11/10/16

NOVA TABELA DE INGRESSOS

Taxas de Ingresso a partir de 01 de Novembro de 2016 

(Portaria ICMBio 92 de 29 de setembro de 2016.)

Ingresso Público em Geral........................................R$ 32,00

Desconto Brasileiros (50%).......................................R$ 16,00

Ingresso Comunidade (90% Desconto)..................R$ 3,00

Acampamento ..............................................................R$ 18,00

INGRESSO COMUNIDADE:

Os moradores dos municípios vizinhos ao Parque Nacional do Caparaó são beneficiados com o desconto de 90% no valor do ingresso de visita, não dispensando o pagamento integral de outros serviços, se utilizados.

Para obterem o direito ao Ingresso Comunidade, os visitantes moradores dos municípios lindeiros e do entorno deverão se cadastrar em uma das Portarias do Parque Nacional do Caparaó, a partir de 1° de novembro de 2015, durante o horário de visitação, de segunda a sexta-feira.

O cadastro é individual e haverá necessidade de apresentação de comprovação de residência (original e cópia) e um documento de identificação com foto (original e cópia). Saiba mais clicando aqui.

Orientações sobre o cadastro e opções de documento para a comprovação de residência.

Para obterem o direito ao Passe comunidade, os visitantes dos municípios lindeiros e do entorno deverão se cadastrar nas portarias do Parque Nacional do Caparao, no horário de visitação, ou preferencialmente na Sede Administrativa do parque, das 8 às 17 horas. O cadastro é individual e haverá necessidade de comprovação de residência.

Será exigido de cada um dos visitantes residentes nos municípios lindeiros e do entorno do Parque Nacional do Caparaó, como comprovante de residência, a apresentação de qualquer um dos documentos citados a seguir, uma vez que o ingresso é individual e nominal:

>Carteira de Trabalho na qual conste contrato de trabalho vigente, firmado com empresa estabelecida em um dos municípios beneficiados.

>Carteira Funcional, Comprovante de Rendimentos e/ou Termo de Posse/Lotação dos servidores públicos federais, estaduais e municipais, o(s) qual (is) demonstre(m) explicitamente a lotação do servidor em um dos municípiosbeneficiados.

>Titulo de Eleitor o qual conste como domicilio eleitoral, qualquer um dos municípios beneficiados.

>Conta de água: Na qual conste o endereço do portador (pessoa física), em um dos municípios beneficiados.

>Conta de luz: Na qual conste o endereço do portador (pessoa física), em um dos municípios beneficiados.

>Conta de telefone fixo e /ou Móvel Pós-Pago: Expedida por qualquer operadora de telefonia do país e na qual conste o endereço do portador (pessoa física), que deverá estar localizado em um dos municípios beneficiados.

>Declaração de Matricula, na qual conste o nome do município onde se localiza o Estabelecimento de Ensino. Na declaração deverão constar timbre e assinatura do responsável pelo estabelecimento de ensino;

>Boletos de Cobrança de Instituições Bancárias Públicas ou Privadas, entregues pelos Correios, com selo do mesmo, nos quais conste o endereço do portador (pessoa física), que deverá estar localizado em um dos municípios beneficiados.

>Não será aceito qualquer boleto ou fatura preenchido e impresso diretamente pelo usuário através da internet.

>Comprovante de Rendimentos/Holerite de funcionários da iniciativa privada, nos quais conste o endereço do portador (pessoa física), que deverá estar localizado em um dos municípios beneficiados.

>Extratos de Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS), nos quais conste o endereço do portador (pessoa física) que deverá estar localizado em um dos municípios beneficiados.

Os referidos comprovantes de residência deverão ser expedidos no prazo máximo de 90 (noventa) dias. Não serão aceitos outros documentos para comprovação de residência, senão os estabelecidos acima.

Qualquer um dos documentos constantes acima deverá ser apresentando acompanhado de documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de habilitação, passaporte, carteira de trabalho).

ATENÇÃO: O benefício poderá ser estendido ao cônjuge e/ou filhos menores de 18 anos do visitante que comprovar residência nos municípios beneficiados. Para tanto se faz necessário que o interessado, no ato do seu cadastro, apresente certidão de casamento ou declaração de união estável, expedida por Tabelião e/ou documento que comprove filiação (certidão de nascimento, Termo de Guarda ou documento de identificação). A inclusão também poderá ser feita a qualquer tempo posterior ao cadastro do interessado.

