destaque parnaabrolhos2


Parque Nacional Marinho de AbroLhos

Primeiro Parque Nacional Marinho do Brasil, criado em 1983

Abrolhos representa um marco para a conservação marinha no país. Em 06 de abril de 1983, por meio do Decreto Federal nº 88218 foi criado o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos (PARNA MAR Abrolhos). Desde então, 87.943 hectares desta Unidade de Conservação (UC) ajudam a proteger a região com a maior biodiversidade marinha do Brasil e do Atlântico Sul. O Parque é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio, autarquia federal ligada ao Ministério do Meio Ambiente.

O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos é dividido em dois polígonos:

1) Uma área a 70 km da costa de Caravelas-BA, que engloba o Parcel dos Abrolhos, formado por um complexo de milhares de chapeirões, estruturas recifais únicas encontradas somente na região do Banco dos Abrolhos.

E também, o Arquipélago dos Abrolhos, composto pelas ilhas:

  • Ilha Redonda
  • Ilha Siriba
  • Ilha Sueste
  • Ilha Guarita
  • Ilha Santa Bárbara (excluída dos limites do parque e sob jurisdição da Marinha do Brasil)

cinco ilhas2

2)  Uma área que engloba parte do arco recifal costeiro, localizada entre os municípios de Alcobaça e Prado (BA), abrangendo o Recife de Timbebas.

timbebastimbebas2

 

A maior biodiversidade marinha do Brasil!

O PARNA MAR Abrolhos protege uma porção significativa do maior banco de corais e mais importante berçário das baleias jubartes do Atlântico Sul, além de espécies de tartarugas marinhas, aves marinhas e uma infinidade de peixes e invertebrados que compõem a maior biodiversidade marinha do Brasil e do Atlântico Sul. A região despertou grande curiosidade de Charles Darwin e outros cientistas e ilustres navegantes como Américo Vespúcio, que já estiveram no local.

Um levantamento da biodiversidade da região registrou aproximadamente 1.300 espécies, 45 delas consideradas ameaçadas, segundo listas da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) e do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Destaques da nossa Biodiversidade:

  • O parque protege o principal berçário das baleias jubarte no Atlântico Sul, que migram para o Banco dos Abrolhos para se reproduzirem e ter seus filhotes (de junho à novembro). 

jubarte

  • É a única região do planeta onde é possível encontrar o coral-cérebro (Mussismilia braziliensis), conhecido por seu aspecto peculiar. 

coral cerebro

  • Abrolhos também abriga diversas espécies de tartarugas marinhas ameaçadas como as tartarugas cabeçuda, verde e de pente. Além dessas, pode-se ser surpreendido pela a tartaruga-de-couro, a de mais raridade entre as espécies na região.

tartaruga 2

  • As ilhas são o habitat de diversas espécies de aves marinhas, residentes e migratórias, dentre elas: a grazina do bico vermelho, atobás brancos e marrons, fragatas e beneditos.. 

aves

  • Espécies de peixes e invertebrados com grande valor ecológico e socioeconômico são encontrados em abundância no interior do Parque, como badejos, budiões, lagostas, entre outros.

peixes 1

 

A importância do Parque para a economia da região

Dados de monitoramento pesqueiro mostram que a pesca nas regiões vizinhas à Unidade de Conservação (UC) movimenta mais de R$ 100 milhões por ano, o que representa 10% da receita da atividade no Brasil. O Parque assegura a procriação das espécies contribuindo para a manutenção da pesca nas regiões vizinhas, que é o meio de subsistência para cerca de 20 mil pessoas na região.

O turismo é outra expressão da importância econômica da Unidade de Conservação. O fluxo turístico gerado pelo Parque garante centenas de empregos em hotéis, pousadas, restaurantes e demais atividades ligadas ao setor. turismo representa 20% do PIB dos municípios da Costa das Baleias [1]. onde mais de 90% dos turistas que visitam a região tem como motivação principal os atrativos naturais [2]. As águas claras de temperatura amena, naufrágios e a rica fauna marinha, fazem do Parque dos Abrolhos o atrativo natural mais importante da Costa das Baleias.

✅Quando estiver visitando a região, contrate serviços e consuma produtos da comunidade local, você estará ajudando a economia de diversas famílias que vivem do turismo e ajudam na preservação dessa enorme biodiversidade que é de todos nós!

Referências:

[1] Programa de Desenvolvimento de Turismo (PRODETUR)

[2] Pesquisas da BAHIATURSA

btn institucional