Avaliação do risco de extinção do gato-maracajá Leopardus wiedii (Schinz, 1821) no Brasil

Marcos Adriano Tortato, Tadeu Gomes de Oliveira, Lílian Bonjorne de Almeida, Beatriz de Mello Beisiegel

Resumo


Leopardus wiedii possui uma distribuição ampla no Brasil, com exceção do Ceará e sul do Rio Grande do Sul. Apesar disso, o tamanho populacional efetivo calculado é de cerca de 4.700 indivíduos no território brasileiro. Estima-se que nos próximos 15 anos (três gerações) deva ocorrer um declínio de pelo menos 10% desta população, principalmente pela perda e fragmentação de habitat relacionadas à expansão agrícola. Há conectividade com as populações dos países vizinhos, mas não existem informações sobre a dinâmica fonte-sumidouro. Portanto, a espécie foi categorizada como Vulnerável (VU) pelo critério C1.


Texto completo:

PDF