Importante: O cadastro é individual e terá a validade de 1 (um) ano a contar data de sua efetivação. Após este prazo, o mesmo deverá ser renovado mediante a apresentação dos documentos acima.

MUNICÍPIOS DO ENTORNO DO PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ CONTEMPLADOS COM O INGRESSO COMUNIDADE:

Alto Caparaó - MG, Alto Jequitibá - MG, Caparaó - MG, Dores do Rio Preto - ES, Divino de São Lourenço - ES , Espera Feliz - MG, Ibitirama - ES, Irupi – ES, Iúna - ES.

06/10/16

COMUNICADO IMPORTANTE

 

comunicado

PREZADO VISITANTE,

Tendo em vista a necessidade de otimização de recursos para atividades de manutenção e LIMPEZA das áreas abertas à visitação do Parque Nacional do Caparaó comunicamos que estão suspensas novas reservas para o Acampamento Terreirão em Alto Caparaó – MG.

A área do Acampamento da Tronqueira, em Alto Caparaó - mg permanece funcionando normalmente para acampamento e  visitação de atrativos.

as áreas da Macieira e da Casa Queimada em Pedra Menina - ES também permanecem abertas para acampamento de forma compatível com a demanda de reservas e condições para a prestação de serviços de apoio à visitação.

Destacamos ainda que o Parque Nacional do Caparaó continua NORMALMENTE aberto à visitação pública  todos os dias, das 07:00 às 18:00 horas, pelas Portarias de Alto Caparaó e Pedra Menina – ES.

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ

11/06/16

CAPARAÓ RECEBE CERTIFICADO DE EXCELÊNCIA DO TRIPADVISOR PELO 3º ANO CONSECUTIVO

VENCEDOR 2016 

Alto Caparaó - MG, 10 de junho, 2016 -  Pelo terceiro ano consecutivo, o Parque Nacional do Caparaó recebeu o Certificado de Excelência emitido pelo site de viagens TripAdvisor, considerado o mais importante site de viagens do mundo. Esse prêmio é concedido aos locais e estabelecimentos que receberam muitas avaliações excelentes dos viajantes no último ano.

 A atual taxa de avaliação positiva do Parque é de 98%. Manter o título por três anos consecutivos reforça a preocupação e importância do cuidado com o visitante que vem ao Parque.

  Clique aqui e acompanhe as avaliações feitas até momento.

 

Trabalho em equipe e parcerias:

O Parque Nacional do Caparaó é um destino consagrado do ecoturismo nacional e nos últimos anos a visitação na Unidade vem aumentando significativamente, tendo alcançando, em 2015, a marca histórica de 55.000 visitantes.

Segundo Anderson Nascimento, chefe da Unidade, o trabalho da equipe de funcionários e as parcerias são os componentes  que tem possibilitado, mesmo diante de um cenário de crise e baixos investimentos, resultados quem vem impactando positivamente a experiência do visitante e a conservação do Parque.

"Atualmente o Parque conta com uma equipe de funcionários reduzida e poucos recursos, mas com apoio de parceiros e principalmente o valoroso trabalho de nossos funcionários tem conseguido manter a geração de valores ambientais, econômicos e ambientais para a sociedade, recebendo um número cada vez maior de visitantes. Por isso ficamos muito felizes com as avaliações recebidas e motivados a melhorar cada vez mais"

 

Voluntariado e Parque limpo:

O Parque Nacional do Caparaó comemorou no último dia 24 de maio, 55 anos de criação. Como parte das comemorações a Unidade realizou ações de voluntariado para a sinalização e limpeza das trilhas e atrativos com apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Espera Feliz – MG e  comunidade do entorno. Na ocasião foram confeccionadas e instaladas novas placas nas áreas de acampamento e revitalizada a sinalização das trilhas do Pico da Bandeira.

Recentemente o Parque lançou edital e já está recrutando voluntários de diversas partes do País que irão atuar nos serviços de apoio à visitação. No último dia 02 de junho a Unidade recebeu a primeira turma de voluntárias do Programa que estão desenvolvendo atividades de recepção e orientação de visitantes junto às portarias e centros de visitantes, atendimento às visitas escolares e  diversas outras atividades ligadas ao Uso Público.

