Destaques

16/07/18

Segundo semestre de trabalho voluntário no CEPENE

Estão abertas as inscrições do segundo semestre para trabalho voluntário no CEPENE até dia 26 de julho.

São oferecidas vagas nas temáticas de Pesquisa e monitoramento, Manejo para conservação, Gestão socioambiental e Administração, para trabalhar durante o segundo semestre de 2018 em Tamandaré (PE).
O voluntário deve indicar o período disponível para trabalho sendo no mínimo 30 dias com 20 horas semanais.

Para mais informações, veja o edital http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/voluntariado/edital_01_2018_voluntariado_cepene.pdf

05/07/18

Atividades do Cepene no ICMBio em Foco

Na edição de junho do ICMBio em Foco (edição n 473), foram apresentadas algumas das atividades que estão sendo realizadas pelo Centro com a temática do lixo marinho.

Uma das ações envolve coletas de lixo ao longo da praia, que são realizadas regularmente. Para isso é utilizado um método padronizado e adaptado a partir de guias de coleta e monitoramento de detritos marinhos. Posteriormente, todo o material é triado para quantificar os diferentes tipos de objetos deixados e sua principal composição (plástico, vidro, metal, papel, tecido, madeira). Até o momento, foram triados 154,5 quilos de lixo, sendo sua grande maioria composta por plástico.

Espera-se que o resultado obtido a partir destas atividades possa servir de subsídio para ações de gestão e de educação am- biental para os diferentes usuários da praia em Tamandaré e região.

coleta lixo

Para a edição completa do ICMBio em Foco, acesse www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/comunicacao/downloads/icmbioemfoco473.pdf

 

22/06/18

Cepene em seminário sobre combate ao lixo no mar

Nesta quinta-feira, 21 de junho, o Cepene esteve presente no 1º Seminário para Agentes Ambientais do Ipojuca, fazendo parte da programação da Semana Municipal do Meio Ambiente, em Porto de Galinhas.

2018-06-22 at 16.29.33

Aproximadamente 20 agentes ambientais do município participaram do seminário, ministrado pela bolsista de Apoio Científico (Projeto GEF-Mar) do Cepene, Ana Carolina Grillo. O objetivo foi de informar e sensibilizar os agentes quanto aos impactos do lixo no mar, principalmente o plástico, como isso nos afeta diretamente, e como todos somos parte da solução ao diminuir nosso consumo e produção de lixo.

2018-06-22 at 16.29.34

As atividades ambientais em Ipojuca continuarão na próxima semana.

http://www.ipojuca.pe.gov.br/mobile/noticias/3743/agentes-ambientais-do-ipojuca-participam-de-seminario-sobre-combate-ao-lixo-no-mar/

06/06/18

Cepene participa da Marcha pelos Oceanos

March pelos Oceanos

Neste domingo, dia 10 de junho, o Cepene participará da Marcha pelos Oceanos, um evento global que ocorrerá após o Dia Mundial dos Oceanos (8 de junho). O objetivo do evento é chamar a atenção da população para os problemas atuais que os nossos oceanos estão sofrendo, como a poluição e a elevada quantidade de lixo, principalmente plástico, encontrado nas praias e nos mares.

Em Tamandaré, será realizado um bate-papo com os alunos da escola Monteiro Lobato, na sexta-feira, onde também serão confecionados cartazes para a Marcha. No domingo, marcharemos ao longo da praia central, realizando uma limpeza de praia com toda a comunidade.

A Marcha pelos Oceanos ocorrerá em diversos locais dos Estados Unidos, como em Washington, Flórida, Colorado e Nova York, além de Dublin, Londres, Hawaii, México, entre outros. Este será o primeiro ano da Marcha no Brasil, e também ocorrerá no Rio de Janeiro.

17/03/18

Aberta consulta para II ciclo para Avaliação do Estado de Conservação dos Lutjanidae

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) é responsável pelo Processo de Avaliação do Estado de Conservação da Fauna Brasileira, cujos resultados subsidiam o Ministério do Meio Ambiente (MMA) na publicação da Lista Nacional Oficial de Espécies Ameaçadas de Extinção.

O CEPENE está organizando a avaliação de 13 espécies de lutjanídeos e lançou as consultas ampla e direta no Sistema de Avaliação do Estado de Conservação da Biodiversidade - SALVE, onde os pesquisadores e especialistas poderão participar com informações para as seguintes espécies:

Lutjanus synagris (Linnaeus, 1758)

Matheus Freitas

 

Lutjanus cyanopterus (Cuvier, 1828)

Estrada Anaya RA

 

Lutjanus jocu (Bloch e Schneider, 1801)

Jose Antonio Cabo Bujan

 

Lutjanus alexandrei (Valenciennes, 1828)

Pedro HCP

 

Lutjanus buccanella (Cuvier, 1828)

Jim Chambers

 

Pristipomoides aquilonaris (Goode and Bean, 1896)

 Flesher D

 

Lutjanus purpureus (Poey, 1876)

Google images

 

Etelis oculatus (Valenciennes, 1828)

Matheus Freitas

 

Lutjanus analis (Valenciennes, 1828)

Baumeier E

 

Lutjanus vivanus (Cuvier, 1828)

Bryan D

 

Rhomboplites aurorubens (Cuvier, 1829)

Carol D Cox

 

Pristipomoides freemani (Anderson, 1966)

 Slender Wenchman

 

Ocyurus chrysurus

Joao Lucas Feitosa

 

As fichas de informações dessas espécies podem ser acessadas no módulo de consulta do SALVE, disponível no seguinte link: https://salve.icmbio.gov.br/salve-consulta/

As contribuições serão armazenadas e posteriormente analisadas pela equipe do ICMBio em conjunto com o Coordenador de táxon do grupo e demais especialistas da comunidade científica.

