Ir direto para menu de acessibilidade.

Início do conteúdo da página

Base do TAMAR em Guriri-ES promove diagnóstico sobre o trânsito de veículos nas praias de desova de tartarugas marinhas

Publicado em 09-08-2022 | Visitas: 106

 

Centro TAMAR ICMBio e parceiros nas ações na Ilha de Guriri (Foto Arquivo ICMBio)

Proposta é levantar dados em cinco esforços de campo

Guriri-ES (09/08/2022) – A Base Avançada do Centro TAMAR ICMBio de Guriri, em São Mateus/ES, promoveu, neste sábado (30) e domingo (31) o primeiro de cinco esforços de campo que serão realizados para a pesquisa acerca do ‘Diagnóstico sobre o trânsito de veículos nas praias de desova de tartarugas marinhas na Ilha de Guriri, Espírito Santo’. O projeto pertence a uma chamada da COPEG/CGPEQ/DIBIO/ICMBio para iniciativas de pesquisa para apoio com recursos orçamentários em 2022. Nestes dois dias de esforço de pesquisa, atuaram conjuntamente servidores da Base do Centro TAMAR de Guriri e voluntários, da Secretaria de Meio Ambiente de São Mateus e da 3ª Companhia de Polícia Militar Ambiental de São Mateus.

A equipe de 12 voluntários aplicou questionários aos usuários das praias, abordando 380 pessoas. Um drone, conduzido pela Secretaria de Meio Ambiente de São Mateus, sobrevoou a região possibilitando o monitoramento dos veículos que acessavam a praia.

“A pesquisa visa diagnosticar a percepção dos usuários das praias da Ilha de Guriri acerca dos impactos do trânsito de veículos sobre as tartarugas marinhas, bem como levantar quais são as principais características deste trânsito”, explica a analista ambiental que coordena a base do Centro TAMAR ICMBio em Guriri, Kelly Bonach, referindo-se ao monitoramento da periodicidade, tipos e origem de veículos, faixa da praia frequentada e entradas mais utilizadas pelos motoristas.

O diagnóstico completo será realizado em cinco períodos de fluxo turístico intenso na Ilha de Guriri (férias de julho de 2022, natal de 2022, Reveillon 2022-23, carnaval de 2023 e páscoa de 2023), por meio de aplicação de questionários e sobrevôos de drone.

O levantamento aéreo, por meio do drone, fará o monitoramento dos principais acessos de veículos de quatro rodas à praia e da extensão dos oito quilômetros de praia mais utilizados pelos veículos (4 Km ao norte da Base do Centro TAMAR e 4 Km ao sul do Bairro Bom Jesus), a cada 4 horas, totalizando três sobrevôos realizados no final de semana (sábado ou domingo, dependendo das condições de vento).

Paralelamente, está sendo aplicado questionário aos usuários da praia, na área central do balneário (trecho de aproximadamente 3 km), para registro e conhecimento desses usuários, a respeito das tartarugas marinhas e dos impactos que o trânsito de veículos pode causar a estes indivíduos.

O primeiro esforço da pesquisa, realizado nos dias 30 e 31 de julho, foi avaliado como positivo em diversos aspectos, tais como em relação à participação das instituições parceiras, com expressiva cooperação dos envolvidos, que trabalharam de forma coordenada para o alcance dos objetivos propostos.

“O número de usuários abordados na praia no final de semana foi significativo. Avaliou-se a metodologia empregada e pudemos fazer alguns ajustes para as próximas fases. A participação dos voluntários - valiosa, comprometida e responsável - foi imprescindível para que os dados fossem coletados adequadamente” destaca Bonach.

Esta ação faz parte do Plano de Trabalho coletivo para defesa da reprodução das tartarugas marinhas e regulamentação do trânsito de veículos na praia, objeto de Procedimento do Ministério Público Federal - Procuradoria da República em São Mateus. Participam deste plano de trabalho várias instituições dos municípios de São Mateus e de Conceição da Barra, no Espírito Santo.

Servidores da Base do Centro TAMAR de Guriri e voluntários, e equipes da Secretaria de Meio Ambiente de São Mateus e da 3ª Companhia de Polícia Militar Ambiental de São Mateus-ES.

TAMAR/ICMBio

(27) 3222-1417/4775

registrado em:
Fim do conteúdo da página