Segundo Nascimento, "Com o Programa de Voluntariado 2016 nossa meta é manter  ao longo de toda a temporada de visitação, que vai até setembro, ações direcionadas ao Uso Público da visitação, como funcionamento permanente dos centros de visitantes, recepção e atendimento nas portarias de Alto Caparaó e Pedra Menina, ações de conscientização ambiental do visitante na Campanha "Nosso Parque Limpo", ordenamento de atrativos e acampamentos, atendimento às visitas escolares, dentre outros. Estudantes universitários, moradores do entorno e profissionais de diversas áreas que atuarão de forma cidadã em apoio aos serviços de atendimento ao visitante e demais atividades internas da UC, relacionadas à gestão da visitação," finaliza o gestor.

17/05/16

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ CELEBRA 55 ANOS

Brasília (16/05/2016) – O Parque Nacional do Caparaó, unidade de conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), na divisa entre Minas Gerais e Espírito Santo, completa 55 anos de criação no dia 24 de maio. As festividades começam um pouco antes, no dia 21, e seguem até o dia 28 (Confira abaixo).

Dentre as atividades, estão previstas a mostra fotográfica "Caparaó visto de cima", de autoria do pesquisador Braz Consenza, mutirões de limpeza e sinalização das trilhas do Pico da Bandeira, que fica no interior da unidade, visitas e atividades escolares e ações de voluntariado.

No dia 24 de maio, a partir das 15h no Centro de Visitantes, em Alto Caparaó, será realizada a principal solenidade em comemoração aos 55 anos do parque com a presença de autoridades, gestores públicos e lideranças da região do Caparaó mineiro e capixaba e representações dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Serviço:

Confira a programação prevista para as portarias de Alto Caparaó (MG) e Pedra Menina (ES), clicando aqui.

Mais informações no site do Parque Nacional do Caparaó ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e telefone (32) 3747-2943

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

12/05/16

Publicada Portaria de Condutores do Parque Nacional do Caparaó

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) publicou no último dia 26 de abril, a Portaria ICMBio n.º 30 que estabelece normas e procedimentos para o credenciamento e a autorização da condução de visitantes no Parque Nacional do Caparaó – ES/MG. Com o novo instrumento a administração da Unidade irá realizar novo cadastramento de condutores, com observância aos termos do novo regulamento.

A Portaria é fruto do trabalho participativo realizado pela Unidade com os condutores do Parque que atuam junto às Portarias de Alto Caparaó – MG e Pedra Menina – ES e representa um importante avanço na relação com a comunidade, reconhecendo e valorizando a atuação de moradores do entorno neste segmento que representa um importante elo da cadeia produtiva do turismo no Caparaó.

A contratação de condutores de visitantes no Parque Nacional do Caparaó continua sendo opcional para as trilhas autoguiadas que levam ao Pico da Bandeira pelas Portarias de Alto Caparaó e Pedra Menina. Contudo, mesmo não sendo uma obrigatoriedade a contratação dos condutores para a subida ao Pico da Bandeira, O Parque Nacional do Caparaó, apóia o desenvolvimento do segmento nas comunidades do entorno objetivando a melhoria da qualidade dos serviços prestados e a segurança do visitante.

Para tanto a Portaria estabelece critérios que assegurem a capacitação  de todos os condutores e a avaliação periódica pela Unidade da satisfação do visitante em relação aos serviços prestados.

"Segundo,  Rogério Morineau, coordenador do grupo de condutores "Anjos da Montanha" o novo regulamento "é uma boa oportunidade para que os condutores do Parque se unam e tornem a atividade já a muito exercida num trabalho mais profissional, com mais conhecimento técnico/teórico, o que é indispensável para um atendimento de qualidade ao visitante"

A portaria estabelece, ainda, os documentos que os condutores de visitantes devem apresentar à administração para atuar no parque. Entre eles estão: cópia de CPF, RG, comprovante de endereço, certificado de curso de formação de condutores, primeiros socorros, entre outros. Os condutores terão até sessenta dias após a publicação da Portaria para solicitar seu cadastramento junto à administração da Unidade.

Para Vitor Hugo, gestor da agência de turismo Rastro de Luz, que gerencia o Caminho da Luz há mais 10 anos "a Portaria é um marco histórico para a condução de visitantes no Parque e acreditamos que daremos um salto enorme rumo a um futuro mais qualificado, ordenado e profissional, que há tempos se fazia necessário".

