Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Serra dos Órgãos registra recorde de visitação
Início do conteúdo da página

Serra dos Órgãos registra recorde de visitação

Publicado: Quinta, 18 de Dezembro de 2014, 10h32

Até outubro, o Parque Nacional já havia registrado 182.972 visitantes

Até outubro, o Parque Nacional já havia registrado 182.972 visitantes

Brasília (18/12/2014) — O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ) registrou um recorde histórico de visitantes durante o ano de 2014. Até outubro, passaram pela Unidade de Conservação (UC) 182.972 pessoas de várias partes do mundo.

"A visitação aumenta gradualmente todos os anos, mas em 2014 já tínhamos superado em mais de 45 mil o antigo recorde, que foi de 137.972 visitantes durante todo o ano de 2012", destacou o chefe da UC, Leandro Goulart.

Leia também: Aniversário do Parque Nacional Serra dos Órgãos reúne 500 pessoas

O Parque Nacional recebe turistas do mundo inteiro todos os dias e contempla um público bastante diversificado: crianças, pessoas com dificuldades de locomoção e escaladores profissionais. Além disso, a UC recebe um incremento de visitação durante o inverno, época do ano mais propícia à prática do montanhismo, um dos principais atrativos do Parque.

Apesar disso, o auge de visitantes acontece entre dezembro e fevereiro, período das férias de verão, quando os moradores, principalmente do entorno, vão à Unidade para tomar banho de cachoeira ou nadar nas piscinas naturais da sede do Parque em Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro.

"O mês de janeiro de 2014 foi o que mais se destacou. A quantidade de visitantes foi quase sete vezes maior se comparado ao mesmo período do ano passado, mas o ano todo foi bem forte. O único mês que não registramos recorde em relação aos anos anteriores foi em julho", comemorou Goulart.

Sobre o Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Com uma área total de 20.024 hectares, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ) abrange os municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim, abriga mais de 2.800 espécies de plantas e uma fauna bastante diversificada: 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção e muitas espécies endêmicas, ou seja, que existem apenas na região.

Criado em 1939 para proteger a excepcional paisagem e a biodiversidade deste trecho da região serrana do Rio de Janeiro, o Parque é reconhecido como um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel, além de possuir fantásticas cachoeiras e a maior rede de trilhas do Brasil, com mais de 200 km e diversos níveis de dificuldade. Já entre as escaladas, destacam-se o Dedo de Deus, marco inicial da escalada no país, e a Agulha do Diabo, considerada uma das 15 melhores escaladas em rocha do mundo.

"O Parque Nacional da Serra dos Órgãos vem se destacando na região como um espaço para a realização de turismo de aventura e diversos projetos vem sendo desenvolvidos para que essa posição seja consolidada, como os Caminhos da Serra do Mar e Embaixadores do Parque", finalizou o chefe da Unidade.

registrado em:
Fim do conteúdo da página