Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa > Projetos Apoiados > Projetos Apoiados em 2011 > Anurofauna do Parna Saint-Hilaire/Lange, Litoral do Paraná
Início do conteúdo da página

Anurofauna do Parna Saint-Hilaire/Lange, Litoral do Paraná

Ano: 2011

Resumo:  Como a UC ainda não conta com Plano de Manejo elaborado e possui pontos bastante explorados pelo turismo, pensou-se em um projeto que além de prover uma lista de espécies da herpetofauna ocorrente, uma comparação entre áreas com e sem visitação. O projeto foi iniciado em 2011, abordando o registro de espécies de anuros – sapos, rãs e pererecas – e continua em 2012, incluindo espécies de lagartos e serpentes. Esse é o primeiro inventário de anfíbios do parque e existe grande possibilidade de registro de espécies endêmicas (que só ocorrem nesta região), inclusive consideradas DDs pela IUCN, ou ainda indicadoras de qualidade ambiental. O levantamento está sendo realizado em cinco regiões, envolvendo diferentes ambientes, por enquanto focado nas porções leste e sudoeste da unidade, com altitude máxima de 120 metros acima do nível do mar.

Na primeira etapa de campo, promovida no período de 23 de novembro a 3 de dezembro, foram identificadas cerca de 30 espécies. Os animais estão sendo triados, bem como as fotografias e gravações sonoras das vocalizações. Os registros serão utilizados ao final do trabalho para produção de um guia de identificação das espécies encontradas no PNSHL.
O inventário das espécies de anuros que ocorrem na unidade de conservação e em seu entorno contribui tanto para o conhecimento da biodiversidade como para a avaliação da saúde ambiental da região como um todo, importante para a qualidade de vida também das populações humanas. A equipe de pesquisa, sob coordenação do biólogo Leoncio Lima, chefe do Refúgio de Vida Silvestre dos Campos de Palmas (PR), é composta pelos analistas ambientais do parque Beatriz Gomes e Rodrigo Torres e pela estagiária Marili Miretzki, além da analista ambiental da Estação Ecológica da Mata Preta (SC) Márcia Strapazzon.

Durante alguns dias do trabalho de campo e no laboratório, a equipe contou com o apoio dos alunos da Universidade Federal do Paraná (UFPR-Litoral), ligados ao Labmóvel, Thays Paz, Camile Cordeiro e Carlos Birckolz, e da professora Ana Maria Franco, do curso de Ciências da UFPR-Litoral.

O PARQUE – Inserido na área-núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e na área de Proteção Ambiental Estadual de Guaratuba, o Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange protege um dos trechos mais bem conservados de Mata Atlântica no país. Constitui ainda, pela sua posição geográfica e importância ecológica, um elo fundamental na composição do Mosaico dos Ecossistemas Costeiros e Marinhos do Litoral Sul de São Paulo e do Litoral do Paraná (Portaria MMA n° 150/2006).

Responsável pelo ProjetoUnidade
Leoncio Pedrosa Lima
leoncio.lima@icmbio.gov.br
 
Parna Saint-Hilaire/Lange
Fim do conteúdo da página