Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Mamíferos - Lycalopex vetulus (Lund, 1842) - Raposa-do-campo
Início do conteúdo da página

Mamíferos - Lycalopex vetulus (Lund, 1842) - Raposa-do-campo

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Mamíferos
Mammalia
Carnivora
Canidae
Lycalopex vetulus (Lund, 1842)
Raposa-do-campo
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
A2cd+3cd
Justificativa
A raposa-do-campo, Lycalopex vetulus, é a única espécie de canídeo brasileiro endêmica do Cerrado, bioma sob alta pressão antrópica e com menos de 20% de sua área original ainda em estado primitivo. Considerando as estimativas mais conservadoras, o Cerrado sofreu um desmatamento de 50% de sua área nos últimos 40 anos; destes, pode-se estimar uma perda de 20% de área em um período de 15 anos (três gerações), que deve refletir-se em uma perda populacional equivalente para a espécie. Este declínio não cessou. Estima-se que a espécie terá uma perda de hábitat de, pelo menos, 10% nos próximos 15 anos. Considerando que a espécie também sofreu e continua sofrendo perdas importantes não quantificadas decorrentes de atropelamento, predação por cães domésticos, doenças, retaliação à suposta predação de animais domésticos, e alta mortalidade de filhotes/juvenis, o declínio populacional deve, em uma estimativa conservadora, ter sido de pelo menos 30% nos últimos 15 anos e deve atingir o limite de 30% nos próximos 15 anos. Até onde se sabe, a espécie só ocorre em território brasileiro, não havendo populações em países vizinhos. Por estas razões, a espécie foi categorizada como Vulnerável (VU) pelos critérios A2+3cd (LEMOS et al., 2013). Para maiores informações sobre a avaliação da espécie acesse aqui http://www.icmbio.gov.br/revistaeletronica/index.php/BioBR/issue/view/28/showToc
Especialistas
Frederico Gemesio Lemos - UFG,
Fernanda Cavalcanti de Azevedo – PCMC,
Beatriz de Mello Beisiegel – CENAP/ICMBio,
Rodrigo Pinto Silva Jorge – DIBIO/ICMBio,
Rogério Cunha de Paula – CENAP/ICMBio,
Flávio Henrique Guimarães Rodrigues - Universidade Federal de Minas Gerais,
Lívia de Almeida Rodrigues – CENAP/ICMBio
Referências
Alho, C.J.R.; Lacher, J.R.; Campos, Z.M.S & Gonçalves, H. 1988. Mamíferos da Fazenda Nhumirim, Sub-região
de Nhecolândia, Pantanal do mato Grosso do Sul: Levantamento preliminar de espécies. Revista Brasileira
de Biologia, 48(2): 213-225.
Barbosa Souza, M.F. & Olmos, F. 1991. Fauna atual. p. 207-227. In: Pessis, A.M. (ed.). Plano de manejo do Parque
Nacional da Serra da Capivara. Secretaria do Meio Ambiente.
Bernardi, F.; Nadin-Davis, S.A.; Wandeler, A.I.; Armstrong, J.; Gomes, A.A.B.; Lima, F.S.; Nogueira, F.R.B. & Ito, F.H.
2005. Antigenic and genetic characterization of rabies viruses isolated from domestic and wild animals of Brazil identifies
the hoary fox as a rabies reservoir. Journal of General Virology, 86: 3153–3162.
Berta, A. 1987. Origin, diversification and zoogeography of the American Canidae. Fieldiana: Zoology, 39: 455-471.
Biodiversitas. 2005. Fundação Biodiversitas. http://www.biodiversitas.org.br/livrovermelho2005. (Acesso em 01/07/2012).
Cabrera, A. & Yepes, J. 1960. Mamiferos Sud Americanos. 2 ed. Ediar Editores. p. 1-187.
Carnieli Jr., P.; Fahl, W.O.; Castilho, J.G.; Oliveira, R.N.; Macedo, C.I.; Durymanova, E.; Jorge, R.S.P.; Morato, R.G.;
Spíndola, R.O.; Machado, L.M.; Carrieri, M.L. & Kotait, I. 2008. Characterization of rabies vírus isolated from canids and
identification of the main wild canid host in Northeastern Brazil. Virus Ressearch, 131: 33-46.
Chiarello, A.G.; Aguiar, L.M.S.; Cerqueira, R.; Melo, F.R.; Rodrigues, F.H.G. & Silva, V.M.F. 2008. Mamíferos ameaçados
de extinção no Brasil, p. 681-885. In: Machado, A.B.M.; Drummond, G.M. & Paglia, A.P. (orgs.). Livro vermelho da
fauna brasileira ameaçada de extinção. MMA, Fundação Biodiversitas. 1420 p.
