Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Cerimônia no Cristo Redentor marca reabertura do Parque da Tijuca
Início do conteúdo da página

Cerimônia no Cristo Redentor marca reabertura do Parque da Tijuca

Publicado: Sábado, 15 de Agosto de 2020, 18h02
Visitação foi reaberta ao público em geral hoje (15) a partir das 13 horas

cristoinauguracao
Cerimônia de reabertura hoje no Parna da Tijuca. (Foto Acervo/ICMBio)

Uma cerimônia neste sábado (15), realizada no platô do Santuário do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, marcou a reabertura do Parque Nacional da Tijuca. A partir de agora, os visitantes terão acesso ao Corcovado, ao Cristo Redentor e a todos os outros atrativos do Parque, que estavam fechados desde o mês de março. A cerimônia contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Homero Cerqueira, do presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, além de outras autoridades do Rio de Janeiro.

O ministro do MMA Ricardo Salles ressaltou que o Parque da Tijuca é um símbolo do Rio de Janeiro e do Brasil. “A reabertura renova nossa certeza de que o nosso país vem melhorando a cada dia, fruto do esforço de todos e de cada um dos brasileiros, inspirados na luta diária do presidente da República”, argumentou Salles.

Já o presidente do ICMBio afirmou que as pessoas buscam muito viver em meio a natureza, por isso, é necessário fortalecer o ecoturismo. “Estamos reabrindo com todas as regras de segurança, para que as pessoas possam desfrutar da natureza do Parque e das belezas do Rio de Janeiro”, ressaltou Homero Cerqueira. Gilson Machado Neto, presidente da Embratur, argumentou que o turismo ajuda na recuperação econômica, pois é um motor de crescimento para o país. Segundo ele, o Brasil é um dos destinos mais procurados no mundo. “Temos enorme potencial para o ecoturismo, a maior biodiversidade do mundo”.

inauguracaoTurismo
As concessionárias Trem do Corcovado e Paineiras-Corcovado, empresas que operam o transporte de turistas até o Cristo Redentor, retomarão suas atividades, que estão suspensas desde o dia 18 de março. O transporte de turistas até o Corcovado terá início a partir da tarde deste sábado, após o evento de reabertura. O primeiro trem com visitantes deve partir às 13 horas e as primeiras viagens de van a partir das 14 horas. No dia 9 de julho, o Parque Nacional da Tijuca foi reaberto parcialmente para visitação pública, com foco na realização de atividades desportivas.

Mais de R$ 3 milhões investidos em obras
Com previsão de conclusão até setembro, as obras realizadas no parque têm como objetivo restabelecer a integridade estrutural das encostas na Unidade de Conservação e recuperar os telhados e pintura geral do prédio principal e anexo do local conhecido como Barracão.

As obras para contenção proporcionam maior segurança na travessia das vias internas do parque, para funcionários e visitantes.

As outras obras trarão melhorias ao local que sedia a garagem de veículos oficiais, além de funcionar como alojamento de pesquisadores, brigada e monitoramento para conservação de trilhas, o Barracão.

Parque Nacional da Tijuca
Unidade de conservação do Rio de Janeiro que protege a maior floresta urbana do mundo replantada pelo homem, o Parque Nacional da Tijuca conta com 26 cachoeiras e duchas naturais, 47 trilhas abertas ao público, ruínas históricas do tempo das fazendas de café, além de abrigar uma das sete maravilhas do mundo, o Cristo Redentor, que fica no morro do Corcovado.

Regras de segurança estabelecidas pelo ICMBio:

* diante da presença de sintomas como febre, tosse, coriza, dor de garganta, dificuldade para respirar, perda de paladar, e diagnóstico confirmado de Covid-19, o visitante deve praticar o auto isolamento por 14 dias e não entrar nos limites do Parque Nacional da Tijuca;

* é obrigatório o uso de máscara de proteção facial (ainda que artesanal) durante todo o período que estiver no interior do Parque, sendo que a máscara deve estar cobrindo a região do nariz e da boca; estando claro que esta é uma responsabilidade do visitante;

* respeito ao distanciamento mínimo de 2 metros entre as pessoas, de modo a evitar aglomerações;

* respeito aos cordões de isolamento instalados em pontos específicos da unidade com o objetivo de prevenir a formação de aglomerações;

* evitar o desenvolvimento de atividades em grupos grandes, respeitando o limite de grupos com até 10 participantes;

* a responsabilidade pelo porte e utilização de álcool em gel é do visitante. O Parque não se responsabiliza pela oferta do álcool em gel;

