Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Peixes - Listrura camposi (Miranda Ribeiro, 1957) - Cambeva-minhoca-do-ribeira
Início do conteúdo da página

Peixes - Listrura camposi (Miranda Ribeiro, 1957) - Cambeva-minhoca-do-ribeira

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Peixes
Actinopterygii
Siluriformes
Trichomycteridae
Listrura camposi (Miranda Ribeiro, 1957)
Cambeva-minhoca-do-ribeira
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
CR
B1ab(iii)+2ab(iii)
IN MMA 005/2004
Justificativa
Listrura camposi foi registrada somente em dois pontos da bacia do Ribeira do Iguape, no estado de São Paulo, em um dos quais (a localidade-tipo) a subpopulação foi extirpada. A bacia do rio Ribeira de Iguape encontra-se na Mata Atlântica, um bioma fortemente impactado, com menos de 5% da sua extensão original preservada. A única subpopulação restante de L. camposi está restrita a uma localização, de aproximadamente 30m², que equivale a um curto trecho de um pequeno riacho fora de Unidade de Conservação, próxima a uma estrada que cruza o tributário do rio Itariri. Esta área está sujeita a uma série de impactos, incluindo obras relacionadas a essa estrada e alterações diversas de origem antrópica, como barragens provavelmente irregulares nesse trecho do rio. Outras ameaças difusas incluem destruição de habitat, drenagem, aterramento, desmatamento e poluição no entorno desse trecho do riacho. Por esses motivos, L. camposi foi categorizada como Criticamente Em Perigo (CR) – B1+B2ab(iii).
Listrura camposi foi registrada somente em dois pontos da bacia do Ribeira do Iguape, no estado de São Paulo, em um dos quais (a localidade-tipo) a subpopulação foi extirpada. A bacia do rio Ribeira de Iguape encontra-se na Mata Atlântica, um bioma fortemente impactado, com menos de 5% da sua extensão original preservada. A única subpopulação restante de L. camposi está restrita a uma localização, de aproximadamente 30m², que equivale a um curto trecho de um pequeno riacho fora de Unidade de Conservação, próxima a uma estrada que cruza o tributário do rio Itariri. Esta área está sujeita a uma série de impactos, incluindo obras relacionadas a essa estrada e alterações diversas de origem antrópica, como barragens provavelmente irregulares nesse trecho do rio. Outras ameaças difusas incluem destruição de habitat, drenagem, aterramento, desmatamento e poluição no entorno desse trecho do riacho. Por esses motivos, L. camposi foi categorizada como Criticamente Em Perigo (CR) – B1+B2ab(iii).


Especialistas
Agostinho Carlos Catella – EMBRAPA Pantanal, Akemi Shibuya - INPA, Alberto Akama – MPEG, Aléssio Datovo da Silva – MZUSP, Alexandre Clistenes de Alcântara Santos – UEFS, Alice Hirschmann – UFRGS, André Luiz Colares Canto – UFOPA, André Luiz Netto Ferreira – MZUSP, André Teixeira da Silva – UNESP, Andrea de Carvalho Paixão – IEPAGRO, Ângela Maria Zanata – UFBA, Aurycéia Guimarães da Costa - UFPA, Bárbara Borges Calegari – PUCRS, Bruce Collette – National Museum of Natural History, EUA, Bruno Francelino de Melo – UNESP, Carine Cavalcante Chamon – UnB, Carla Natacha Marcolino Polaz – CEPTA/ICMBio, Carla Simone Pavanelli – UEM, Carlos Alexandre Miranda Oliveira – UEM, Carlos Augusto Assumpção de Figueiredo – UNIRIO, Carlos Bernardo Mascarenhas Alves – Bio-Ambiental Consultoria Ltda., Carlos David Canabarro Machado de Santana – Smithsonian Institution e National Museum of Natural History, EUA, Christian Andreas Cramer – UNIR, Claudio de Oliveira – UNESP, Cláudio Henrique Zawadzki – UEM, Claudio Luiz Bock – CEPTA/ICMBio, Cristhiana Paula Ropke – INPA, Cristiano de Campos Nogueira – MZUSP, Cristiano Luis Rangel Moreira – UNIFESP, Cristina Cox Fernandes – INPA, Dalton Tavares Bressane Nielsen – Unitau, Douglas Aviz Bastos – INPA, Éder André Gubiani – UNIOESTE, Eduardo Mendes Gomes – Escola Estadual de São Paulo, Eleonora Trajano – USP, Érica Maria Pellegrini Caramaschi – UFRJ, Everton Rodolfo Behr – UFSM, Fábio Di Dario – UFRJ, Fábio Silveira Vilella – Simbiota Consultoria Ambiental Ltda, Fábio Vieira – Acqua Consultoria e Recuperação de Ambientes Aquáticos Ltda., Fabíola Gomes Vieira – UNIR, Fernanda de Oliveira Martins – UNESP, Fernando Cesar Paiva Dagosta – MZUSP, Fernando Gertum Becker – UFRGS, Fernando Rogério de Carvalho – UNESP, Filipe Augusto Gonçalves de Melo – UESPI, Flávio César Thadeo de Lima – UNICAMP, Francisco de Arruda Machado – UFMT, Francisco de Assis Néo – CEPTA/ICMBio, Francisco Langeani Neto – UNESP, Geraldo Mendes dos Santos – INPA, George Mendes Taliaferro Mattox – UFSCAR, Gislene Torrente-Vilara - UNIFESP, Henrique Lazzarotto de Almeida – UFRJ, Henrique Rosa Varella – MZUSP, Ilana Fichberg – MZUSP, Isabel Matos Soares, Izaias Médice Fernandes - UFMT, Janice Muriel Fernandes Lima da Cunha – INPA, Jansen Alfredo Sampaio Zuanon – INPA, Jonas Eduardo Gallão – UFSCAR, José Antônio Alves Gomes – INPA, José Luís Olivan Birindelli – UEL, Juliana Mariani Wingert – UFRGS, Juliano Ferrer dos Santos – UFRGS, Leandro Melo de Sousa – UFPA, Leandro Villa Verde da Silva – MN/UFRJ, Leonardo Ferreira da Silva Ingenito – UFES, Lucélia Nobre Carvalho - UFMT, Lúcia Helena Rapp Py-Daniel – INPA, Luciano Fogaça de Assis Montag – UFPA, Luisa Maria Soares Porto – MBML, Luiz Fernando Caserta Tencatt – UEM, Luiz Fernando Duboc da Silva – UFES, Luiz Roberto Malabarba - UFRGS, Mahmoud Nagib Mehanna – UNESP, Manoela Maria Ferreira Marinho - MZUSP,Marcelo Costa Andrade – UFPA, Marcelo Fulgêncio Guedes Brito – UFSE, Marcelo Salles Rocha – UEM/NUPELIA, Marcelo Ribeiro de Britto – MN/UFRJ, Marco Aurélio Azevedo – FZB/RS, Maria Anaís Barbosa Segadas Vianna - UFRJ, Maria Elina Bichuette – UFSCAR, Mário Cesar Cardoso de Pinna – MZUSP, Marina Vianna Loeb – MZUSP, Matheus Vieira Volcan – Instituto Pró-Pampa, Michel Jégu – Institut de Recherche pour le Développement, França, Monica de Toledo Piza Ragazzo – USP, Mônica Bucciarelli Rodriguez – UFMG, Nadayca Thayane Bonani Mateussi - UEM, Osvaldo Takeshi Oyakawa – MZUSP, Otávio Froehlich - UFMS, Pablo Cesar Lehmann Albornoz – UNISINOS, Paula Araújo Catelani – UFRJ, Paulo Andreas Buckup – UFRJ, Pedro Fasura de Amorim - UFRJ, Pedro Henrique