Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Caatinga

Único bioma exclusivamente brasileiro, a Caatinga corresponde a 11% do território nacional - área que abrange cerca de 27 milhões de pessoas; a maioria carente e dependente dos recursos do bioma para sobreviver. Boa parte de seu patrimônio biológico não pode ser encontrado em outro lugar do mundo, o que torna este bioma tão importante para o país. Tal importância, no entanto, não impede que 46% de seu território, um total de 844.453km², seja hoje desmatado e explorado de forma ilegal.

Apesar das incidências do clima, do baixo teor de matéria orgânica no solo e da seca, o ecossistema abriga a maior diversidade de plantas conhecida no Brasil e uma das mais importantes áreas secas tropicais do planeta. O clima semiárido da Caatinga a preservou durante muito tempo das investidas dos colonizadores, mas o uso de madeira por lenha, por exemplo, tem empobrecido sensivelmente o bioma. Com a queima de sua biomassa, o ecossistema acaba sendo levado à desertificação.

Fontes: Cadastro Nacional de UCsGeoprocessamento ICMBio e Bibliografia consultada: Milaré, E. (2007). Direito do ambiente: doutrina, prática, jurisprudência, glossário. Editora Revista dos Tribunais.

Veja a lista de UCs no bioma Caatinga
registrado em:
Fim do conteúdo da página