Segundo o chefe do Parque Nacional do Caparaó, com publicação da Portaria "será necessária a ampla participação dos condutores  tendo em vista a necessidade de procedermos ao nivelamento das informações e encaminhar providências com observância aos prazos e requisitos estabelecidos, que muito em breve serão observados pela administração da Unidade para autorização da atividade".

"Em 2015 foram capacitados 16 condutores moradores entorno em parceria com Sebrae-MG, ampliando o número de profissionais formados para uma atuação de qualidade na Unidade de Conservação. Em 2016 pretendemos avançar na Parceria para a realização de novas capacitações" sinaliza o gestor.

Mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (32) 37472943

Ficha de Idenficação

Setinha

Declaração de Compromisso

Setinha

Termo de Reconhecimento de Riscos (Anexo III)

Setinha

 

12/05/16

Exposição Fotográfica "Caparaó visto de cima"

 

Mostra Fotográfica BrazConsenza

O Parque Nacional do Caparaó, Unidade de Conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizada na divisa de Minas Gerais e Espírito Santo, completa 55 anos de criação no dia 24 de maio.

Como parte das comemorações será aberta no dia 21 maio, a partir das 10:00 horas, no Centro de Visitantes de Alto Caparaó - MG a Exposição Fotográfica "Caparaó visto de cima" de autoria do pesquisador Braz Cosenza, da Universidade Estadual de Minas Gerais – UEMG.

A exposição será composta por 55 fotografias aéreas do Parque Nacional do Caparaó produzidas durante 15 anos de Pesquisas Científicas feitas pelo pesquisador e permanecerá aberta ao público geral e visitantes  até 31 de agosto.

 

Mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Tel. (32) 3747-2943

14/04/16

SEJA UM VOLUNTÁRIO

Ludimila e AnyelleO Parque Nacional do Caparaó está implementando seu Programa de Voluntariado, regulamentado a partir da Instrução Normativa nº 03/2009. O objetivo é incentivar a participação da sociedade e aproximá-la da gestão da Unidade de Conservação  por meio do trabalho voluntário e com isso permitir com que as pessoas expressem sua cidadania e seu comprometimento com o futuro do meio ambiente e com a qualidade de vida local. Desta forma, a comunidade poderá atuar como co-responsável, juntamente com a gestão do PNC , em diversas ações de conservação da natureza, tais como de proteção, pesquisa, uso público, visitação e educação ambiental.

O Parque Nacional do Caparaó figura como o principal destino turístico da região do Caparaó, no leste de Minas Gerais e Sul Capixaba, tendo alcançado em 2015 a marca histórica de 55.000 visitantes.

As atividades a serem desenvolvidas estão previstas no Plano de Manejo do Parque, assim como no planejamento realizado pela administração para implementação do Programa de Voluntariado da Unidade de Conservação.

 

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

  • Proporcionar a cooperação entre sociedade civil e a gestão do PNC buscando soluções em grupo para a conservação e proteção da Unidade de Conservação;
  • Fortalecer as ações do parque, sobretudo, no período de alta temporada, diante da grande necessidade de recepção e orientação ao visitante;
  • Articular a oferta de trabalho voluntário do PNC e suas principais demandas;
  • Favorecer a interação entre comunidade, voluntários e os profissionais das Unidade quanto às experiências e ações de sua gestão;
  • Auxiliar a formação ética e cidadã do voluntário, fortalecendo a formação técnica e científica dos cidadãos interessados em atuar na questão ambiental;
  • Promover, estimular e engrandecer o trabalho voluntário nas Unidades de Conservação;
  • Transformar os voluntários em potenciais multiplicadores na proteção do meio ambiente e apoiadores da Unidade de Conservação.

Para o Programa de Voluntariado 2016 serão priorizadas as atividades atreladas ao Subprograma de Visitação e Turismo. O Plano de Ação do voluntário será elaborado após sua capacitação, considerando a definição da carga horária e período das atividades. O escopo básico a ser desenhado visa harmonizar as necessidades da Unidade com as aspirações pessoais de cada candidato.

