais e de formação de brigadistas.

As aulas são ministradas por professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), especialistas do Batalhão de Combate a Incêndios Florestais e Meio Ambiente (Bifma) do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas e técnicos do ICMBio e de outros órgãos ambientais. Além do Cepam, o curso tem o apoio do Ibama no Amazonas.

O comandante do Bifma, major França, disse que o curso possui, ao todo, 450 horas, divididas em cinco módulos de aulas teóricas e práticas, e faz parte dos esforços interinstitucionais para o enfrentamento dos incêndios florestais, que atingiram em 2015 a maioria dos municípios no Amazonas.

“Pesquisadores das instituições, que estudam fenômenos climáticos, indicam que há possibilidades de termos demandas superiores a de 2015”, ressalta o major França, referindo-se às queimadas ocorridas no ano passado na Amazônia, principalmente na Região Metropolitana de Manaus.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em setembro de 2015 foi registrado um recorde de queimadas e incêndios florestais no estado do Amazonas. De 1º a 30 desse mês, foram detectados 5.882 focos de fogo no estado, um aumento de 95% em relação a todo o mês de setembro de 2014, que foi de 3.057 focos.

Esse foi o maior registro de incêndios florestais em 17 anos de monitoramento realizado pelo Inpe no Amazonas. No acumulado anual, de janeiro a setembro do ano passado, o Inpe detectou 11.040 focos no estado, um crescimento de 49% em comparação ao igual mesmo período de 2014, quando 7.401 foram registrados.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página