Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Piscina natural de Fernando de Noronha terá visitação agendada
Início do conteúdo da página

Piscina natural de Fernando de Noronha terá visitação agendada

Publicado: Sexta, 11 de Julho de 2014, 11h01

O intuito é preservar a Unidade de Conservação, um dos lugares preferidos pelos turistas

O intuito é preservar a Unidade de Conservação, um dos lugares preferidos pelos turistas

Piscina natural de Fernando de Noronha terá visitação agendada

Brasília (11/07/2014) — As visitas à piscina natural da praia do Atalaia, no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PE), serão agendadas a partir de agora. O intuito é preservar a Unidade de Conservação (UC), um dos lugares mais frequentados pelos turistas. No local, existem diversas espécies de peixes, moreias, polvos e até tubarões. Para isso, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está realizando o manejo de visitação que, além do agendamento prévio, inclui palestras e apoio dos voluntários do Parque Nacional Marinho.

Fernando de Noronha monitora as piscinas naturais

Agora, cada turista tem o direito de agendar a visita para até seis pessoas. A reserva de vagas é realizada exclusivamente na sede do ICMBio, em Fernando de Noronha, e pode ser feita na hora ou com até dez dias de antecedência, mediante apresentação do ingresso do Parque Nacional ou cópia do voucher. Na ocasião, todos os visitantes conhecerão as regras e poderão tirar possíveis dúvidas para acessar a piscina natural. "Uma vez que o mergulho só é possível na maré baixa, um limitado número de pessoas pode visitar a piscina por dia. Por isso, diariamente podem fazer o passeio, no máximo, seis grupos de 16 pessoas cada", destacou a analista ambiental do ICMBio, Rossana Santana.

Além disso, o passeio também fica sujeito às condições naturais, como o clima e o tempo, que podem comprometer a segurança dos visitantes. "Fatores externos, como o excesso de chuvas ou a entrada de ondulações maiores, podem inviabilizar o mergulho. O passeio previamente agendado deve ser, portanto, confirmado junto aos voluntários do ICMBio no portão da trilha do Atalaia com 20 minutos de antecedência do horário marcado", disse a ecóloga e voluntária do Parque Nacional Marinho, Mayla Dombrowsky.

Conheça mais sobre todos os Parques Nacionais

O passeio leva, em média, duas horas e pode se estender pela trilha da Pontinha Caieiras, um dos cartões postais da unidade, que tem 3,7 km. Indo por este caminho, que começa na trilha do Atalaia, passa-se por mais duas piscinas naturais e é possível conhecer áreas mais isoladas.

Os visitantes Paula Dallstella e Rodrigo Gimenez queriam conhecer melhor o arquipélago e optaram por fazer esse passeio completo, que exige a contratação de condutores (guias) autorizados. "Eles são daqui. Conseguem nos mostrar coisas diferentes daquilo que todo mundo vê e nos passar informações que nós não teríamos sozinhos", explicou Paula.

Conheça mais sobre o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha

registrado em:
Fim do conteúdo da página