Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Visitação > Unidades Abertas a Visitação > Parque Nacional da Serra da Canastra
Início do conteúdo da página
Unidades Abertas a Visitação

Parque Nacional da Serra da Canastra

canastra02O Parque Nacional da Serra da Canastra situa-se no sudoeste de Minas Gerais, ao norte do Rio Grande - lago de Furnas e lago Mascarenhas de Morais. É composto por várias fitofisionomias do bioma Cerrado com predomínio de vários tipos de campos.

Criado pelo Decreto nº 70.355, de 3 de abril de 1972, com 200 mil hectares, preserva as nascentes do rio São Francisco e vários outros monumentos. Teve 83 mil hectares indenizados, incluindo o chapadão da Canastra e tem 117 mil hectares na região da Babilônia, abrangendo os municípios de Capitólio, Vargem Bonita, São João Batista do Glória e Delfinópolis por regularizar.

altO Parque possui variada beleza cênica com grandes paredões de rocha onde existem várias e belas cachoeiras. Esse tipo de paisagem atrai adeptos dos esportes de aventura e do turismo contemplativo, entre outros, o de observação de aves silvestres. A região guarda muitos outros atrativos e, dentro do parque, há sinalização dos pontos de visitação que podem ser acessados de carro, por razoáveis estradas de terra, a depender das condições meteorológicas.

Os pontos mais procurados são a nascente histórica do rio São Francisco, a parte alta da Casca D'anta, cachoeira do Rio São Francisco com 186 metros de altura, e sua parte baixa. Há piscinas de água muito fresca na parte superior, antes da queda, e um mirante, onde se deve primar pela segurança, devido ao risco de acidentes.

Destacamos também a parte alta da Cachoeira dos Rolinhos, entre tantas outras; o Curral de Pedras, um curral feito amontoando-se manualmente pedra sobre pedra, que era utilizado para conter o gado durante a pernoite dos tropeiros; a Garagem de Pedras, um antigo entreposto para os habitantes do Vão dos Cândidos que subiam a chapada a pé ou em “lombo de burro” para ter acesso à estrada que ligava e liga São Roque de Minas ao Triângulo Mineiro.

O parque é um divisor natural de águas das bacias dos rios São Francisco e Paraná, neste caso contribuindo ao sul com o rio Grande e ao norte com o rio Paranaíba, através do rio Araguari que nasce dentro do parque.

As maiores altitudes beiram os 1.500 metros e em vários locais suas variações são abruptas, inclusive nas estradas, que ainda sofrem sérias intempéries e erosões na época das chuvas. Assim é recomendado o uso de veículos 4x4 em boa parte do ano.

A unidade de conservação apresenta ainda dois sítios arqueológicos em condições de preservação e segurança precários e ainda mal estudados, solicitando-se a todos o devido respeito com aquelas localidades, nada devendo ser retirado ou alterado sob pena de multa. São pinturas rupestres e outros elementos ainda não totalmente identificados.

VENHA CONHECER A CANASTRA!


PORTARIAS DE ACESSO AO PARQUE E SEUS PRINCIPAIS ATRATIVOS TURÍSTICOS

mapa entradas parna serra da canastra 2018


COMO CHEGAR

Via aérea: 
Araxá/MG, a 160 km, e Piumhi/MG, a 70 km da nascente histórica do Rio São Francisco, são as cidades mais próximas com estrutura aeroportuária.

Via rodoviária: 

  • Belo Horizonte está a 320 km da nascente. Saindo da cidade pela BR-381, toma-se a BR-262 sentido Triângulo Mineiro e segue-se a MG-050 até Piumhi/MG. 
  • De São Paulo o caminho é por Campinas de onde se acessa Minas Gerais buscando-se São Sebastião do Paraíso/MG e Passos/MG. De Passos, cruzando a ponte do rio Grande pode-se entrar na área não regularizada via São João Batista do Glória/MG ou seguir pela rodovia MG-050 até Piumhi/MG e dali para São Roque de Minas (nascente e parte alta da Casca D'anta) e Vargem Bonita (parte baixa da Casca D'anta). Há ainda a possibilidade de entrada em MG via Franca, buscando-se Delfinópolis e acessando o Parque por sua área não regularizada. A rodovia MG-050 é pavimentada e as demais opções são feitas em estradas de terra muitas vezes em estado precário, desaconselhável para veículos que não sejam 4x4.

IMPORTANTE:

  • Motos com placa, bicicletas e veículos offroad são bem vindos, desde que se mantenham nas estradas, pois fora delas estarão sujeitos à multa nos termos da legislação ambiental.

ONDE FICAR

O Parque abrange seis municípios mineiros, todos com vocação turística e com excelentes opções de lazer e hospedagem: Capitólio, São João Batista do Glória, Delfinópolis, Sacramento, São Roque de Minas e Vargem Bonita.

O acesso à nascente histórica do rio São Francisco e à parte alta da Casca D'anta são mais próximos de São Roque de Minas (12 e 34 Km, respectivamente). E a parte baixa da Casca D'anta, mais próxima de Vargem Bonita MG (22 Km).

