Publicada a lista das espécies de anuros do PNSB e entorno

26/05/2014, por Mara Pais

Acaba de ser publicado na revista internacional Check List um artigo sobre as espécies existentes no Parque Nacional da Serra da Bocaina (PNSB) e áreas do entorno, como a Fazenda do Bonito e a Estação Ecológica de Bananal.

O artigo incorpora dados da dissertação de mestrado de Diogo Borges Provete, sob orientação de Itamar Martins (UNITAU), da tese de doutorado de Michel Varajão Garey, sob orientação de Célio Haddad e de Denise Feres (UNESP), além de dados de coleções biológicas.

Com dados atualizados, foi compilada uma listagem das espécies do PNSB e entorno, e o número de espécies conhecidas para a região passou de 63 para 68 espécies. A maior parte das espécies não possui seu estado de conservação avaliado ou não apresenta dados suficientes para uma avaliação. Quatro espécies, das quais duas endêmicas, constam na lista de espécies ameaçadas do estado de São Paulo. 

A região do PNSB e entorno foi apontada como detentora de 13% das espécies conhecidas para o bioma mata atlântica e com diversidade similar ao encontrado na Estação Ecológica de Boracéia e Parque Estadual Carlos Botelho (ambos com 65 espécies). Tal diversidade deve-se principalmente ao gradiente altitudinal abrangido por essas áreas, resultando em grande heterogeneidade ambiental.

Physalaemus barrioi rEmbora a maior parte das espécies encontradas seja de ambiente florestal, o estudo aponta a necessidade de conservação dos campos de altitude, já que algumas espécies encontradas são restritas a esse tipo de vegetação. Inclusive algumas espécies amostradas nesse tipo de ambiente em décadas passadas não foram encontradas nas mesmas localidades nas coletas recentes, o que aponta para a necessidade de mais estudos. Também foi apontada a necessidade de se aumentar os esforços amostrais mais ao sul do Parque e em menores altitudes (as coletas foram concentradas principalmente na parte alta do Parque, em sua porção norte), o que deve resultar em incremento da lista de espécies.

Para acessar o artigo, clique aqui.