Clutton-Brock, J.; Corbett, G.B. & Hills, M. 1976. A review of the family Canidae, with a classification by numerical
methods. Bulletin of the American Museum of Natural History, 29: 117-199.
Coimbra-Filho, A.F. 1966. Notes on the reproduction and diet of azara’s fox, Cerdocyon thous azarae, and hoary fox,
Dusicyon vetulus at Rio de janeiro Zoo. International Zoo Yearbook, 6: 168-169.
Costa, C.H.N & Courtenay, O. 2003. A new record of the hoary fox Pseudalopex vetulus in north Brazil. Mammalia,
67: 593-594.
Courtenay, O.; Santana, E.W.; Johnson, P.J.; Vasconcelos, I.A.B. & Vasconcelos, A.W. 2006. Visceral leishmaniases
in the hoary zorro (Dusicyon vetulus): a case of mistaken identity. Transactions of the Royal Society of Tropical
Medicine and Hygiene, 90: 498-502.
Courtenay, O.; Macdonald, D.W.; Gilingham, S.; Almeida, G. & Dias, R. 2006. First observations on South America’s
largely insectivorous canid: the hoary fox (Pseudalopex vetulus). Journal of Zoology, 268: 45-54.
Curi, N. 2005. Avaliação do estado de sáude e do risco de transmissão de doenças entre canídeos
(Mammalia; Carnivora) silvestres e domésticos na região da Serra do Cipó, Minas Gerais: implicações
para a conservação. Dissertação (Mestrado em Zoologia de Vertebrados). Pontífica Universidade Católica de Minas
Gerais. 101p.
Dalponte, J.C. 1995. The hoary fox in Brazil. Canids News, 3: 23-24.
Dalponte J.C. 1997. Diet of hoary fox, Lycalopex vetulus, in Mato Grosso, Brazil. Mammalia, 61(4): 537-546
Dalponte, J.C. 2003. História natural, comportamento e conservação da raposa-do-campo, Pseudalopex
vetulus (Canidae). Tese (Doutorado em Biologia Animal). Universidade de Brasília. 179p.
Dalponte, J.C. 2009. Lycalopex vetulus (Carnivora: Canidae). Mammalian Species, 847: 1-7.
Dalponte, J.C. & Lima, E.S. 1999. Disponibilidade de frutos e dieta de Lycalopex vetulus (Carnivora – Canidae) em um
cerrado de Mato Grosso, Brasil. Revista Brasileira de Botânica, 22(2): 325-332.
Dalponte, J. & Courtenay, O. 2004. Hoary fox Pseudalopex vetulus (Lund, 1842), p. 72-76. In: Sillero-Zubiri, C.;
Hoffmann, M. & Macdonald, D.W. (eds.). Canids: Foxes, Wolves, Jackals and Dogs: Status survey and
conservation action plan. IUCN. 430p.
Dalponte, J. & Courtenay, O. 2008. Pseudalopex vetulus. International Union for Conservation of Nature and
Natural Resources / Red list of threatened species. http://www.iucnredlist.org. (Acesso em 10/07/2012).
Deane, L.M. & Deane, M.P. 1954. Encontro de leishmanias em nas vísceras e na pele de uma raposa, em zona endêmica
de calazar, nos arredores de Sobral, Ceará. Hospital, (45): 419-421.
Ferreira-Silva, E. & Lima, E.S. 2006. Termite predation by the hoary fox, Pseudalopex vetulus (Lund) (Carnivora,
Canidae), in a pasture in Mato Grosso, Central Brazil. Mammalia, 70: 255-260.
Jácomo, A.T.A.; Silveira, L. & Diniz-Filho, J.A.F. 2004. Niche separation between the maned wolf (Chrysocyon
brachyurus), the crab-eating fox (Dusicyon thous) and the hoary fox (Dusicyon vetulus) in central Brazil. Journal of
Zoology, 262: 99-106.
Juarez, K.M. & Marinho-Filho, J. 2002. Diet, habitat use and home ranges of sympatric canids in central Brazil. Journal
of Mammalogy, 83(4): 925-933.
Lemos, F.G. 2007. Ecologia e comportamento da raposa-do-campo Pseudalopex vetulus e do cahorrodo-mato
Cerdocyon thous em áreas de fazenda no Bioma Cerrado. Dissertação (Mestrado em Ecologia e
Conservação dos Recursos Naturais). Universidade Federal de Uberlândia. 75p.
Lemos, F.G., Facure, K.G. & Da Costa, A.N. 2007. Interference competition between the crab-eating fox and the hoary
fox. Canid News, 10 (3).
Lemos, F.G. & Facure, K.G. 2011. Seasonal variation in foraging group size of crab-eating foxes and hoary foxes in the
Cerrado biome, Central Brazil. Mastozoología Neotropical, 18(2): 239-245.