Negreiros Bragança - UFRJ , Pedro Hollanda Carvalho – UFRJ, Priscila Camelier de Assis Cardoso – USP, Priscila Madoka Miyake Ito – INPA, Rafael Pereira Leitão – INPA, Rafaela Priscila Ota – INPA, Renata Rúbia Ota – UEM, Renildo Ribeiro de Oliveira – INPA, Ricardo Britzke – UNESP, Ricardo Cardoso Benine - UNESP, Ricardo de Souza Rosa – UFPB, Roberto Esser dos Reis – PUCRS, Ronaldo Fernando Martins Pinheiro – MBML, Rosana Souza Lima – UERJ, Sérgio Maia Queiroz Lima – UFRN, Sven Oscar Kullander – Swedish Museum of Natural History, Suécia, Sylvio Romério Briglia Ferreira – ICMBIO, Telton Pedro Anselmo Ramos – UFRN, Thiago da Motta e Albuquerque de Carvalho – UFMG, Tiago Casarim Pessali – Pisces Consultoria, Ambiental Ltda, Tiago Debona – INEO, Tiago Pinto Carvalho – University of Louisiana at Lafayette, EUA, Uwe Horst Schulz – UNISINOS, Tomas Hrbek - UFAM, Vagner Leonardo Macedo dos Santos – UFRJ, Verônica de Barros Slobodian Motta – USP, Vinícius Abilhoa – MHNCI, Vinícius de Araújo Bertaco – FZB/RS, Vitor André Frana – INEO, Vivian Nunes Gomes – UEM, Weferson Júnio da Graça – UEM, Willian Massaharu Ohara – MZUSP, Wilson José Eduardo Moreira da Costa - UFRJ, Wolmar Benjamin Wosiacki – MPEG, Yzel Rondon Súarez – UEMS.
Referências
Eschmeyer, W.N. & Fricke, R. (eds.) Catalog of Fishes electronic version. Fevereiro de 2013.
http://research.calacademy.org/redirect?url=http://researcharchive.calacademy.org/research/ichthyology/catalog/fishcatget.asp&genid=304 Acesso em fevereiro de 2013.
Lima, F. C. T. 2008. Listruracamposi. IN: Machado, A. B. M; Drummond, G. M. & Paglia, A. P. (eds) Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. 2008, p. 243-2441.ed. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente; Belo Horizonte, MG: Fundação Biodiversitas.
Oyakawa, T.O.; Menezes, N.A.; Shibatta, O.A.; Lima, F.C.T.; Langeani, F.; Pavanelli, C.S.; Nielsen, D.T.B. &Hilsdorf, A.W.S. 2009. Peixes de água doce. Pp. 350-424. In: Bressan, P.M.; M.C.M. Kierulff& A.M. Sugieda (Eds.). Fauna ameaçada de extinção no Estado de São Paulo: Vertebrados. Fundação Parque Zoológico de São Paulo, Secretaria do Meio Ambiente, São Paulo, 645p.
Oyakawa, O.T. & Menezes, N.A. 2011. Checklist dos peixes de água doce do Estado de São Paulo, Brasil. Biota Neotrop.,11(1ª): 1-14.
dePinna M.C.C. & Wosiacki, W. 2003. Family Trichomycteridae. Pp. 270-291. In Reis, R.E.; Kullander, S.O. & Ferraris, C.J. Jr. (eds). Check List of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre, Edipucrs, 729p.
Reis, R & Lima, F. 2009. Listruracamposi. In: IUCN 2012. IUCN Red List of Threatened Species. Version 2012.2. . Downloaded on 08 February 2013.
Villa-Verde, L. & Costa, W.J.E.M. 2006. A new glanapterygine catfish of the genus Listrura(Siluriformes:Trichomycteridae) from the southeastern Brazilian coastal plains. Zootaxa, 1142: 43–50.
Wosiacki, W. B. & Oyakawa, O.T. 2005.Two new species of the catfish genus Trichomycterus
(Siluriformes: Trichomycteridae) from the rio Ribeira de Iguape Basin, SoutheasternBrazil. Neotropical Ichthyology, 3(4): 465-472.
Fim do conteúdo da página