Avaliação do risco de extinção do cachorro-vinagre Speothos venaticus (Lund, 1842) no Brasil

Rodrigo Pinto Silva Jorge, Beatriz de Mello Beisiegel, Edson de Souza Lima, Maria Luisa da Silva Pinto Jorge, Maria Renata Pereira Leite-Pitman, Rogério Cunha de Paula

Resumo


Considerando que a população efetiva de Speothos venaticus, somando Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica foi estimada em aproximadamente 9.350 indivíduos e que a população do Cerrado tem uma probabilidade de extinção estimada em 100% em 100 anos, com média de tempo de extinção de 33 anos, segundo resultados de modelagem de viabilidade populacional, a espécie foi considerada Vulnerável (VU) pelo critério C1. Há conectividade com as populações dos países vizinhos, porém não existem informações sobre a dinâmica fonte-sumidouro. Assim, a categoria indicada na avaliação regional não foi alterada. Esta classificação mantém o status da espécie em relação à lista oficial de fauna ameaçada (MMA 2003). As informações sobre a conservação desta espécie foram analisadas separadamente para cada um dos principais biomas brasileiros. Espera-se, com isto, fundamentar políticas de conservação apropriadas a esta espécie em cada região do país.


Texto completo:

PDF