 ATIVIDADES PREVISTAS:

  • Recepção e atendimento ao visitante nos portais de acesso ao Parque (Pedra Menina e Alto Caparaó), no Centro de Visitantes (Pedra Menina e Alto Caparaó), acampamentos e atrativos;
  • Realização de atividades de educação ambiental no âmbito da Campanha "Nosso Parque Limpo" com foco na orientação do visitante para uma conduta consciente no interior da Unidade de Conservação;
  • Monitoramento de impactos causados pela visitação;
  • Realização de palestras, oficinas, atividades lúdicas e educativas, com conteúdo ambiental em atendimento às atividades de visita escolar ou comunitárias;
  • Aplicação de entrevistas para o levantamento do perfil e do grau de satisfação dos visitantes, contagem de visitantes, dentre outras demandas relacionadas ao Programa de Uso Público;
  • Apoio na manutenção de estruturas, limpeza e sinalização de trilhas e áreas de uso turístico.
  • Apoio ao ordenamento do Uso Público nas áreas de trilhas, acampamentos e atrativos.

 

PARTICIPE DE NOSSO TRABALHO! SEJA UM VOLUNTÁRIO DO PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ!

{slider=ACESSE O EDITAL 2016:}

Edital 2016 - Subprograma Visitação e Turismo                        

Setinha

Ficha de Inscrição Setinha

{/slider = ACESSE O EDITAL 2018:}

 

Edital 2018 - ACESSE Setinha
Ficha de Inscrição  

Mais informações:

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ
Vale Verde, Zona Rural – Alto Caparaó/MG.
CEP: 36.979-000
Telefone:
(32) 3747 – 2943, Sede administrativa
(32) 3747 – 2086, Portaria Alto Caparaó/MG.
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
15/03/16

CONPARNA CAPARAÓ DEBATE PLANO DE MANEJO E CRIA CÂMARA TEMÁTICA DE VISITAÇÃO E TURISMO

Alto Caparaó (12/03/2016) - O Conselho Consultivo do Parque Nacional do Caparaó - CONPARNA CAPARAÓ realizou sua primeira reunião ordinária em 2016 no último dia 10/03/2016, em Alto Caparaó - MG. Na ocasião o colegiado debateu os desafios e oportunidades para a implementação e monitoria do novo instrumento de gestão da Unidade de Conservação e as ações prioritarias do CONPARNA para 2016.

Anderson Nascimento, chefe do Parque Nacional do Caparaó, apresentou os novos atrativos turísticos previstos no documento e discorreu sobre a estratégia que a gestão da UC irá adotar para alcançar resultados de estruturação e gestão das áreas de interesse turístico da Unidade.

 Segundo o gestor "o Parque vem dialogando de maneira propositiva para a consecução de parcerias com os Estados (ES e MG), municípios e organizações da sociedade civil da região do Caparaó e aposta no desenvolvimento de negócios e serviços de apoio à visitação  previstos no novo plano como forma de complementar recursos públicos necessários à estruturação e gestão do PNC".

Um dos destaques foi à formação da Câmara Temática de Visitação e Turismo do PNC, instância interna do CONPARNA de apoio à gestão, responsável por propor parcerias, ações e projetos voltados para a estruturação e gestão das áreas de interesse turístico do Parque Nacional do Caparaó e sua Zona de Amortecimento.

A Câmara temática foi constituída com representações das principais instâncias de governança do turismo regional e do Trade Turístico e contará com a participação da SETUR- ES e SETUR –MG, além de órgãos de assessoramento técnico com expertise na modelagem de negócios em Unidades de Conservação, que serão convidados a contribuir com as atividades da Câmara Temátca.

Participaram da reunião representando o estado do Espírito Santo, a gerente de negócios e serviços turísticos da Secretaria de Estado de Turismo – SETUR - ES, Danielle Nogueira e pelo Estado de Minas Gerias, Mariana Rocha, Assessora da Superintendência de Estruturas de Turismo da SETUR – MG.

Na ocasião o CONPARNA também revisou seu Plano de Ação 2015/2016, redimensionando e priorizando as ações para o ano corrente diante do atual cenário institucional e dos novos desafios do colegiado.

O Conselho Consultivo voltará a se reunir ordinariamente em maio, quando dará prosseguimento às discussões e proposições para a implementação do novo Plano de Manejo.

14/01/16

CAPARAÓ BATE RECORDE DE VISITAÇÃO E APROVA NOVO PLANO DE MANEJO

O Parque Nacional do Caparaó, localizado na divisa entre Minas Gerais e Espírito Santo, vem batendo sucessivos recordes de visitação nos últimos anos. Em 2015 o parque alcançou a maior marca de sua história com 54.500 visitantes, um crescimento de 27% em relação a 2014, quando 43 mil visitaram a Unidade de Conservação. Confira os números da visitação do PNC nos últimos cinco anos.

