Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > ICMBio busca parceiro para ações de preservação do peixe-boi
Início do conteúdo da página

ICMBio busca parceiro para ações de preservação do peixe-boi

Publicado: Sexta, 03 de Julho de 2020, 09h42
Edital é aberto para execução e desenvolvimento de ações relacionadas à pesquisa e à preservação da espécie que ocorre no litoral do nordeste e do norte do Brasil.
Peixe boi amazônico Luciana Crema 4 1
Peixe-boi-amazônico (Foto: Luciana Crema)

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) abre edital de chamamento público para a seleção de instituição parceira interessada em celebrar acordo de cooperação para a preservação do peixe-boi. O objetivo é a execução e o desenvolvimento de ações relacionadas à pesquisa e à preservação do peixe-boi marinho no litoral do nordeste e do norte do Brasil, locais de ocorrência da espécie. Veja o edital aqui.

O objeto do acordo é a contribuição da instituição parceira no desenvolvimento de ações voltadas a pesquisas, resgate, reabilitação, soltura e monitoramento de peixes bois-marinhos no litoral dos estados do nordeste e norte do país, além de viabilizar atividades relacionadas ao desenvolvimento das comunidades costeiras onde há ocorrência de peixe, com a promoção de ações para a geração de trabalho e renda, educação ambiental, capacitação e qualificação profissional, buscando parceiros e recursos que possam complementar e ampliar as ações a serem implementadas.

O ICMBio, através do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos (CMA), é o responsável pela execução das políticas públicas de conservação das espécies ameaçadas, tendo as diretrizes para a conservação do peixe-boi marinho e as ações de resgate dos animais encalhados nas praias, a reabilitação em cativeiro, a reintrodução, a soltura, a destinação dos animais reabilitados e, ainda, o monitoramento dos animais soltos em ambiente natural. Para isso, são necessárias ações como a revisão das estratégias de conservação do peixe-boi marinho prevista no Plano Nacional (PAN) de Conservação da Espécie, a retomada e o fortalecimento das parcerias institucionais e da cooperação com as unidades do ICMBio, ampliação da pesquisa, formação e capacitação profissional.

Espécies ameaçadas de extinção
Os sirênios são mamíferos aquáticos e, no Brasil, existem duas espécies: o peixe-boi-marinho e o peixe-boi-amazônico, que, atualmente, estão ameaçados de extinção. O peixe-boi-marinho apresenta como característica o corpo acinzentado ao marrom, de formato fusiforme e presença de unhas nas nadadeiras peitorais. Os filhotes nascem com aproximadamente 30 kg e 1,24 metros de comprimento; já os adultos podem medir até 4,5 metros e pesar mais de 800 kg. O peixe-boi-amazônico é o menor e único sirênio que vive predominantemente em água doce, mas é também o maior mamífero aquático herbívoro da Bacia Amazônica, podendo um adulto medir próximo a 3m e pesar 420 kg. Na região da ilha de Marajó e litoral do Amapá as duas espécies ocorrem em simpatria, e já foi registrada hibridização.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página