QUEM SOMOS

=======================

PANDEMIA DE COVID-19

As trilhas poderão estar operando COM NÚMERO LIMITADO DE VISITANTES em função de normas estabelecidas pelos governos do Rio Grande do Sul e Santa Catariana e o acesso aos Parques Nacionais Aparados da Serra (Cânion Itaimbezinho) e Serra Geral (Cânion Fortaleza) depende da apresentação de um COMPROVANTE DE VACINA contra COVID-19.

Antes de viajar até os Parques Nacionais confira a página da Urbia Cânions Verdes.

=======================

PARQUE NACIONAL APARADOS DA SERRA GERAL

Dois anos antes da criação do PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA (PNAS), a área que comporia os seus limites havia sido destinada à preservação da biodiversidade pelo governo gaúcho, tendo o poder executivo estadual contado com o decisivo envolvimento do Padre Balduíno Rambo. Seguindo com o objetivo de preservação, a unidade de conservação federal do grupo de proteção integral foi criada pelo Decreto Federal nº 47.446, de 17 de dezembro de 1959, permanecendo restrita ao planalto gaúcho. Somente na década de 1970, o PNAS também se estendeu ao território catarinense, por determinação do Decreto federal nº 70.296, de 17 de março de 1972. A alteração dos limites, motivada por critérios técnicos de relevância ecológica, conferiu ao PNAS uma área aproximada de 10.250 ha (102 km2).

Este Parque Nacional tem como objetivo básico a preservação dos ecossistemas da Mata Atlântica, de grande beleza cênica, possibilitando desta maneira a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. 

A administração e gestão do Parque Nacional de Aparados da Serra é responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia federal ligada ao Ministério do Meio Ambiente.

PLANO DE MANEJO

O Plano de Manejo dos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral foi aprovado pela Portaria IBAMA nº 46, de 28 de abril de 2004, sendo posteriormente alterado pela Portaria ICMBio nº 405, de 16 de agosto de 2019. O Plano de Manejo se encontra disponível para consulta e download nesta página.

O Plano de Manejo de 2019 determina como Visão e Estratégia do Parque Nacional de Aparados da Serra:

  • Visão: "Ser um Parque capaz de conservar seus principais atributos de biodiversidade e cênicos, para além de seus limites, abrangendo os ambientes dos Aparados da Serra Geral."
  • Estratégia: "Conservar os principais atributos de biodiversidade e cênicos do Parque e da região dos Aparados da Serra Geral, através da indução de processos socioeconômicos amigáveis e compatíveis com os objetivos da Unidade, em seu entorno e nos Corredores Ecológicos."

VISITAS

Saiba como visitar o Parque Nacional de Aparados da Serra acessando nosso Guia do Visitante.