Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Visitação > Unidades Abertas a Visitação > Floresta Nacional de Palmares
Início do conteúdo da página
Unidades Abertas a Visitação

Floresta Nacional de Palmares



A Floresta Nacional (Flona) de Palmares é uma unidade de conservação (UC) federal de uso sustentável criada em fevereiro de 2005. Com área de 170 hectares, localizada no município de Altos, é a primeira e única unidade de conservação de uso sustentável na categoria de Floresta Nacional.
 
Entre os seus objetivos estão: promover o manejo e uso múltiplo dos recursos florestais, a pesquisa científica, a manutenção das espécies nativas e a proteção dos recursos naturais, além da recuperação de áreas degradadas e educação ambiental.

A Flona de Palmares está inserida em uma zona de transição entre os biomas Caatinga e Cerrado, e ou Caatinga e Matas dos Cocais, caracterizada como área de tensão ecológica sob forma de enclave ecótono (Território ou trato de terra de um país, encerrado no território de outro contendo mistura florística entre tipos de vegetação).

É uma floresta estacional semi-decidual, formada por vegetação típica do Cerrado com espécies botânicas da Caatinga, Mata Atlântica e Amazônia onde já foram identificadas 87 espécies diferentes de árvores. A Flona possui também uma rica e variada fauna, que abriga diversas espécies de animais silvestres, entre mamíferos, répteis e aves, constituindo-se em uma das mais representativas desses ecossistemas. E segundo alguns estudiosos a fitossociologia da Flona aponta para o como será a Floresta Amazônica amanhã.

Araponga do Nordeste (Foto: Lucas Gaspar)
Um dos principais nichos de ecoturismos oferecidos pela UC é o “birdwatching”, traduzindo, observação de aves. Um tipo de turismo específico, que vem ganhando força de alguns anos pra cá.


A UC abriga espécies raras e exóticas de avifauna, como a rara Araponga do Nordeste (Procnias Averano).







Foto: Lucas Gaspar Foto: Lucas Gaspar
Rabo-branco-do-Maranhão - Phaethornis maranhaoensis Macuru-de-testa-branca - Notharchus hyperrhynchus
   
Foto: Lucas Gaspar Foto: Lucas Gaspar
Pica-pau-de-barriga-vermelha - Campephilus rubricollis Papa-taóca - Pyriglena leuconota


Foto: Leonardo Carvalho - IFPI Floriano/PI
A espécie a qual este indivíduo pertence chama-se Diclidurus scutatus Peters. Em 1869, essa espécie foi catalogada e, em 2014, foi avaliada pelo ICMBio quanto ao seu status de conservação, sendo classificada como "dados deficientes". Isto quer dizer que não conhecemos este bicho o suficiente, nem para dizer se é ou não ameaçado de extinção.





COMO CHEGAR

Acesso pela Rodovia Federal, Br 343, Km 323 na Zona Rural do município de Altos/PI na Zona Metropolitana de Teresina.


ATRATIVOS

Confira o mapa das trilhas que podem ser feitas dentro da Flona Palmares:

palmares

1. Caminhada
    1.1 Diurna/corrida
    1.2 Noturna/pernoite

2. Ciclismo

3. Rally de aventura
    3.1 Enduro a pé
    3.2 Montainbike
    3.3 Veículos de tração (moto, triciclo, quadriciclo, carro 4x4)

4. Cavalgada

5. Camping

6. Educação Sociambiental

7. Educação Socioambiental

8. Treinamento de sobrevivência na selva

9. Observação de aves "birdwatch"

10. Extrativismo de recursos não madeireiro

11. Viveiro de mudas

COBRANÇA DE INGRESSOS


Não há cobrança de ingressos para entar no parque. No entanto, o serviço do Guia e Mateiro é cobrado. A associação dos condutores cobra R$ 50,00 para grupo de até 15 visitantes. E o serviço de Mateiro é cobrado R$ 100,00 por dia trabalhado. O contratante paga direto ao contratado pela prestação do serviço

ORIENTAÇÕES/REGRAS VISITAÇÃO

  • É proibida a introdução, nas unidades de conservação, de espécies não autóctones (que não são nativas)
  • É vedado o abandono do lixo, detritos ou outros materiais, que comprometam a integridade paisagística, sanitária ou cênica dos parques nacionais
  •  São proibidos o ingresso e a permanência nos parques nacionais de visitantes portando armas, materiais ou instrumento destinados à corte, caça, pesca ou quaisquer outras atividades prejudiciais à fauna e a flora
  • É proibida a entrada de animais domésticos no parque
  • A visitação é permitida por Lei. SNUC 9985/02; Art.17§3º
  • A visitação deve ser acompanhada por um condutor de visitante; (ver relação com associação ou na portaria)
  • O condutor receberá pelo serviço prestado R$ 50,00
  • A visitação funciona das 8h às 18h

Acesse o Guia de Conduta Consciente em Ambientes Naturais

Responsabilidades Visitantes

  • Assinar termo de visitante
  • Preencher a ficha de perfil visitante no final da visitação
  • Atender as normas e deicar a Flona melhor ou igual a que encontrou

CONTATO

Associação dos Condutores de Visitantes
(86) 3234-7027 / (86) 99540-4000 / (86) 99555-0909

Confira outras informações neste portal, dentro da página da UC
Fim do conteúdo da página