INGRESSOS (Não passamos cartão! Apenas dinheiro em espécie!)

 

Conforme Portaria nº 624, de 26 de setembro de 2017, o Parque Nacional da Serra da Canastra cobra ingressos para o público em geral, com desconto para brasileiros, de acordo com a tabela abaixo:


Perfil do Visitante Valor do Ingresso (em Reais - R$)
Visitante estrangeiro 20,00
Visitante brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil 10,00
Visitante – Desconto entorno 2,00
Visitante brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil, com idade de 60 anos ou mais, e crianças com 12 anos incompletos Isento

Importante:


Conforme estabelecido por Boletim de Serviço nº 44 de 08 de setembro de 2017, pela Portaria nº. 241 de 11/05/2016 e a Portaria n° 366 de 07 de outubro de 2009, o Parque Nacional da Serra da Canastra concede, mediante cadastro prévio:
  • Desconto Entorno : ingresso com desconto de 90% em relação ao valor integral, destinado a todos os cidadãos que comprovem residência em um dos municípios abrangidos pelo Parque Nacional da Serra da Canastra: São Roque de Minas, Vargem Bonita, Capitólio, São João Batista do Glória, Delfinópolis e Sacramento); e

  • Passe Comunidade: acesso isento de cobrança de ingresso à propriedade que não possua alternativa de estrada por fora da área regularizada no Chapadão da Canastra, incluindo acesso aos moradores de São João Batista da Serra da Canastra e fazendas do entorno e aos moradores da região da mineradora de caulim às Portarias de São Roque de Minas e Sacramento, quando não houver alternativa viável de trânsito externo.

Clique aqui para acessar o regulamento e a documentação exigida para o cadastro.
 

MELHORES ÉPOCAS DO ANO PARA VISITAÇÃO

 
O Parque Nacional da Serra da Canastra pode ser visitado o ano todo, porém, a época ideal para visitação é de abril a outubro, pois o tempo está menos chuvoso, facilitando o acesso às atrações e tornando os passeios mais agradáveis.

Nos períodos chuvosos, fique atento às possibilidades de trombas d’água e às condições das estradas.
Ocasionalmente, em casos de incêndios florestais, a unidade de conservação pode ser fechada à visitação.

 

ENDEREÇO DA SEDE ADMINISTRATIVA

Av. Presidente Tancredo Neves, 498. São Roque de Minas / MG
Coordenadas: Lat. -15.172464° e Long. -44.191932°
 
 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

 
Todos os dias, de 08 às 18 horas, sendo que a entrada nos atrativos é permitida até as 16 horas, ou, em horário de verão, até as 17h.

Visitas guiadas com condutores credenciados podem ser realizadas entre as 5:00 e 21:00 horas. Consulte relação de condutores disponíveis nesta página.
 

RECOMENDAÇÕES

A contratação de condutores de visitantes é uma opção oferecida aos visitantes, não sendo obrigatória em nenhuma das atividades no PNSC, sendo recomendada, devido aos riscos inerentes às atividades de lazer em ambientes naturais.

Veja aqui a lista de condutores credenciados.


Importante: o contato, agendamento e negociação de valores com o condutor deve ser feito pelo próprio visitante antes da visita.
 
Não é permitido:
 
- Trafegar em motocicletas sem placa.
- Entrar com bebida alcoólica.
- Entrar com animais domésticos.
- Trafegar com veículo fora das estradas abertas à visitação.
- Entrar com armas brancas ou de fogo;
- Fazer churrasco ou fogueira. 
 

Seja um visitante consciente:

 
- Informe-se sobre as distâncias e grau de dificuldade das trilhas.
- Observe as condições climáticas do dia da sua visita.
- Percorra as trilhas com calçados fechados, reforçados e confortáveis. Chinelos, sandálias e saltos não são recomendados para caminhadas em trilhas.
- Leve sempre protetor solar, chapéu, repelente, capa de chuva, água e um lanche.
- Beba muita água: a desidratação é uma causa comum de mal estar nas trilhas.
- Obedeça as normas do Parque Nacional mantendo-se nas trilhas sinalizadas.
- Atividades em ambientes naturais apresentam riscos, como: presença de animais peçonhentos e exóticos, risco de perder-se, machucar-se, afogar-se, entre outros.
- Esteja preparado para as adversidades em caso de acidentes ou incidentes.
- O Parque não possui serviço de resgate. Não se arrisque!
 
Solicita-se a todos que percebam o início de incêndios, que contatem a gestão do parque o mais rápido possível, enviando sempre que possível fotos ou dados de transeuntes suspeitos que se encontrem na localidade.
 
Acesse o Guia de Conduta Consciente em Ambientes Naturais

CONTATOS

(37) 3433-1326
(37) 3433-1324
parnacanastra@icmbio.gov.br
Av. Presidente Tancredo Neves, 498. São Roque de Minas / MG

Confira outras informações neste portal, dentro da página da UC

PORTARIAS DE ACESSO AO PARQUE E SEUS PRINCIPAIS ATRATIVOS TURÍSTICOS

Fim do conteúdo da página