Acesse o site, faça seu cadastro e login e envie suas contribuições até o dia 06/abr/2018. Os devidos créditos serão dados ao longo do processo de avaliação e na publicação das fichas a todos os colaboradores.

Contamos com a sua colaboração!

19/02/18

Trabalho voluntário no CEPENE

Estão abertas as inscrições para trabalho voluntário no CEPENE até dia 26 de fevereiro.

São oferecidas vagas nas temáticas de Pesquisa e monitoramento, Manejo para conservação, Gestão socioambiental e Administração, para trabalhar durante o primeiro semestre de 2018 em Tamandaré (PE).
O voluntário deve indicar o período disponível para trabalho sendo no mínimo 30 dias com 20 horas semanais.

Para mais informações, veja o edital https://goo.gl/W8QkjT

13/11/15

CEPENE Sedia Lançamento de Projeto em Cooperação com Governo da Alemanha, o TerraMar

terramar4-fill-600x422

No dia 17 de agosto de 2015, nas dependências do CEPENE (Tamandaré-PE), foi lançado o Projeto TerraMar, que tem o objetivo de proteger e promover o uso sustentável da biodiversidade marinha e costeira. O orçamento do projeto é de 11 milhões de euros (R$ 42 milhões), até 2020, aplicados em cooperação técnica em ações para o monitoramento integrado e gestão dos recursos naturais, na APA Costa dos Corais e na região do Banco de Abrolhos.

A iniciativa é resultado da parceria entre o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Ministério Federal do Meio Ambiente da Alemanha, por meio da Agência Alemã de Cooperação Técnica (GIZ).

Na esfera Federal, participaram da cerimônia representantes dos Ministérios de Meio Ambiente brasileiros e alemão, junto com seu consulado; além do Presidente do ICMBio, seus Coordenadores Regionais, chefe da APA Costa dos Corais e as Coordenações do CEPENE e CMA, bem como o Comandante da Capitania dos Portos de Pernambuco. Nas esferas Estaduais e Municipais, pelo estado de Pernambuco, o secretário executivo da Secretaria do Meio Ambiente e o prefeito de Tamandaré, assim como os Secretários Estaduais do Meio Ambiente de Alagoas e da Bahia.

O projeto TerraMar é inédito porque tanto olha para as necessidades de preservação e conservação do mar, quanto para as do continente, na intenção de identificar todas as ameaças aos ecossistemas marinhos.

O TerraMar atuará de modo complementar a outros projetos destinados à zona costeira e marinha, em especial ao Projeto Áreas Marinhas Protegidas - GEF-Mar. Também apoiará o Brasil no cumprimento das metas de Aichi; sobretudo das metas 2 - Integrar os valores da biodiversidade no desenvolvimento; 6 - Pesca sustentável; 10 - Redução dos impactos sobre os recifes de corais; e 11 - Ampliação e consolidação do sistema de conservação da zona costeira e marinha.

Maiores informações em: http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/20-geral/6941-projeto-terramar-vai-proteger-a-costa-brasileira.html

29/12/14

CEPENE Apóia a Discussão da Pesca Artesanal na APA Costa dos Corais

Encontro PESCA CEPENE APACC

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene/ICMBio), a Área de Proteção Ambiental (APA) das Costa dos Corais (AL/PE) e a Rede MangueMar, em Pernambusco, iniciaram em dezembro uma discussão sobre a pesca artesanal dentro da APA. O objetivo da oficina foi planejar o 1° Seminário da Pesca Artesanal da UC, previsto para março de 2015.

"Foram estabelecidas, na oficina, as estratégias para realização do Seminário e o cronograma de atividades", destacou Ribeiro analista ambiental do Cepene e secretário da Rede MangueMar em Pernambuco, que falou sobre o conceito e o papel da Rede, que é composta por vários atores sociais e pesquisadores, dentro os quais o próprio Centro de Pesquisa.

O analista ambiental Eduardo Almeida também fez uma breve apresentação da APA Costa dos Corais e seu Plano de Manejo, enfocando o zoneamento da UC e todos os pontos relevantes à atividade pesqueira. A articulação entre Cepene, APA e Rede MangueMar tem como objetivo promover a formação de capital social das comunidades pesqueiras artesanais inseridas em Unidades de Conservação, para empoderamento dessas comunidades nos conselhos gestores, além de promover práticas de pesca mais sustentáveis e condizentes com a atividade de uma Unidade de Conservação marinha.

Ainda em 2014, deverão ocorrer reuniões preparatórias nos municípios da APA para apresentar aos pescadores o que é a Área de Proteção Ambiental, seu Plano de Manejo, zoneamento, ações relativas ao setor e a programação do 1º Seminário sobre Pesca Artesanal da APA Costa dos Corais.

28/08/14

CEPENE Participa da Reunião rede MangueMar

A reunião foi realizada em Recife no dia 19/08/2014.

04/05/14

Visita do Presidente do ICMBio

No último dia 02/05/2014 o presidente Vizentin conheceu a estrutura física do centro e os projetos em desenvolvimento.