Para o chefe da Unidade de Conservação, Anderson Nascimento, o aumento da visitação pode ser explicado, em grande parte, pela visibilidade do parque na mídia e nas redes sociais e pela maior oferta e melhor qualidade de serviços prestados aos turistas na região do Caparaó como um todo.

"Nos últimos anos investimentos no entorno , como o calçamento de estradas de acesso e ampliação da oferta de serviços turísticos na região, somados ao grande destaque do PNC nas redes sociais e em diversas reportagens veiculadas em grandes meios de comunicação  contribuiram para este aumento", celebra Anderson.

A crescente visitação no Parque, tanto pela portaria de Alto Caparaó, quanto pela Portaria de Pedra Menina, expressa a importância da UC como destino de Ecoturismo e seu protagonismo no fortalecimento e consolidação de um modelo de turismo sustentável na região do Caparaó.

Para Nascimento os atuais números da visitação do Caparaó trazem consigo também a necessidade de se avançar de forma rápida com a análise e proposição de novos modelos de gestão que possam assegurar resultados de estruturação e implementação das áreas de interesse turístico da Unidade de Conservação.

"Com a aprovação do Plano de Manejo novos desafios de implementação se somam aos antigos e não podemos prescindir das parcerias com os Estados, municípios e setor turístico para que possamos avançar com a agenda de estruturação e gestão do Uso Público da visitação", avalia o gestor.

Outra agenda considerada estratégica para a implementação é a delegação de serviços de apoio à visitação. Conforme apontado em seu Plano de Manejo, o Caparaó possui grande potencial para o desenvolvimento de negócios associados ao Uso Público.

Tais negócios serão capazes de incrementar pessoal e infraestrutura complementando investimentos públicos necessários para assegurar uma experiência positiva do visitante e os resultados de conservação da Unidade.

 

DELEGAÇÕES DE SERVIÇOS

 

Recentemente a adminstração do parque encaminhou proposta de Portaria do ICMBio visando normatizar o credenciamento e a autorização para a prestação de serviço comercial de condução de visitantes na Unidade de Conservação. A proposta construída de forma participativa com os condutores está em tramitação na sede do ICMBio e busca abrir novas oportunidades para o segmento de condutores moradores do entorno e contribuir para a melhoria da visitação da unidade.

"A delegação de diversos serviços de apoio à visitação está prevista no Plano de Manejo e neste sentido buscaremos avançar com discussão de modelos adequados à realidade e necessidades da UC. Para tanto precisaremos atualizar Estudos de Viabilidade Econômica, que são instrumentos necessários ao desenvolvimento de negócios e serviços, previstos no Plano de Manejo, notadamente aqueles mais complexos e que demandam maiores investimentos", explica Nascimento. O Parque Nacional do Caparaó é um destino consagrado do ecoturismo no Brasil e tem ganhado cada vez mais importância como vetor de desenvolvimento do ecoturismo e do turismo sustentável da região.

Dentre os serviços passíveis de delegação no Parque estão: serviços de alimentação, transporte interno, esportes de aventura, lojas de souvenires, operação de centro de visitantes e exposições, estacionamento, condução de visitantes, dentre outros.

 

NOVO PLANO DE MANEJO

 

Recentemente foi publicada a portaria ICMBio 59/20015 de 22 de dezembro de 2015, que aprova o Plano de Manejo do Parque Nacional do Caparaó. O Plano de Manejo é o documento técnico, mediante o qual, com fundamento nos objetivos gerais de uma Unidade de Conservação, se estabelece o seu zoneamento e as normas que devem presidir o uso da área e o manejo dos recursos naturais.

PM do PNC se encontra disponível para consulta ao público na sede do Parque e no site da Unidade de Conservação.

A publicação do Plano inaugurou um novo e importante momento da história do Parque, pois direciona a gestão para uma ampla agenda de implementação que tem como objetivo ampliar o compartilhamento de benefícios econômicos, sociais e ambientais com as comunidades do entorno capixaba e mineiro da Unidade de Conservação.

