Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Consulta sobre conservação de peixes da bacia do rio Paraguai
Início do conteúdo da página

Consulta sobre conservação de peixes da bacia do rio Paraguai

Publicado: Quinta, 23 de Julho de 2020, 16h10
O prazo para envio de contribuições para a consulta pública vai até 2 de agosto; Podem participar a comunidade científica e demais interessados.

piraputanga José Sabino
Piraputanga. (Foto: José Sabino)

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Aquática Continental (Cepta), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), está com consulta aberta para avaliar a conservação das espécies de peixes Characiformes da bacia do rio Paraguai.

No momento, estão disponíveis apenas as espécies classificadas em ciclos de avaliação anteriores, como LC ou “Least Concern”, que, na classificação sugerida pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) significa “Menos Preocupante”. São espécies que, a princípio, não sofrem nenhuma ameaça significativa de extinção, mas que devem ser reavaliadas periodicamente e que podem vir a ter seu status modificado caso novas ameaças surjam. Nesse grupo estão incluídas espécies como a piraputanga, famosa entre os turistas que fazem flutuação em Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Toda a comunidade científica e os demais interessados podem contribuir com informações sobre as espécies por meio do Sistema de Avaliação do Estado de Conservação da Biodiversidade (SALVE). O prazo para as contribuições vai até 2 de agosto.

O processo de avaliação do risco de extinção das espécies é contínuo e cíclico, com intervalos de cinco anos entre uma avaliação e outra. No momento, a Avaliação do Estado de Conservação da Fauna Brasileira, conduzida pelos Centros Especializados do ICMBio, está em seu segundo ciclo.

As Oficinas de Avaliação, promovidas pelo Cepta, são organizadas por ecorregiões e grupos taxonômicos, em recortes que abrangem uma ou mais bacias hidrográficas, assim como famílias ou ordens de peixes. A oficina que avaliará os peixes Characiformes LCs da ecorregião Paraguai ocorrerá de 17 a 21 de agosto e será realizada on-line, que contará com a participação de vários pesquisadores convidados, representando universidades e institutos de pesquisa, principalmente dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página