Lemos, F.G., Facure, K.G. & Azevedo, F.C. 2011a. Comparative ecology of the hoary fox and the crab-eating fox in a
fragmented landscape in the Cerrado biome at central Brazil. pp. 143-160. In: Rosalino, L.M. & Gheler-Costa, C. (orgs.).
Middle-Sized Carnivores in Agricultural landscapes. New York: Nova Science Publishers, Inc.
Lemos, F. G.; Azevedo, F. C. de; Beisiegel, D. de M.; Jorge, R. P. S.; Paula, R. C.; Rodrigues, F. H. G.; Rodrigues, L. de A. Avaliação do risco de extinção da Raposa-do-campo Lycalopex vetulus (Lund, 1842) no Brasil. Revista Científica Biodiversidade Brasileira, 3(1), p. 160-171, 2013. Lemos, F.G.; Azevedo, F.C.; Costa, H.C.M. & May Junior, J.A. 2011b. Human threats to hoary and crab-eating foxes in
central Brazil. Canid News, 14(2): 1-6.
Lemos, F.G. & Azevedo, F.C. 2009. Lycalopex vetulus (Lund, 1842). p. 61. In: Bressan, P.M.; Kierulff, M.C.M. & Sugieda,
A.M. (orgs.). Fauna ameaçada de extinção no Estado de São Paulo – vertebrados. São Paulo: Fundação Parque
Zoológico de São Paulo/Secretaria do Meio Ambiente. 645p.
Lund, P.W. 1842. Fortsatte Bemaerkninger over Brasiliens Uddöde Dirskabning. Kongl. Dansk. Vid. Selsk. Afhandll.,
9: 1-16.
Megid, J.; Teixeira, C.R.; Amorin, R.L.; Cortez, A.; Heinemann, M.B.; Antunes, J.M.A.deP.; da Costa, L.F.; Fornazari,
F.; Cipriano, J.R.B.; Cremasco, A. & Richtzenhain, L.J. 2010. First identification of canine distemper virus in hoary fox
(Lycalopex vetulus): pathologic aspects and virus phylogeny. Journal of Wildlife Diseases, 46(1): 303-305.
Mikich, S.B. & Bérnils, R.S. Livro vermelho da fauna ameaçada no Estado do Paraná. http://www.pr.gov.br/iap.
(Acesso em 11/07/2012).
MMA (Ministério do Meio Ambiente). 2003. Lista das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Instrução
Normativa n° 3 de 27 de maio de 2003. Diário Oficial da União, Seção 1, n° 101, 28/05/2003: 88-97.
MMA/IBAMA/PNUD (Cooperação técnica). 2009. Relatório técnico de monitoramento do desmatamento no
Bioma Cerrado, 2002 a 2008: Dados Revisados. 69 p. Disponível em http://mma.gov.br. Acesso em 8 de junho
de 2010.
Myers, N.; Mittermeier, C.G.; Fonseca, G.A.B. & Kent, J. 2000. Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature,
403: 853-858.
Olmos, F. 1993. Notes on the food habitats of Brazilian “Caatinga” carnivores. Mammalia, 57(1): 126-130.
Rocha, E.C.; Silva, E.; Feio, R.N.; Martins, S.V. & Lessa, G. 2008. Densidade populacional de raposa-do-campo Lycalopex
vetulus (Carnivora, Canidae) em áreas de pastagem e campo sujo, Campinápolis, Mato Grosso, Brasil. Iheringia, Série
Zoologia, 98(1): 78-83.
Sano, E.E.; Rosa, R.; Brito, J.L.S. & Ferreira, L.G. 2010. Land cover mapping of the tropical savanna region in Brazil.
Environmental Monitoring and Assessment, 166: 113-124.
Schaller, G.B. 1983. Mammals and their biomass on a Brazilian ranch. Arquivos de Zoologia, 31: 1-36.
Silveira, L. 1999. Ecologia e conservação dos mamíferos carnívoros do Parque Nacional das Emas, Goiás.
Dissertação (Mestrado em Ecologia). Universidade Federal de Goiás. 125p.
Trovati, R.G.; Campos, C.B. & Brito, B.A. 2006. Nota sobre convergência e divergência alimentar de canídeos e felídeos
(Mamalia: Carnivora) simpátricos no cerrado brasileiro. Neotropical Biology and Conservation, 3(2): 95-100.
Wozencraft, W.C. 2005. Order Carnivora. pp. 532-628. In: Wilson, D.E. & Reeder, D.M. (eds.). Mammal species of
the world: a taxonomic and geographic reference. 3 ed. Johns Hopkins University Press.
Fim do conteúdo da página