Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa > Projetos Apoiados > Projetos Apoiados em 2010 > Estudo de fenologia reprodutiva e instalação de Área de Coleta de Sementes
Início do conteúdo da página

Estudo de fenologia reprodutiva e instalação de Área de Coleta de Sementes

flona ibiramaAno: 2010

Resumo: No ano de 2008 iniciou-se a instalação de uma Área de Coleta de Sementes Florestais Nativas na Flona de Ibirama-SC, com objetivo de ter uma área para coletar sementes de espécies florestais da Mata Atlântica do Sul do Brasil. A área foi demarcada e foram plaqueteadas 952 árvores em cinco parcelas dispostas em faixas.

Posteriormente foi realizado o levantamento inicial das árvores marcadas. Devido à ausência de um técnico especializado em identificação vegetal, parte das árvores não teve a espécie definida, ou permaneceram dúvidas quanto à correta determinação da espécie.

O projeto foi desenvolvido visando realizar um estudo de fenologia reprodutiva das espécies encontradas na área demarcada, objetivando determinar qual a melhor época para a coleta das sementes florestais, realizar a substituição das placas afixadas em 2008 e a identificação dos indivíduos sem esta informação ou estando esta incompleta. As atividades de pesquisa e trabalhos de campo foram desenvolvidos durante todo o ano de 2010, com os levantamentos de fenologia reprodutiva sendo realizados em intervalos quinzenais. Acompanhou-se eventos de fenologia reprodutiva de 56 espécies florestais nativas da Mata Atlântica, dentre elas Euterpe edulis (palmito-jussara), Ocotea catharinensis (canela-preta), Ocotea odorifera (sassafrás), que se encontram na Lista das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção e outras espécies de importância como Aspidosperma parvifolium (peroba), Copaifera trapezifolia (pau-óleo), Nectandra lanceolata (canela-amarela), Cabralea canjerana (cangerana) e Cedrela fissilis (cedro) também foram abrangidas pelo projeto. Foi verificada a ocorrência dos eventos floração, desenvolvimento dos frutos e maturação e dispersão das sementes. Das espécies estudadas somente três não apresentaram nenhum evento fenológico reprodutivo, parte apresentou ciclo reprodutivo completo e parte incompleto, remetendo à necessidade da realização de estudos complementares visando abranger as lacunas encontradas. Também foram verificados diversos padrões de fenologia reprodutiva como espécies com ciclo curto anual, variando em média de três a sete meses; espécies que apresentam ciclo longo anual, com mais de sete meses entre a floração e dispersão das sementes; espécies que apresentam floração, frutificação e maturação dos frutos em mais de um período no decorrer do ano; espécies com floração bem definida, mas que se confunde com as fases de desenvolvimento dos frutos, maturação e dispersão dos mesmos, e espécies que apresentam ciclo que ultrapassa o ano, apresentando flores, frutos em desenvolvimento ou em
maturação do período anterior. Diversas espécies também indicaram sofrerem o efeito do fenômeno sazonalidade, ou seja, a produção de flores, frutos e sementes em anos alternados.

Na segunda etapa de execução do projeto cerca de 200 árvores foram identificadas a campo ou mediante a coleta de material e envio a herbário visando certificar a identificação. Esta atividade contou com a colaboração de um técnico especializado em identificação botânica, contratado com recursos do projeto. Foi verificada a ocorrência de 35 novas espécies para a área do estudo, ampliando o total para 74 espécies. Estudos de fenologia reprodutiva devem ser executados também abrangendo as novas espécies só agora registradas para a área da pesquisa. O objetivo do projeto é implantar efetivamente a Área de Coleta de Sementes Florestais Nativas na Flona de Ibirama, visando ampliar o fornecimento de sementes florestais para produção de mudas e a realização pesquisa científica, cumprindo assim com os objetivos de criação da Unidade de Conservação.

 
Responsável pelo projetoUnidade
Flávio Zanchetti
flavio.zanchetti@icmbio.gov.br
Floresta Nacional de Ibirama

Fim do conteúdo da página