* a fim de evitar aglomerações, está proibida a utilização de todos os corpos hídricos da unidade, o que inclui cachoeiras, rios, duchas, reservatórios, pequenas lagoas etc;

* estão proibidos os acessos a todos os mirantes do Parque;

* está proibido o acesso a todas as áreas de convivência ao ar livre, sobretudo os espaços de alimentação compartilhada, tais como: áreas de piquenique, de churrasco etc;

* está proibido a realização de confraternizações e de eventos em áreas abertas da unidade;

* o visitante deverá dar a destinação adequada ao próprio lixo gerado, transportando-o para fora dos limites do Parque;

* a fim de reduzir os riscos de aglomerações no interior da unidade, serão privilegiados os visitantes que adentrarem o Parque Nacional da Tijuca a pé ou de bicicleta;

* o acesso de carros estará permitido somente no setor Serra da Carioca pelo acesso da guarita Silvestre, que garante a chegada de carro até o Centro de Visitantes Paineiras, de onde o visitante pode continuar a viagem de trem ou de van em direção ao Cristo Redentor; As demais áreas do Parque continuarão com o acesso de veículos motorizados (motos, carros, caminhões, vans) impedidos. Nessas áreas onde o impedimento permanecerá, as exceções são para:

1) veículos oficiais e de órgãos públicos, como os de segurança, de limpeza, e ou para prestação de serviços públicos, tais como manutenção e limpeza das vias, manutenção da rede elétrica, execução de podas etc;

2) veículos que façam transporte de turistas até o Centro de Visitantes (CV), adentrando pela guarita do Silvestre, com tráfego impedido após a cancela situada após o Centro de Visitantes;

3) veículos que façam o transporte de esportistas de voo livre, portando equipamento embarcado, observando as limitações e regras estabelecidas em protocolos específicos associados ao funcionamento da rampa de voo livre;

4) veículos usados para a execução de manutenção e reparo das antenas localizadas no Sumaré.



Ingressos para chegar ao Corcovado:

Trem do Corcovado

Valor promocional temporário para visitantes do Estado do Rio de Janeiro (independente do dia): R$ 55,00

Valor regular para visitante de qualquer Estado do país na alta temporada (o que inclui feriados e fins de semana) Adultos: R$ 83,50, Infantil (de 5 a 11 anos): R$ 52,00, Idosos acima de 60 anos residentes no Brasil: R$ 26,00

Valor regular para visitante de qualquer Estado do país na baixa temporada (dias de semana, exceto feriados)
Adultos: R$ 68,50. Infantil (de 5 a 11 anos): R$ 52,00, Idosos acima de 60 anos residentes no Brasil: R$ 26,00

* Gratuidade apenas para crianças de até 4 anos no colo


Vans da concessionária Paineiras-Corcovado

Valor promocional válido apenas para moradores do Estado do Rio de Janeiro, na alta temporada (o que inclui feriados e fins de semana), saindo de: Centro de Visitante Paineiras: Adulto: R$ 24,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 17,00, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 8,50,
Gratuidades: para crianças até 4 anos

Largo do Machado ou Copacabana: Adultos: R$ 50,00, Crianças (5 a 11 anos): R$ 42,50, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 34,00
Gratuidades: para crianças até 4 anos

Valor promocional válido apenas para moradores do Estado do Rio de Janeiro, na baixa temporada (dias de semana, exceto feriados), saindo de: Centro de Visitante Paineiras: Adulto: R$ 21,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 17,00, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 8,50, Gratuidades: para crianças até 4 anos

Largo do Machado ou Copacabana: Adultos: R$ 50,00, Crianças (5 a 11 anos): R$ 45,50, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 37,00
Gratuidades: para crianças até 4 anos


Valor para visitantes de outros Estados na alta temporada (o que inclui feriados e fins de semana), saindo de:
Centro de Visitante Paineiras, Adulto: R$ 48,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 17,00,
Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 8,50
Gratuidades: para crianças até 4 anos


Largo do Machado ou Copacabana: Adultos: R$ 81,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 50,00, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 41,50
Gratuidades: para crianças até 4 anos

Valor para visitantes de outros Estados na baixa temporada (dias de semana, exceto feriados), saindo de: Centro de Visitante Paineiras: Adulto: R$ 33,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 17,00, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 8,50
Gratuidades: para crianças até 4 anos

Largo do Machado ou Copacabana: Adultos: R$ 66,50, Crianças (5 a 11 anos): R$ 50,00, Idosos (brasileiro idade superior a 60 anos): R$ 41,50
Gratuidades: para crianças até 4 anos

Comunicação ICMBio

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página