Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa > Projetos Apoiados > Projetos Apoiados em 2013 > Etnoecologia na região do Parque Nacional de Sempre-Vivas,MG: subsídios para elaboração de Termos de Compromisso
Início do conteúdo da página

Etnoecologia na região do Parque Nacional de Sempre-Vivas,MG: subsídios para elaboração de Termos de Compromisso

Etnoecologia na regiaõ do Parna de sempre VivasAno: 2013

Resumo:   Durante a terceira oficina regional para elaboração do Plano Estadual de Proteção à Biodiversidade do Estado de Minas Gerais, realizada nos dias 24 e 25 de outubro de 2012 em Diamantina, o tema do extrativismo foi abordado nos diferentes grupos de trabalho constituídos em torno da temática de proteção à biodiversidade. Dentre os problemas abordados referentes ao tema, destacaram-se as seguintes ações para o ordenamento do extrativismo: (i) investimento em pesquisa; (ii) capacitação das comunidades envolvidas no setor extrativista; (iii) regularização ambiental da atividade; e (iv) compreensão dos componentes dos arranjos produtivos locais da sociobiodiversidade. Além disso, ainda no ano de 2012, numa reunião na presidência do ICMBio (18.12.2012) com a participação de representante de extrativistas de sempre-vivas, chefe do PARNA Sempre-Vivas e CECAT, foi colocado a necessidade de se discutir a elaboração de um termo de compromisso visando o uso de sempre-vivas no Parque Nacional de Sempre-Vivas. Dessa forma, a proposta em questão justifica-se na medida em que a pesquisa etnoecológica propõe-se contribuir para a caracterização e sistematização das práticas de manejo de sempre-vivas na região na Cadeia do Espinhaço. Resumo completo.
 
Responsável pelo ProjetoUnidade
Suelma Ribeiro Silva
suelma.ribeirosilva@gmail.com
CECAT
Fim do conteúdo da página