Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Dia do Pampa: bioma tem importância mundial
Início do conteúdo da página

Dia do Pampa: bioma tem importância mundial

Publicado: Quarta, 17 de Dezembro de 2014, 10h18

Pampa é uma das áreas de campos em clima temperado mais importantes do mundo

Pampa é uma das áreas de campos em clima temperado mais importantes do mundo

Dia do Pampa: bioma tem importância mundial

Lorene Lima
lorene.cunha@icmbio.gov.br

Brasília (17/12/2014) — Comemora-se nesta quarta-feira (17) o Dia do Pampa, um dos biomas das áreas de campo em clima temperado mais importantes do mundo. Restrito ao estado do Rio Grande do Sul, o Pampa ocupa 63% do território gaúcho, o equivalente a 178 mil km², e apresenta terras baixas e predominantemente planas, com colinas arredondadas conhecidas como "coxilhas". A região também tem predomínio de campos, capões de mata, matas ciliares e banhados.

O Pampa também abriga um ecossistema bastante rico, com muitas espécies endêmicas, que só ocorrem na região, como o sapinho-de-barriga-vermelha (Melanophryniscus atroluteus. Trata-se de um patrimônio natural, genético e cultural de importância nacional e global. Também é no Pampa que fica a maior parte do aquífero Guarani, um dos maiores reservatórios subterrâneos de água doce do mundo.

Das 320 Unidades de Conservação (UCs) administradas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma delas foi criada para proteger, principalmente, o bioma Pampa: a Área de Proteção Ambiental (APA) de Ibirapuitã, localizada em Sant'Ana do Livramento, município do Rio Grande do Sul.

Criada em maio de 1992, a APA tem uma área de 316,7 mil hectares e protege diversas espécies ameaçadas de extinção, como o estilete ( Lamproscapha ensiformis), a faquinha-truncada ( Mycetopoda siliquosa) e a faca (Mycetopoda legumen), ambas espécies aquáticas.

A fauna presente na região é expressiva, com quase 500 espécies de aves, como a ema (Rhea americana) e o pica-pau do campo (Colaptes campestres). Também ocorrem mais de 100 espécies de mamíferos terrestres, incluindo o veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus), o furão (Galictis cuja) e o preá (Cavia aperea).

registrado em:
Fim do conteúdo da página