Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Mamíferos - Gyldenstolpia planaltensis (Ávila-Pires, 1972) - Rato-do-mato
Início do conteúdo da página

Mamíferos - Gyldenstolpia planaltensis (Ávila-Pires, 1972) - Rato-do-mato

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Mamíferos
Mammalia
Rodentia
Cricetidae
Gyldenstolpia planaltensis (Ávila-Pires, 1972)
Rato-do-mato
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
EN
B2ab(iii,iv)
IN MMA 003/2003
Justificativa
Gyldenstolpia planaltensis é endêmica do Brasil, conhecida somente de três registros: dois no Distrito Federal e um no Mato Grosso. A espécie é encontrada apenas em ambientes de campo limpo, provavelmente aqueles sazonalmente inundáveis e associados a áreas úmidas ou corpos d’água. A área desse hábitat representa uma pequena fração da extensão de ocorrência da espécie, calculada em aproximadamente 7.500km2, e assumindo que esses campos ocupe até 5% desta área, a área de ocupação é estimada em 325km2. O último registro da espécie foi em 1995 em uma unidade de conservação, porém a espécie não foi mais encontrada desde então, mesmo com esforços de captura mais recentes, inferindo-se um declínio populacional continuado. As três subpopulações, que representam três localizações, estão distantes entre si, isoladas e sujeitas a alterações de habitat pela expansão agrícola e crescimento de área urbana no Cerrado. Portanto, a espécie foi categorizada como Em Perigo (EN) segundo o critério B2ab(iii,iv).
Especialistas
Alexandra Maria Ramos Bezerra – FIOCRUZ, Alexandre de Souza Portella – UnB, Alexandre Uarth Christoff – ULBRA, Alzira Maria Paiva de Almeida – FIOCRUZ, Cibele Rodrigues Bonvicino – FIOCRUZ, Claudia Regina Silva – IEPA, Daniel Santana Lorenzo Raices – ICMBio, Diogo Loretto Medeiros – UFRJ, Erika Hingst-Zaher - Instituto Butantan/USP, Gilson Evaristo Iack Ximenes – UESB, Gisele Mendes Lessa del Giúdice – UFV, João Alves de Oliveira – UFRJ, Liliani Marilia Tiepolo – UFPR, Marcelo Lima Reis – ICMBio, Marcelo Weksler – UNIRIO, Martín Roberto del Valle Alvarez – UESC, Pablo Rodrigues Gonçalves – UFRJ, Paulo Henrique Asfora Lopes Peres – UFPE, Paulo Sérgio D´Andrea – FIOCRUZ, Roberta Paresque – UFES, Roberto do Val Vilela – FIOCRUZ, Willian Tavares – UFRJ, Yuri Luiz Reis Leite – UFES, Alexandre Percequillo – USP, Ana Paula Carmignotto – UFSCAR, Fabiano Araújo Fernandes – UFRS, Janio Moreira – UFRJ, Jorge Cherém - CAIPORA Cooperativa para Conservação da Natureza, Michel Faria – UFRJ.
Referências
Bezerra, A.M.R. 2011. Collection records of Gyldenstolpia planaltensis (Avila-Pires, 1972) (Rodentia, Cricetidae) suggest the local extinction of the species. Mastozoologia neotropical, 18 (1): 119-123.

Bezerra, A.M.R. & Pardinãs, U.F.J. No prelo. Genus Gyldenstolpia Pp xxx-xxx. In: Mammals of South America, Volume 2, Rodents. J. L. Patton, U.F.J. Pardiñas, and G. D’Elía (Eds.). University of Chicago Press, Chicago, IL. In press.

Machado, A.B.M.; Drummond G.M.; Paglia, A.P. (eds.) 2008. Livro vermelho da fauna brasileira ameaçada de extinção. MMA (Ministério do Meio Ambiente), Fundação Biodiversitas, 1420p.


IUCN 2012. IUCN Red List of Threatened Species. Version 2012.2. . Downloaded on 26 November 2012.

Pardinas, U.F.J., D Elía & P., TETA. 2008 (2009). Una introducción a los mayores sigmodontinos vivientes: revisión de Kunsia Hershkovitz, 1966 y descripción de un nuevo género (Rodentia: Cricetidae). Arquivos do Museu Nacional, Rio de Janeiro 66(3-4):509-594.
Fim do conteúdo da página