No Parque estão previstos diversos novos atrativos que serão oficialmente implementados. Atualmente a Unidade possui 17 atrativos abertos à visitação pública, entre picos, mirantes, acampamentos e cachoeiras, que podem ser visitados a partir das portarias de Pedra Menina – ES e Alto Caparaó – MG, incluindo o Pico da Bandeira, com 2.892 metros, terceiro ponto culminante e um dos ícones do montanhismo nacional.

Com o novo instrumento, novas trilhas e atrativos serão objeto de planejamento e implementação, abrangendo os nove municípios do entorno (ES/MG), dentre os quais se destacam as trilhas de longo percurso nas partes altas do Parque, como a Travessia dos Sete Cumes da Serra do Caparaó (Cristal, Calçado, Bandeira, Cruz do Negro, Tesourinho, Tesouro e Cabritos) e os esportes de aventura, como escalada, rapel e canionismo.

Segundo Nascimento a implementação dos novos atrativos não poderá prescindir do envolvimento das prefeituras e dos Estados (ES/MG), na definição e estruturação dos modelos de gestão e notadamente para a preparação e organização das comunidades do entorno, para que estas sejam parte da gestão destes novos atrativos, atuando nos diferentes elos da cadeia do turismo.

 

Consulte o Plano de Manejo do Parque Nacional do Caparaó.

 

21/12/15

CAPARAÓ TREINA CONDUTORES DE ECOTURISMO

dcom-destaque-081220151-fill-400x276

Curso beneficia 16 moradores da região do Parque

Brasília (09/12/2015) – O Parque Nacional do Caparaó, gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), na divisa dos estados de Espírito Santo e Minas Gerais, acaba de realizar curso de formação de condutores de ecoturismo.

O curso, que ocorreu entre 30 de novembro e 5 de dezembro, foi destinado a moradores da região do entorno do parque, que já atuam informalmente como condutores. Participaram 16 alunos dos municípios de Alto Caparaó e Espera Feliz (MG) e Iúna e Dores do Rio Preto (ES).

A iniciativa faz parte da estratégia do parque de qualificar e organizar o segmento com vistas à normatização dos procedimentos para a prestação de serviço profissional de condução de visitantes no interior da unidade de conservação (Leia mais abaixo).

As aulas teóricas e práticas foram ministradas por consultores do Núcleo de Excelência em Unidade de Conservação (Nexucs) e por servidores do parque e do ICMBio em Brasília.

Requisitos mínimos

Além de atender aos requisitos mínimos da Instrução Normativa (IN) 08/2008, do ICMBio, e às recomendações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), relacionadas ao turismo de aventura, o conteúdo do curso enfocou os objetivos da unidade, seu plano de manejo e regras de uso público.

A iniciativa, fruto da parceria entre o Parque Nacional do Caparaó e o Sebrae-MG, busca fortalecer a cadeia produtiva do turismo na região do Caparaó (MG/ES) e qualificar o grupo de condutores para uma melhor atuação profissional e interpretação ambiental no destino Caparaó.Para o chefe do parque, Anderson Nascimento, o curso foi muito importante para qualificar o grupo de condutores mais atuantes no parque que ainda não tinha passado pela capacitação. Foi também decisivo para fortalecer a integração comunitária.

"Nosso objetivo é que cada condutor morador da região seja um colaborador efetivo do parque, contribuindo e articipando das atividades de estruturação da visitação. Com o apoio dos condutores, pretendemos avançar com a gestão de segurança da visitação e manutenção das áreas de atrativos e trilhas da unidade", disse Nascimento.

Normatização da atividade

A atividade profissional de condução de visitantes do Parque Nacional do Caparaó está em processo de normatização. A unidade realizou nos meses de agosto e setembro reuniões públicas em Alto Caparaó (MG) e Pedra Menina (ES) para apresentação e debate da minuta de portaria que regulará o serviço. A previsão é que o documento final esteja pronto em maio.

"Com esse novo curso, conseguimos ampliar o número de profissionais formados para uma atuação de qualidade na unidade de conservação. Por meio de parceria com o Sebrae e o trade turístico (empresas que atuam na área) pretendemos avançar ainda mais com as capacitações de condutores em 2016, tanto na parte de conteúdo mínimo, como na parte de condução especializadas, como as trilhas de longo curso e observação de aves. A intenção é abrir novas oportunidades para o segmento e contribuir para a melhoria da visitação da unidade", finalizou Anderson.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280