Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Região do Salgado Paraense

altNa Região conhecida como “Salgado Paraense” que compreende as Reservas Extrativistas Mãe Grande de Curuçá, São João da Ponta, Caeté-Taperaçu, Tracuateua, Araí Peroba, Gurupi-Piriá, Chocoaré-Mato Grosso e Soure, predomina, entre as populações tradicionais, a atividade de artesanato, associada à pesca artesanal e à cata do caranguejo.

Nas Unidades de Conservação federais do grupo Uso Sustentável que possuem populações tradicionais em seu interior, como as Reservas Extrativistas, Florestas Nacionais e Reservas de Desenvolvimento Sustentável, é permitido o uso sustentável dos recursos naturais pelas comunidades. Tratam-se de atividades que se constituem em fontes alternativas de renda, trabalhadas dentro de preceitos sustentáveis e envolvendo a gestão participativa dessas populações.

Confira outras informações neste portal, dentro das páginas da Resex Mãe Grande de Curuçá, Resex São João da Ponta, Resex Caeté-Taperaçu, Resex Tracuateua, Resex Araí Peroba, Resex Gurupi-Piriá, Resex Chocoaré-Mato Grosso e Resex Soure

registrado em:
Fim do conteúdo da página